Cruzeiro ia dar a volta ao mundo. Agora, só procura um porto para atracar

Jerome Favre / EPA

O cruzeiro italiano Costa Deliciosa, com cerca de 1800 passageiros, ia dar a volta ao mundo. No entanto, a viagem foi suspensa, algures entre a Austrália e Madagáscar.

O navio italiano encontra-se atualmente no oceano Índico à espera de autorização para atracar num porto. Segundo o Diário de Notícias, os passageiros têm uma média de idade superior a 70 anos e são sobretudo espanhóis, franceses, italianos e alemães.

O cruzeiro partiu de Barcelona no dia 11 de janeiro. Nos dois primeiros meses da viagem, visitaram portos da América Latina, Ilhas do Pacífico, Nova Zelândia e Austrália. Na última terça-feira, fizeram uma paragem para reabastecimento em Reunião, mas nenhum passageiro teve autorização para desembarcar.

O plano incluía passagens por Madagáscar, Seicheles, Maldivas, Sri Lanka, Índia, Omã, Jordânia, Grécia e Itália, mas a grande maioria dos passageiros quer evitar chegar a este último país, que é principal foco da pandemia na Europa.

De acordo com o DN, o capitão do navio informou que a companhia de navegação Costa Cruzeiros está a tentar encontrar uma solução segura, mas o processo não está a ser fácil.

Em Espanha, por exemplo, um decreto proíbe a entrada em portos espanhóis de todos os navios de cruzeiro. Face a estas dificuldades, os passageiros procuram alternativas à opção de passar mais um mês no mar

O diário adianta que, no próximo sábado, termina a quarentena dos últimos 15 passageiros que estiveram em terra (em Perth, na Austrália). Nesse dia, o navio será declarado limpo, sem nenhuma infecão.

Segundo a empresa italiana, “o único itinerário atualmente viável e o mais seguro é fazer paragens técnicas sempre que permitido“. A Costa Cruzeiros garante que está a trabalhar com as autoridades italianas para encontrar o porto mais adequado para atracar, aquele que garanta “a máxima segurança e a possibilidade de organizar rapidamente o regresso a casa” dos passageiros (1830 pessoas) e da tripulação (899 pessoas).

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …

Galp anuncia cortes de 500 milhões de euros por ano devido à pandemia

A Galp Energia decidiu cortar mais de 500 milhões de euros por ano dos seus custos operacionais e investimentos para 2020 e 2021, visando fazer face ao impacto da pandemia de Covid-19 na procura de …

Bombeiros de Beja admitem recusar transportar suspeitos e doentes

As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja admitem recusar transportar utentes suspeitos e doentes com covid-19 por falta de condições e apoios. As 15 corporações de bombeiros do distrito de Beja referem que, "por …

Ministra sul-africana suspensa por violar medidas de contenção

A ministra das Comunicações sul-africana, Stella Ndabeni-Abrahams, foi suspensa depois de ter sido apanhada em flagrante desobediência numa fotografia publicada no Instagram, onde é vista a almoçar com outras cinco pessoas. O Presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, anunciou …

Suécia já tem acordo para impor medidas restritivas (mas ainda não está convencida)

A Suécia vai recuar na sua abordagem light à covid-19 e prepara-se para aplicar medidas restritivas. Os partidos já chegaram a acordo, mas o Governo não tem planos para usar já os novos poderes. Os partidos …