Cristas percebeu o sinal. Prepara-se para arregaçar as mangas e mudar de estratégia

António Pedro Santos / EPA

Assunção Cristas percebeu a mensagem: eleitores não querem a carga ideológica da direita conservadora e preferem soluções concretas. A líder do CDS-PP está pronta para começar já a apresentar propostas.

“Compreendemos o sinal que os eleitores nos quiseram dar”, disse Assunção Cristas, dando a entender que a estratégia de Nuno Melo, de agarrar o eleitorado da direita conservadora com um discurso carregado de ideologia, foi chumbada nas urnas e que agora é tempo de largar esse caminho.

Cristas vai agarrar-se ao facto de ser mais à esquerda que o seu cabeça-de-lista para as europeias. Com Melo em Bruxelas, Cristas fica em terras lusas a virar a página e retoma “missão São Bento”. Prova disso, adianta o Observador, são as jornadas parlamentares do CDS, marcadas para 3 e 4 de junho, que vão ser dedicadas ao tema da Saúde e onde deverão já constar propostas do CDS que serão incluídas no programa eleitoral.

Estamos já de mangas arregaçadas para outubro“, garantiu a líder centrista numa publicação no Facebook. Resta saber se o prazo que lhe resta (neste caso, até outubro) é suficiente para recuperar da derrota pesada que sofreu no passado domingo.

O Observador falou com algumas fontes, e uma especialmente conhecedora da estratégia do partido referiu que “o ponto de partida agora ficou mais difícil, mais exigente, porque já não partimos de uma base de 18 deputados, mas partimos de uma base de 6% nas urnas”.

Apesar de um caminho mais árduo pela frente, o rumo é retomar o discurso pré-europeias. Estas eleições são encaradas como uma espécie de interrupção onde veio à tona uma veia do CDS mais conservadora, com um discurso securitário, alarmista e ideologicamente demarcado, que acabou mesmo por ser chumbada nas urnas.

Agora, com Nuno Melo em Bruxelas, é preciso recentrar: “somos da direita democrática, sim, mas devemos voltar a pôr o foco na resolução dos problemas concretos das pessoas”, afirmou uma fonte da direção.

A estratégia baseia-se, assim, em provar ao próprio partido que os eleitores chumbaram nas urnas o “CDS do Melo”, e que por isso é melhor apostar noutro CDS em campanha, talvez o “do Adolfo” ou “o de Cristas”, menos conservador, mais liberal e democrata-cristão.

Esta quinta-feira, o Conselho Nacional do CDS reúne para avaliar os resultados das eleições e aprovar as contas do partido, uma reunião que é também apontada como uma oportunidade para começar a convencer a estrutura da nova estratégia.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. A drª Cristas é uma mulher de perfil sensual, o que não tem nada de mal nem de errado e quer simplesmente dizer que ela gosta e goza da boa comida, da boa bebida e da boa cama. Para fazer politica não tem jeito e, menos ainda, aquele dr. Melo que, quando fala, tem tiques de extremismo, embora não saiba sequer como se lança uma cana ao rio para pescar um peixe (quando os havia). Tudo para dizer que ambos deviam deixar o CDS em paz pois não são boas figuras para lhe levantar a moral e o voto. E tudo isto ainda para dizer que nós precisamos de um partido de direita, mas de uma direita consistente, capaz de ser uma alternativa à social democracia e às diversas esquerdas, que têm estragado a Europa e, com ela, o planeta inteiro. E ser de direita é recuperar o PORTUGAL TRADICIONAL depois de crivado no que teve e tem de espúrio, amante do ruralismo como eixo do sentido de uma vida feliz e não do urbanismo, como fonte de depressão e de angústia, de apatia, de suicídio e de viver por viver, do sem sentido. E nada disto é incompatível com a 4ª revolução industrial, que bem pode ter os seus pólos nas profundezas do distrito de Viseu, da Guarda ou de Bragança, com vantagens de todo o tipo. Se não for o CDS há-de ser um outro partido a criar, para pugnar por tudo isto.

RESPONDER

Hotelaria pressiona Governo. Quer que turistas com estadias marcadas possam circular entre concelhos

A proibição de deslocação entre concelhos entre dia 30 de outubro e 3 de novembro de modo a evitar contágios agradou a alguns, mas não ao setor hoteleiro, que quer ser deixado de fora da …

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de hoje (e durante 45 dias)

A Transtejo tinha informado que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa estaria suspensa a partir desta segunda-feira, por 45 dias, devido a obras, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada. “A …

Nagorno-Karabakh. Arménia e Azerbaijão acusam-se mutuamente de violação de novo cessar-fogo

A Arménia e o Azerbaijão trocaram esta segunda-feira acusações pela violação de um novo cessar-fogo acordado no domingo para pôr fim às hostilidades no enclave de Nagorno-Karabakh, que deveria ter entrado hoje em vigor. A Arménia …

Venezuela testou molécula que "anula a 100%" o novo coronavírus

O Presidente da Venezuela anunciou, este domingo, que o Instituto Venezuelano de Investigações Científicas (IVIC) testou com sucesso uma molécula, a DR10, que "anula 100%" o novo coronavírus. "O IVIC testou uma molécula usada para tratar …

Com a bancarrota a caminho, Governo Sócrates vendeu quase 80% dos imóveis públicos

Numa altura em que o país já estava em situação complicada, com o cenário de bancarrota no horizonte, o último Governo de José Sócrates vendeu quase 80% do património imobiliário público em apenas dois anos. Estes …

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, houve centenas de festas ilegais e álcool na rua

Na primeira noite de recolher obrigatório em Madrid, foram muitos os que ignoraram as restrições. A polícia espanhola foi obrigada a intervir em centenas de festas ilegais e numa festa ao ar livre com mais …

Casa Branca admite que EUA não poderão controlar pandemia. Biden acusa Trump de ter desistido

A Casa Branca admitiu este domingo que os EUA não poderão controlar a pandemia por ser tão contagiosa, numa mudança à postura de minimização da gravidade da crise, numa altura em que há novos recordes …

GNR obrigada a intervir no GP de Fórmula 1. Bastonário diz que evento foi um "insulto" aos profissionais de saúde

O circuito de Portimão teve de fechar algumas bancadas para garantir o distanciamento dos 27.500 espetadores autorizados pela Direção-Geral de Saúde (DGS). Pelo menos em duas foi necessária a intervenção da GNR. Em comunicado, a GNR …

Governo atira-se ao Bloco de Esquerda. Voto contra é "incompreensível"

Em conferência de imprensa, esta segunda-feira, o secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, afirmou que "o Governo considera incompreensível que não possa contar com o Bloco de Esquerda" para aprovar o Orçamento do …

Chilenos votam de forma esmagadora para substituir Constituição de Pinochet

Os chilenos votaram de forma esmagadora, este domingo, a favor de uma nova Constituição para substituir a herdada da era do ditador Pinochet, num referendo realizado um ano após uma revolta popular contra a desigualdade …