Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

Paulo Novais / Lusa

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas que a acompanharam.

“Cumpri o caminho traçado, mas falhei o resultado”, disse Assunção Cristas, a primeira mulher a liderar o CDS, no seu discurso de despedida. “Falhei porventura a análise das possibilidades que se abriam com as novas circunstâncias políticas e os resultados ficaram muito aquém das minhas e das vossas legítimas expectativas“, continuou.

Assunção Cristas recordou ainda o percurso do CDS, dando conta que propôs ao partido um caminho focado nos “problemas das pessoas” e “assente na matriz comum”. “Esperava-nos um ciclo de oposição, que uns vaticinavam curto mas que, na minha opinião, duraria a legislatura completa, como se veio a verificar”.

“Uns dirão que a estratégia estava errada. Outros dirão que cometemos erros táticos ou na comunicação. Ouvi atentamente muitas análises e, naturalmente, tenho a minha própria. Mas este não é o momento nem o dia apropriado para dissecar os erros desse roteiro. O tempo encarregar-se-á dessa análise detalhada”, explicou.

Cristas deixou ainda agradecimentos aos que a acompanharam e um último pedido. “Se vos posso fazer um pedido é que o debate deste congresso seja profundo, sério, leal e a olhar para o futuro. Um debate assente nas ideias e nas pessoas, porque em política não há boas ideias sem boas pessoas para as defender e o inverso também é verdade”.

“Entrei há 12 anos para o CDS, comecei como alguém que vinha de fora. Hoje saio da liderança com a mesma liberdade com que entrei para o partido”, disse ainda a líder cessante dos centristas, dizendo que em política “nunca se pode esperar reconhecimento”.

A líder centrista cessante abandonou o congresso logo depois de ter proferido o seu discurso, que durou cerca de 13 minutos. Assunção Cristas, recorde-se, anunciou que não se ia recandidatar à liderança do CDS após as legislativas de outubro passado, em que o CDS perdeu 13 deputados ao reunir apenas 4,2% dos votos.

Cinco candidatos num congresso imprevisível

Cinco candidatos disputam no congresso deste fim-de-semana a liderança do CDS-PP: Abel Matos Santos, da Tendência Esperança em Movimento (TEM), o deputado e porta-voz João Almeida, o antigo parlamentar Filipe Lobo d´Ávila, do grupo “Juntos pelo Futuro”, o ex-presidente da concelhia de Viana do Castelo, Carlos Meira, e o líder da Juventude Popular (JP), Francisco Rodrigues dos Santos.

Um dos momentos decisivos do Congresso é a votação das moções dado que é uma espécie de primeira volta para escolher o líder. E quem vencer, por norma, apresenta uma lista candidata à comissão política nacional e demais órgãos do partido.

Cristas, que rendeu Paulo Portas na liderança do PSD, não revelou que candidato apoia para liderar o partido. Este é um congresso “imprevisível”, tal como frisa o semanário Expresso, dando conta que ninguém sabe o que acontecerá nas próximas 58 horas.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. “Cristas, que rendeu Paulo Portas na liderança do CDS, não revelou que candidato apoia para liderar o partido” e não “na liderança do PSD”.

  2. Vai e nao voltes!
    E aproveita e leva a outra Ana Isabel, Retornada Angolana, que diz que é “ainda mais maluca que a Isabel dos Santos”!
    Os Retornados habituados a viver em Paises “sem Lei”, a unica Lei que havia era “espzinhar e partir os ossos” aos Pretos, vieram para cá fazer o mesmo.
    Desaparecam do Mapa, só estão a fazer “mal” aos portugueses, a Portugal, e a União Europeia! E a Hukmanidade! Gente anormal!

  3. Para “Estou-te a ver”

    Aquilo que leio desta pessoa que não se quer identificar por razões óbvias (retribuo com o mesmo valor), demonstra um sentido de desconhecimento e falta de bom senso que só poderão ser justificadas por quem carrega muita inveja e ciúmes dos ditos “Retornados”. Tenha tento no teclado. Experimente por uma vez na vida raciocinar antes de teclar. É vergonhoso ainda haver gente desta em Portugal.

  4. Assunção Cristas chamou a si o que de mais odioso e primário tem o ser humano, a raiva e o ódio injustificado, movido apenas por um fanatismo ideológico que acabará inevitavelmente com o CDS. Ainda hoje pude constatar exactamente o mesmo erro estúpido e crasso do recém eleito dirigente do partido. As palavras e a ideologia são as de acabar com as esquerdas e com o socialismo. São tão estúpidos, tão burros que não percebem que esse discurso lhes matou o partido. Com essa atitude alcoviteira, maledicente e intriguista, conseguiu a asquerosa e odiosa Assunção Cristas deixar o CDS reduzido aquilo que de facto é, um partido de meia-dúzia de filhos de papá, com apelidos de família, desejosos de trazer de volta António Oliveira Salazar e os privilégios de alguns poucos. Azar nítido. Foi embora essa figura detestável de pseudo virtuosa e agora segue-lhe outros raivoso da mesma laia que vai FELIZMENTE ser o coveiro dessa gente inqualificável.

RESPONDER

Lay-off simplificado estende-se a empresas de carnes e cervejas

O 'lay-off' simplificado vai voltar a estar disponível para empresas que estão a registar quebras de faturação significativas devido à pandemia, mesmo que não estejam encerradas. Segundo referiu ao ECO a Confederação do Comércio e Serviços …

Caçadores da Torre Bela não tinham de comunicar transporte de animais abatidos para Espanha

Os caçadores espanhóis não tinham de comunicar à Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) o transporte das carcaças para Espanha, nem era obrigatória a presença de um veterinário na Herdade. Segundo a TSF, o esclarecimento …

Morreu Bunny Wailer, derradeiro ícone do reggae

O cantor e percussionista jamaicano Bunny Wailer, uma lenda do reggae, morreu esta terça-feira, aos 73 anos, no Andrew’s Memorial Hospital de Kingston, o que marca o fim de uma época para este movimento musical. A …

Exilados sauditas sentem-se em perigo após dissidente desaparecer no Canadá

Exilados sauditas no Canadá temem que o dissidente que está de volta ao país de origem tenha sido forçado a revelar informações sobre a comunidade exilada. De acordo com o jornal Público, os exilados sauditas no …

Internamentos voltam a diminuir. Há mais 979 casos e 41 mortes

Portugal registou esta quarta-feira 979 novos casos de infeção por covid-19 e mais 41 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), nas …

Festas ilegais aumentaram nos últimos 15 dias. PSP já deixa avisos para a Páscoa

Numa altura em que a população já está confinada há mais de um mês, a tendência é cada vez mais para sair de casa e procurar algum contacto social. Por isso mesmo, a PSP já …

Pediatras pedem reabertura urgente das escolas. Professores querem ser consultados na elaboração do plano

A Sociedade Portuguesa de Pediatria defende a reabertura urgente das escolas especialmente o ensino pré-escolar e nos 1º e 2º ciclos do ensino básico, chamando a atenção para as consequências do fecho no desenvolvimento das …

Ventura propõe tirar subvenções a políticos condenados a mais de três anos de prisão

O deputado único do Chega entregou esta terça-feira no parlamento um projeto de lei para retirar, incluindo retroativamente, as subvenções vitalícias a ex-titulares de cargos políticos condenados por crimes "com pena de prisão superior a …

PGR analisa carta que culpa o Governo por "borla fiscal" à EDP na venda de barragens

O Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) está a analisar uma carta do Movimento Terra de Miranda que questiona a autorização dada pelo Governo à venda de seis barragens transmontanas por parte da …

Biden prevê vacinas para todos os adultos antes do fim de maio

Joe Biden assegura que até maio o país terá vacinas suficientes contra o covid para todos os adultos do país, dois meses antes do previsto. O presidente do EUA anunciou que até ao final de maio …