Diminuição de novos casos não deverá significar alívio nas restrições

José Sena Goulão / Lusa

Filipe Froes, coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos para a pandemia de covid-19, considera que a diminuição de novos casos não deverá significar um alívio nas restrições, no dia em que ocorre mais uma reunião do Infarmed.

Em declarações à Rádio Renascença, o pneumologista Filipe Froes, coordenador do gabinete de crise da Ordem dos Médicos para a pandemia de covid-19, disse interpretar a descida do número de novos casos com “muita preocupação e muita prudência”.

Nesse sentido, o especialista, que faz parte do gabinete de crise da Ordem dos Médicos que acompanha a evolução da pandemia em Portugal, avisou que o risco de desconfinar nesta fase é muito grande.

Segundo Froes, a medida poderia traduzir-se num num “retrocesso com implicações tão ou mais graves do que aquelas que acabamos de viver”. “Não há nenhum contexto clínico nem epidemiológico que o possa justificar, pelo menos, nos próximos 15 dias”, afirmou.

“A minha recomendação é a maior prudência e continuar no confinamento, com todas as medidas, para bem de todos e para bem da saúde de todos os portugueses”, frisou o pneumologista.

Confinamento nos dias úteis sobe para 50,6%

O confinamento nos dias úteis cresceu para um valor médio de 50,6% desde que encerraram as escolas a 22 de janeiro até ao dia 5 de fevereiro, segundo dados divulgados pela Produtos e Serviços de Estatística (PSE).

“O processo deste segundo confinamento foi efetuado a dois tempos: de 15 a 21 de janeiro, e de 22 de janeiro até aos dias de hoje com o encerramento das escolas. Antes de o dia 15 o confinamento médio estava em 31.4%. Com o início das medidas a 15, o confinamento subiu para um valor médio de 41.9% até ao encerramento das escolas”, revelou em comunicado a PSE.

A empresa tem monitorizado a mobilidade dos portugueses desde a declaração do primeiro estado de emergência, a 18 de março de 2020, realçou que “com o encerramento das escolas, o confinamento nos dias úteis subiu para um valor médio de 50.6% até à última sexta-feira (5 de fevereiro)”.

Os indicadores mostram também que, tal como já tinha sido verificado no primeiro confinamento, em 2020, as sextas-feiras e segundas-feiras continuam a ser os dias de maior mobilidade dada a aproximação de fins de semana de restrições adicionais.

“Tal como em 2020, sempre que existem dias que antecedem períodos de maior restrição (recolher às 13:00 e inibição de circulação entre concelhos), os portugueses efetuam maiores deslocações e missões de abastecimento”, apontou a PSE.

De resto, a empresa sublinhou que há um “menor confinamento” nesta altura do que no primeiro confinamento do ano passado, vincando a “grande diferença entre fins de semana e dias úteis”.

E acrescentou: “Para além do menor confinamento, há outras diferenças a registar entre o primeiro confinamento e este segundo confinamento de 2021. Em 2020, o confinamento foi antecipado voluntariamente e repentino. A adesão ao confinamento foi visível tanto em dias úteis como fins de semana e, em 2020, os valores de adesão mantiveram-se elevados até ao desconfinamento”.

Porém, observando a evolução semanal do confinamento entre dias úteis e fins de semana a entidade salientou que há diferenças relevantes entre os dois confinamentos gerais.

“No caso do confinamento de 2021 vemos que: a diferença de confinamento entre fins de semana e dias úteis é muito mais elevada, a adesão ao confinamento nos dias úteis é muito menor, a adesão ao confinamento em dias úteis é igualmente menor, a adesão ao confinamento não foi um processo voluntário, antecipado e repentino como no primeiro confinamento”, especificou a PSE.

Segundo a empresa, as principais medidas que inibiram a mobilidade entre outubro de 2020 e janeiro de 2021 foram o recolhimento às 13:00 aos fins de semana e a inibição de circulação entre concelhos também aos fins de semana.

“Estas medidas, tanto no último trimestre de 2020 como agora, tiveram três reflexos: reduzir a mobilidade ao fim de semana, aumentar a mobilidade nos dias úteis, provocar concentrações nas manhãs dos fins de semana (particularmente aos sábados)”, assinalou.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Do subsolo sírio à nomeação ao Óscar: hospitais em tempos de guerra numa "era de impunidade"

The Cave é o nome de uma produção que esteve nomeada para o Óscar de Melhor Documentário de 2020. É também o lugar onde hospitais sírios se escondem para salvar vidas longe de bombardeamentos e …

Patrícia Mamona sagra-se campeã no triplo salto em pista coberta

Esta tarde, Patrícia Mamona tornou-se a terceira atleta portuguesa a garantir a medalha de ouro para Portugal no Campeonato da Europa em pista coberta. A portuguesa Patrícia Mamona conquistou, este domingo, a medalha de ouro na …

Dias de aulas mais longos, férias mais curtas e cinco períodos. Na Inglaterra, já se equacionam formas de recuperar o tempo perdido

Há três medidas em cima de mesa que podem vir a ser adotadas para combater os atrasos na aprendizagem dos alunos. Na Inglaterra, as escolas reabrem para aulas presenciais esta segunda-feira, mas já se pensa …

Índia abre centro de bem-estar para hóspedes abraçarem vacas e "esquecerem todos os problemas"

Animais de conforto e apoio emocional são cada vez mais populares em todo o mundo. Embora a maioria das pessoas use cães ou gatos, há também algumas escolhas mais bizarras, incluindo pavões, macacos e cobras. Os …

Abel Ferreira tentou levar jogador do Benfica para o Palmeiras

O treinador português Abel Ferreira, ao leme do comando técnico dos brasileiros do Palmeiras, pediu a contratação de Franco Cervi, que alinha pelo Benfica, mas acabou por ver a sua proposta recusada pelo jogador argentino. …

Governo aperta regras. Passageiros do Brasil ou Reino Unido têm de ter teste negativo e cumprir isolamento

Os passageiros provenientes do Brasil e do Reino Unido vão ser obrigados a apresentar um teste negativo e a cumprir 14 dias de isolamento profilático. A partir deste domingo, os passageiros provenientes do Brasil e do …

O primeiro hotel espacial mudou de nome (e deverá abrir em 2027)

Fechado em casa a sonhar com a próxima viagem? Esqueça as praias paradisíacas ou as grandes metrópoles. As férias do futuro podem vir a ser no Espaço. Tudo começou em 2019, quando a empresa californiana Gateway …

Testes rápidos esgotam na Alemanha no primeiro dia em que são postos à venda

O processo de vacinação na Alemanha continua lento. O Governo está a contar com a realização em massa de testes rápidos de antigénio para iniciar um plano de desconfinamento progressivo. As principais cadeias de supermercados …

Rio avisou autarcas que podem ser postos "para o lado" se se portarem "menos bem"

O líder do PSD diz não entender o mal-estar de alguns autarcas com o anúncio dos candidatos às eleições locais. Este sábado, no discurso de encerramento da 5.ª Academia de Formação Política para Mulheres do …

Movimento “Black Lives Matter” fez diminuir mortes causadas por polícias

Desde que os protestos de Black Lives Matter começaram a ganhar destaque, após a morte de Michael Brown em 2014, no Missouri, o movimento espalhou-se por centenas de cidades em todos os estados dos EUA …