Documentos “relevantes” apreendidos no ministério de Centeno ficam guardados no MP

Olivier Hoslet / EPA

O ministro das Finanças, Mário Centeno

A Procuradoria-Geral da República diz que os dados “considerados relevantes” vão ficar anexados ao inquérito, que entretanto foi arquivado pela inexistência de qualquer crime.

Os documentos apreendidos durante as buscas feitas ao Ministério das Finanças, considerados “relevantes”, vão ficar anexados ao inquérito mandado arquivar por inexistência de crime, informou a Procuradoria-Geral da República (PGR).

No que diz respeito aos restantes documentos, a Procuradoria-Geral da República adiantou ao Diário de Notícias que a lei indica que é “restituída a quem de direito” por parte do juiz.

Ao que apurou o jornal junto da PGR, “nos termos conjugados dos artigos 17.º da Lei do Cibercrime e 179.º, n.º3 do Código de Processo Penal, no inquérito ficam apenas os documentos que foram considerados relevantes para a apreciação dos factos em investigação”.

Questionada sobre o destino dos documentos com valor para um inquérito onde se concluiu a inexistência de crime, ou quem a eles terá acesso caso permaneçam no Ministério Público, a instituição não respondeu.

O Ministério das Finanças disse ao DN que não iria dar qualquer resposta sobre este assunto, depois de ter sido questionado sobre se já recebeu – ou a eventualidade de receber – quaisquer documentos que foram apreendidos na sexta-feira, dia 26 de janeiro.

O advogado Marinho e Pinto, por sua vez, disse ao jornal que o Ministério das Finanças “deve exigir a devolução de tudo” o que os investigadores do Departamento de ação e Investigação Penal (DIAP) levaram durante as buscas.

O antigo bastonário da Ordem dos Advogados admitiu admitiu ainda que “deve ser o proprietário dos objetos a pedir a devolução“, porque caso contrário “o Ministério Público arquivará e guardará” os documentos obtidos para a realização do inquérito em causa.

Este caso iniciou-se no dia 5 de janeiro, com a notícia de que o ministro das Finanças tinha pedido dois bilhetes ao Benfica para assistir com o filho a um jogo de futebol contra o FC Porto, no camarote presidencial do Estádio da Luz.

As buscas foram realizadas pela 9.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa a 26 de Janeiro, com base em notícias que o Ministério Público considerou indiciarem a existência de eventuais práticas do crime de obtenção de vantagem indevida.

Posteriormente, houve também notícias que afirmavam que o filho de Luís Filipe Vieira recebeu vantagens no pagamento de IMI da sua casa. O processo foi arquivado a 1 de Fevereiro, por o Ministério Público ter concluído que não havia indícios de crime.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Relevantes porquê? Se o processo foi arquivado “pela inexistencia de qualquer crime,… ” , o que é que pode haver como relevante em relação a este caso que afinal não tinha razão de existir? Já não bastam os irresponsaveis problemas e a incompetência que tomou cargo o Ministério Público ao levantar este processo?

RESPONDER

Aos 20 anos, Duplantis bate mítico recorde do mundo de salto com vara

O saltador com vara sueco Armand Duplantis continua a fazer história e esta quinta-feira, no decorrer do 'meeting' de Roma, da Liga Diamante, conseguiu o melhor salto de sempre ao ar livre, com 6,15 metros. O …

PSD vai votar contra propostas para legalizar o lobbying

O PSD vai votar contra a legalização do lobbying. Os sociais-democratas defendem que as regras criam um maior afastamento entre cidadãos e entidades públicas e políticas. CDS, PAN e PS querem discutir propostas para legalizar o …

Feitiço vira-se contra o feiticeiro. Flamengo é humilhado na Libertadores

O Flamengo sofreu a mais pesada derrota do clube na Taça Libertadores, após ter sido goleado por 5-0 pelos equatorianos do Independiente del Valle. Depois da eliminação do SL Benfica da Liga dos Campeões, às mãos …

Governo sabia do amianto em carruagens compradas à Renfe. É de fácil remoção, diz ministro

O ministro das Infraestruturas e da Habitação, Pedro Nuno Santos, disse esta quinta-feira que o Governo sabia que carruagens compradas à espanhola Renfe contêm amianto, mas que é de fácil remoção e voltou a considerar …

PJ pediu ajuda à Doyen para identificar Rui Pinto. Aníbal Pinto diz-se "chocado"

Em mais uma sessão do julgamento de Rui Pinto, esta quinta-feira, o investigador da Polícia Judiciária (PJ) José Amador admitiu ter contactado um advogado da Doyen para que o fundo de investimento acelerasse uma investigação …

Gareth Bale está de regresso ao Tottenham

O extremo galês Gareth Bale regressa ao Tottenham num empréstimo válido por uma temporada. Os Spurs também compraram Sergio Reguillon ao Real Madrid. Gareth Bale despediu-se na quinta-feira dos companheiros do Real Madrid, avança a imprensa …

Revelados novos petróglifos neolíticos nas cavernas da "Montanha Alienígena"

Um astrobiólogo e geólogo do Sri Lanka descobriu "petróglifos neolíticos únicos" muito diferentes dos até agora descobertos no Sri Lanka. Estas verdadeiras obras de arte foram esculpidas nas paredes das cavernas na lendária “Montanha Alienígena”. Segundo …

Rio questiona significado de saída de políticos da comissão de honra de Vieira

O presidente do PSD, Rui Rio, questionou esta quinta-feira qual o significado da saída de políticos como o primeiro-ministro da comissão de honra do recandidato a presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. Numa publicação na sua …

Contrariada, Jamila Madeira sai do Governo de "consciência tranquila". Fenprof estranha jurista na Educação

A ex-secretária de Estado Jamila Madeira, que se manifestou "surpreendida" com a sua exoneração do Governo, salientou esta quinta-feira que vai continuar na vida política e que sai do executivo com contas positivas no Serviço …

Encontrado urso das cavernas com 22 mil anos intacto em ilha do Ártico (e ainda tem dentes)

Pastores de renas na remota ilha siberiana de Bolshoy Lyakhovsky descobriram o esqueleto inteiro deum  urso da caverna com tecidos moles ainda preservados após 22 mil anos enterrado no solo congelado. A Ilha Bolshoy Lyakhovsky - …