Diminuição de novos casos não deverá significar alívio nas restrições

José Sena Goulão / Lusa

Filipe Froes, coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos para a pandemia de covid-19, considera que a diminuição de novos casos não deverá significar um alívio nas restrições, no dia em que ocorre mais uma reunião do Infarmed.

Em declarações à Rádio Renascença, o pneumologista Filipe Froes, coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos para a pandemia de covid-19, disse interpretar a descida do número de novos casos com “muita preocupação e muita prudência”.

Nesse sentido, o especialista, que faz parte do gabinete de crise da Ordem dos Médicos que acompanha a evolução da pandemia em Portugal, avisou que o risco de desconfinar nesta fase é muito grande.

Segundo Froes, a medida poderia traduzir-se num num “retrocesso com implicações tão ou mais graves do que aquelas que acabamos de viver”. “Não há nenhum contexto clínico nem epidemiológico que o possa justificar, pelo menos, nos próximos 15 dias”, afirmou.

“A minha recomendação é a maior prudência e continuar no confinamento, com todas as medidas, para bem de todos e para bem da saúde de todos os portugueses”, frisou o pneumologista.

Confinamento nos dias úteis sobe para 50,6%

O confinamento nos dias úteis cresceu para um valor médio de 50,6% desde que encerraram as escolas a 22 de janeiro até ao dia 5 de fevereiro, segundo dados divulgados pela Produtos e Serviços de Estatística (PSE).

“O processo deste segundo confinamento foi efetuado a dois tempos: de 15 a 21 de janeiro, e de 22 de janeiro até aos dias de hoje com o encerramento das escolas. Antes de o dia 15 o confinamento médio estava em 31.4%. Com o início das medidas a 15, o confinamento subiu para um valor médio de 41.9% até ao encerramento das escolas”, revelou em comunicado a PSE.

A empresa tem monitorizado a mobilidade dos portugueses desde a declaração do primeiro estado de emergência, a 18 de março de 2020, realçou que “com o encerramento das escolas, o confinamento nos dias úteis subiu para um valor médio de 50.6% até à última sexta-feira (5 de fevereiro)”.

Os indicadores mostram também que, tal como já tinha sido verificado no primeiro confinamento, em 2020, as sextas-feiras e segundas-feiras continuam a ser os dias de maior mobilidade dada a aproximação de fins de semana de restrições adicionais.

“Tal como em 2020, sempre que existem dias que antecedem períodos de maior restrição (recolher às 13:00 e inibição de circulação entre concelhos), os portugueses efetuam maiores deslocações e missões de abastecimento”, apontou a PSE.

De resto, a empresa sublinhou que há um “menor confinamento” nesta altura do que no primeiro confinamento do ano passado, vincando a “grande diferença entre fins de semana e dias úteis”.

E acrescentou: “Para além do menor confinamento, há outras diferenças a registar entre o primeiro confinamento e este segundo confinamento de 2021. Em 2020, o confinamento foi antecipado voluntariamente e repentino. A adesão ao confinamento foi visível tanto em dias úteis como fins de semana e, em 2020, os valores de adesão mantiveram-se elevados até ao desconfinamento”.

Porém, observando a evolução semanal do confinamento entre dias úteis e fins de semana a entidade salientou que há diferenças relevantes entre os dois confinamentos gerais.

“No caso do confinamento de 2021 vemos que: a diferença de confinamento entre fins de semana e dias úteis é muito mais elevada, a adesão ao confinamento nos dias úteis é muito menor, a adesão ao confinamento em dias úteis é igualmente menor, a adesão ao confinamento não foi um processo voluntário, antecipado e repentino como no primeiro confinamento”, especificou a PSE.

Segundo a empresa, as principais medidas que inibiram a mobilidade entre outubro de 2020 e janeiro de 2021 foram o recolhimento às 13:00 aos fins de semana e a inibição de circulação entre concelhos também aos fins de semana.

“Estas medidas, tanto no último trimestre de 2020 como agora, tiveram três reflexos: reduzir a mobilidade ao fim de semana, aumentar a mobilidade nos dias úteis, provocar concentrações nas manhãs dos fins de semana (particularmente aos sábados)”, assinalou.

Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cães nascem "prontos" para comunicar com os humanos

Um novo estudo indica que os cães com pouco contacto com pessoas conseguem entender gestos como o de apontar e têm tendência para prestar atenção ao rosto dos humanos. A pesquisa sugere que cães com apenas …

Mistério sobre restos mortais de criminosos de guerra do Japão finalmente resolvido

Um investigador japonês encontrou documentos oficiais dos Estados Unidos que detalham como os militares norte-americanos espalharam as cinzas do antigo primeiro-ministro Hideki Tojo e de outros seis criminosos de guerra no Pacífico. Segundo a agência japonesa …

Hospitais do Quénia têm administrado água em vez de vacinas contra a covid-19

Numa altura em que o país se encontra a tentar acelerar o processo de vacinação - de modo a imunizar os 54 milhões de habitantes o mais rápido possível - surgem rumores de que alguns …

Moeda de ouro americana é leiloada por 18,8 milhões de dólares em Nova Iorque

Uma moeda de ouro americana de 1933 foi leiloada nesta terça-feira na Sotheby's de Nova Iorque por 18,87 milhões de dólares, um valor recorde e quase cinco milhões a mais do que o máximo estimado. O …

Mário Jardel: Botas de Ouro roubadas e teste positivo à covid-19

Primeira semana de junho não está a ser tranquila para o antigo avançado. Jardel contraiu o coronavírus mas não apresenta sintomas graves. Mário Jardel ficou temporariamente sem os seus maiores prémios da carreira, a nível individual. …

No restaurante Pizza Pacaya, o forno é um vulcão ativo

David García usa o maior forno da natureza para cozinhar: um vulcão. Em Pacaya, na Guatemala, a sua pizza tornou-se uma atração turística. Na noite de 27 de maio de 2010, o vulcão Pacaya, na Guatemala, …

Australotitan cooperensis. Nova espécie de titanossauro está entre os dez maiores do mundo

Um enorme dinossauro cujos fósseis foram descobertos na Austrália em 2006 foi positivamente identificado como um espécime de uma nova espécie, chamado Australotitan cooperensis, sendo um dos maiores animais conhecidos a ter vivido na terra. Este …

Portugal recebe na próxima semana primeiros estrangeiros com certificado de vacinação

O ministro da Economia e Transição Digital anunciou hoje que Portugal passará na próxima semana a receber no país cidadãos estrangeiros que apresentem o devido certificado de vacinação, como recomendado pelo Conselho da Europa. A medida …

"Mourinho prefere Rúben Dias, mas Pepe é o melhor central do mundo"

Perspetiva de Jorge Andrade, na antevisão ao Europeu 2020. Costinha e Nuno Gomes também deixaram algumas previsões. Para José Mourinho, o melhor defesa-central do mundo é português. Para Jorge Andrade, o melhor defesa-central do mundo é português. …

Bónus para gestores do Novo Banco tiveram em conta “interesse público”

O bónus de 1,9 milhões de euros que foi atribuído no ano passado à equipa de gestão de António Ramalho, no Novo Banco, foi decidido pelo comité de remunerações de forma “prudente e vigilante”. A garantia …