Diretora-geral da Saúde da Escócia demite-se após furar confinamento que impôs

A diretora-geral da Saúde da Escócia, Catherine Calderwood, anunciou na noite de domingo a sua demissão após ter desrespeitado as regras de confinamento que impôs, ao deslocar-se por duas vezes à sua segunda casa durante a pandemia.

Através de uma declaração emitida cerca de sete horas após ter insistido que permaneceria no cargo, Calderwood, alvo de intensas críticas no país, disse ter abordado a controvérsia com a primeira-ministra da Escócia, e concluiu que a sua posição era insustentável, referiu o diário britânico The Guardian.

A ex-diretora-geral admitiu que seria impossível para a população manter a confiança nos apelos oficiais para que sejam evitadas viagens não essenciais, e caso permanecesse no cargo. “As pessoas por toda a Escócia sabem do que necessitam para reduzir o surto deste vírus e isso significa que devem ter absoluta confiança em quem lhe transmite os conselhos. É com um coração pesado que me demito de direcora-geral de saúde”, disse.

A demissão de Calderwood segue-se a um crescendo de críticas de líderes da oposição e da população, incluindo os habitantes de Earlsferry, Fife, onde a responsável escocesa e o seu marido possuem uma segunda casa.

No sábado, o jornal Scottish Sun revelou que os Calderwood e os seus três filhos passaram a noite de sexta-feira na sua casa de férias, com passeios com o cão a uma praia da região. De início, o Governo escocês disse que Catherine Calderwood tinha visitado a casa de praia para “verificar o estado” da habitação.

Foi ainda revelado que, apesar de ser a voz do Governo escocês destinada a exortar a população a evitar viagens não essenciais, Calderwood e o marido também visitaram Earlsferry no fim de semana anterior, uma informação que Calderwood e o Executivo apenas admitiram na tarde de domingo.

A sua demissão surge horas depois ser forçada a desculpar-se por ter desrespeitado o confinamento. Em conferência de imprensa, Calderwood disse ter consultado Sturgeon e assegurou que iria continuar em funções, o que acabou por não suceder.

De acordo com o balanço feito este domingo, o Reino Unido registou nas últimas 24 horas mais 621 mortes de pessoas infetadas, elevando o número total de óbitos durante a pandemia covid-19 para 4.934, indicou o Ministério da Saúde britânico.

Na noite de domingo, o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, que há dez dias acusou positivo ao novo coronavírus, foi hospitalizado para novos exames.

O número de pessoas infetadas aumentou para 47.806, após diagnosticados mais 5.903 casos em todo o país, que inclui Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte.

A polémica com a diretora-geral de saúde escocesa coincidiu com as críticas do ministro da Saúde, Matt Hancock, às pessoas que aproveitaram o bom tempo durante o fim de semana para passear ao ar livre.

“Se não quiserem que tomemos a decisão de proibir o exercício de qualquer forma fora de casa, é necessário cumprirem as regras”, avisou no domingo, em declarações à BBC, tendo acrescentado, na Sky News, que apanhar banhos de sol na relva de parques públicos vai contra as regras do Governo de evitar saídas desnecessárias.

ZAP ZAP // Lusa

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

A tecnologia ressuscitou o "plágio" de escritores medievais

Os trabalhos de autores medievais foram "ressuscitados" com a tecnologia do século XXI numa inesperada colaboração na Universidade de St Andrews, na Escócia. Um arquivo das obras de autores ingleses medievais, que revelava uma visão internacional …

Num cenário apocalíptico, a espécie humana poderia sobreviver "com populações na casa das centenas"

Cientistas de todo o mundo debruçam-se sobre a preparação das populações (e de abrigos) para sobreviver a um possível apocalipse. Para o antropólogo Cameron Smith, não seria necessário um número muito elevado de pessoas, desde …

Príncipe Harry diz que viver com a família real é "uma mistura entre o Truman Show e estar num zoo"

Depois de uma entrevista a Oprah Winfrey, o duque de Sussex faz novas revelações numa nova entrevista e descreve como era a sua vida antes de ir viver, primeiro para o Canadá e, depois, para …

Pentear o cabelo pode tornar-se uma tarefa mais fácil com a ajuda de um robô

Uma equipa de cientistas desenvolveu recentemente um braço robótico com uma escova de cabelo macia, equipada com uma câmara que ajuda o braço a "ver" e a avaliar a ondulação, para oferecer ao utilizador uma …

Benfica 4-3 Sporting | Águia vence dérbi espectacular

Mas que grande dérbi! Benfica e o novo campeão Sporting presentearam os adeptos com um jogo espectacular, um dos melhores dos últimos anos em Portugal, com futebol de ataque e golos, muitos golos. Foram nada menos …

Portugal é o 2.º país com mais divórcios e menos casamentos na UE

A taxa de casamentos na União Europeia caiu drasticamente nos últimos 55 anos, ao mesmo tempo que a taxa de divórcios subiu. Portugal é o segundo país onde esta tendência mais prevalece. De acordo com dados …

"É parte da nossa identidade". Pequena cidade na Suécia luta para preservar uma antiga língua moribunda

A organização Ulum Dalska, sediada numa pequena cidade sueca chamada Älvdalen, tem uma missão. Durante décadas, os seus membros têm trabalhado arduamente para ajudar a salvar a língua elfedaliana, um remanescente do nórdico antigo. "Tivemos a …

Papa diz que abuso infantil é uma espécie de “assassinato psicológico”

O Papa Francisco criticou hoje o abuso infantil dizendo que é “uma espécie de ‘assassinato psicológico’ e, em muitos casos, um cancelamento da infância” e pediu para “parar de encobrir” o fenómeno da pedofilia. Francisco falava …

Jerónimo considera “precipitado” discutir Orçamento de 2022 e “deitar borda fora” o atual

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, considerou hoje “no mínimo precipitado” antecipar a posição do partido sobre o próximo Orçamento do Estado e “deitar borda fora” a concretização do atual. À margem de uma visita …

Plano da CIA para capturar Bin Laden originou um problema de saúde pública no Paquistão

Um novo estudo indica que um plano secreto da CIA para capturar Osama Bin Laden, no início de 2011, teve como consequência uma queda significativa das taxas de vacinação no Paquistão. O plano, que usava uma …