Disneyland de Xangai encerra após um caso de covid-19

2

A Disneyland de Xangai, no leste da China, foi temporariamente confinada, depois de mulher que esteve no local ter testado positivo à covid-19.

Um único caso de covid-19 bastou para fechar a Disneyland de Xangai, na China. Cerca de 46 mil pessoas estavam no parque temático quando receberam a informação de que um dos visitantes tinha testado positivo à covid-19.

Este domingo, tanto os visitantes como os trabalhadores do parque foram obrigados a fazer teste à covid-19 antes de poderem sair.

De acordo com o Observador, a polícia bloqueou as saídas para impedir a passagem sem teste, tendo o mesmo acontecido à zona comercial adjacente, a Disneytown.

Foram realizados 33.863 testes no recinto e todos eles foram negativos, segundo a CNN. No entanto, mesmo testando negativo, terão que monitorizar o seu estado de saúde durante mais 12 dias.

“Para seguir as medidas de prevenção e controlo da vovid-19”, o parque de diversões só irá abrir novamente na quarta-feira, avança a Disneyland em comunicado.

O governo local encerrou temporariamente a estação de metro que serve o recinto e deu ordens para que todos os visitantes da Disneyland de Xangai nos dias 30 e 31 de outubro se submetam a testes o mais rápido possível e não saiam de casa durante pelo menos dois dias.

Este episódio é mais um exemplo da política de covid zero adotada pela China. Nas últimas duas semanas, foram confirmados mais de 300 casos em 14 províncias chinesas, tendo as autoridades de saúde avisado no sábado que a situação era “severa e complicada”.

  ZAP //

2 Comments

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.