Criança não vacinada contraiu tétano e esteve em risco de vida. Pais continuam a recusar nova dose da vacina

Sanofi Pasteur / Flickr

O caso remonta a 2017, quando uma criança de seis anos não vacinada contraiu tétano depois de uma queda. Esteve 57 dias nos cuidados intensivos e os tratamentos custaram milhares de euros.

O caso foi revelado esta sexta-feira pelo Centro de Controlo de Doenças dos Estados Unidos e conta a história de como um menino de seis anos contraiu tétano depois de uma simples queda enquanto brincava, tendo de enfrentar tratamentos intensivos durante quase dois meses, que resultaram num gasto de milhares de euros em hospitais.

Segundo um relatório do centro norte-americano, a criança caiu enquanto brincava no exterior de uma casa e fez um corte na testa. Em vez ser tratado no hospital, a ferida do menino foi desinfetada e suturada em casa, aparentando estar tudo controlado.

No entanto, ao fim de seis dias a criança começou a ter episódios de choro, rangia os dentes e tinha espasmos musculares. Quando chegou ao ponto de arquear o pescoço e as costas e não conseguir sequer respirar, a família decidiu pedir ajuda médica.

Quando chegou ao hospital, o menino de seis anos foi diagnosticado com tétano e, devido à dificuldade em abrir a boca, não conseguia beber água ou ingerir qualquer alimento. Foi sedado, entubado e esteve ligado às máquinas, tendo sido administradas várias doses de vacinação contra a doença.

Esteve em tratamento intensivo, precisou de um ventilador para respirar e de medicação constante através de soro para controlar a dor, a pressão sanguínea e os espasmos.

Mais de um mês depois, a criança conseguiu andar pela primeira vez, com ajuda, precisando ainda de mais duas semanas de reabilitação para recuperar os movimentos. Foi transferida para a unidade de cuidados intermédios.

O menino precisou de 57 dias de internamento em terapia aguda, incluindo 47 dias na unidade de terapia intensiva. As despesas de internamento totalizam 811.929 dólares (excluindo transporte aéreo, reabilitação de pacientes internados e custos de acompanhamento)”, explicou o relatório do Centro de Controlo de Doenças.

Não se sabe se os pais do menino são anti-vacinação ou se houve outro motivo por detrás do facto de a criança não estar vacinada contra o tétano, mas o centro informou ainda que “apesar da extensa revisão dos riscos e benefícios da vacinação contra o tétano pelos médicos, a família recusou uma segunda dose de DTaP [nome da vacina contra o tétano] e quaisquer outras vacinas recomendadas”.

Este foi o primeiro caso de tétano diagnosticado numa criança em Oregan em 30 anos. Entre 2009 e 2015 foram identificados 197 casos de tétano e 16 mortes relacionadas nos EUA. Em alguns destes casos, a conta hospitalar chegou a atingir os milhões de dólares.

ZAP // Gizmodo

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. E quantos estao com problemas imunitários, de alergias, de autismo, por o aluminio e outros excipientes das vacinas se acumularem no cérebro?
    As vacinas provocam muito mais problemas do que os que resolvem é um grande negócio sobre o qual não se fazem estudos sobre os efeitos adversos.

    • Caro amigo Joaquim, diga-me (eu sei que sabe) como sobrevivia a indústria farmacêutica se fôssemos todos saudáveis?! A única prevenção que fazem para evitar doenças são as vacinas?! Já dizia Hipócrates, faz do alimento o teu remédio. Qual o médico que ensina a boa alimentação?!?!Dizem o básico!… Muito alimentos cuidam do sistema imunitário, fortalecem-no, mas isso não convém que saibamos…
      Esta das vacinas é outro engôdo. Uma coisa que poderia ser MUITO BOA, de facto só faz é mal precisamente por esses químicos venenosos que metem na corrente sanguínea e que depois como todos acham que faz bem, não vão associar à vacina.A não ser que os efeitos se dêem logo a seguir à vacinação!
      Há muita gente que fez lavagem cerebral e nem sequer estão conscientes disso.Dizem-se a favor das vacinas mas depois repetem o que lhes dizem, é porque sim, bla bla bla, sem sequer fazerem uma pesquisa aprofundada.
      Para que saibam, há medicos contra as vacinas, mas esses são tratados de ser silenciados, estigmatizados.
      Havemos de saber toda a verdade sobre isto, ela não pode ser escondida durante muito mais tempo.

    • Também acredito que o autismo seja causado por um conjunto de factores e não apenas um, como nos querem fazer crer.
      algo nas vacinas pode ser um gatilho para tal se manifestar.
      As pessoas não têm noção do pântano químico em que vivemos! Não têm, infelizmente…

        • Quando não se tem argumentos e é-se ignorante, ofende-se os outros…
          Mas prontos, estou-me nas tintas para aquilo que pensas LOL

          • O meu argumento é por ter tido irmãos que morreram por falta de vacinas, ou melhor dizendo, por não haver dinheiro para as comprar, sim, porque agora as vacinas são de borla, e os meninos de bem acham que podem passar sem elas, só porque é fino, mas esqueçem-se que estão protegidos por a maioria ter as vacinas.

            • Sinto muito pelos seus irmãos…
              Mas pessoas morrem por causa de sistemas imunitários fracos, muito em parte devido a má alimentação (entre outros fatores), não por falta de vacinas…
              O corpo humano pode ter contato como vários patógenos e não ficar doente. sobre isso, veja o que diz o nobel Luc Montagnier sobre o vírus da SIDA.
              Informe-se de mais formas de fortalecer o sistema imunitário.
              Todos os dias temos células cancerígenas que se formam no nosso corpo, perguntem.se como é que o corpo consegue ver-se livre delas todos os dias e quando é que perde essa capacidade…
              Não sou contra o conceito da vacinação, apenas contra o cocktail químico.

  2. E já agora, eu até posso ser ignorante, mas os teus argumentos são baseados em que estudos cientificos crediveis?????
    ou também são baseados na Bíblia ???

  3. Loaquim e Jo, vocês têm mesmo que meter menos, rapazes.
    Evidentemente não têm filhos e se os têm até agora tiveram a sorte de nenhum deles ter precisado da protecçao de uma vacina.
    Imaginem agora que o vosso filhote acaba de vencer uma leucemia, por exemplo, e por isso NÃO PODE sequer ser vacinado – mesmo que vocês quisessem. E também por essa razão, o vosso pequeno não vai poder ir à escola, porque na escola há muitos outros meninos que não são vacinados e se forem portadores que qualquer doença ao vosso, o vosso MORRE, porque não tem e nem pode aind ter defesas.
    O vosso rebento passa a ter que estar fechado em casa – preso em casa. Não pode sair, não pode ir aprender a ser gente, porqie os outros estão-se nas tintas para vocês e, exactamente da mesma forma, não vacinam os próprios filhos.
    É giro, não é?

RESPONDER

Covid-19: Brasil supera as 100.000 mortes

O Brasil ultrapassou hoje a barreira das 100.000 mortes associadas à covid-19, quase cinco meses depois da confirmação do primeiro óbito no país, indicam dados oficiais divulgados pelas secretarias regionais de Saúde. Segundo os mais recentes …

As vacas leiteiras têm relações complexas (que se alteram quando mudam de grupo)

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Chile e dos Estados Unidos concluiu que as vacas leiteiras vivem em redes sociais complexas que se alteram quando estes animais são movidos para outros grupos.  Para …

Virgin Galactic quer desenvolver avião comercial supersónico (que promete superar a velocidade do som)

A Virgin Galactic vai aliar-se à Rolls-Royce para criar um avião comercial supersónico, ainda mais rápido do que o mítico Concorde. A empresa de turismo espacial Virgin Galactic anunciou uma parceria com a Rolls-Royce para desenvolver …

PayPal resiste à pandemia. Volume de pagamentos cresce 30% no segundo trimestre

O volume de pagamentos através do PayPal cresceu 30% no segundo trimestre. A empresa parece resistir à pandemia de covid-19, que abalou o setor das viagens, cujos pagamentos estão muitas vezes associados a meios eletrónicos. …

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de beberem desinfetante para as mãos

Quatro pessoas morreram nos Estados Unidos depois de ingerirem desinfetante para as mãos à base de álcool, revelou um relatório do Centros de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC) do país esta quarta-feira publicado. De …

Jim Hackett deixa a Ford após três anos de liderança

Ao fim de três anos como CEO da Ford, Jim Hackett será substituído por Jim Farley. Um mandato que fica marcado por problemas financeiros, de produção e pela morte dos três volumes e utilitários. O mandato …

Covid-19: Portugal tem mais 186 casos e quatro pessoas morreram desde sexta-feira

Portugal regista hoje mais quatro mortos e 186 novos casos de infeção por covid-19 em relação a sexta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde. De acordo com o relatório da DGS sobre a situação …

Versão americana da Eurovisão chega em 2021

O Festival Eurovisão da Canção — o maior espetáculo de entretenimento televisivo do mundo — vai chegar aos Estados Unidos no final do próximo ano. A novidade foi divulgada, esta sexta-feira (7), em comunicado oficial. A …

Contratações na TVI após apoios financeiros "suscitam preocupação"

O professor universitário e ex-ministro Miguel Poiares Maduro manifestou "preocupação" relativamente às contratações na TVI, da Media Capital, grupo que beneficia do apoio do Estado, através da compra antecipada de publicidade institucional. Em entrevista à Lusa, …

Invocando Sá Carneiro, Miguel Albuquerque também defende diálogo entre PSD e Chega

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, defendeu que o PSD deve dialogar com vários partidos, incluindo o Chega de André Ventura. Depois de Rui Rio admitir em entrevista à RTP que poderá vir …