Pandemia de covid-19 deixa mais de 4 mil cancros por diagnosticar

Mahmoud Khaled / EPA

A pandemia de covid-19 está a levar a que os cuidados oncológicos sejam descurados. Previsões apontam que haja mais de 4 mil pessoas com cancro sem saber.

Nos tempos que correm, o Serviço Nacional de Saúde está atulhado devido aos pacientes de covid-19. A pandemia deixa os cuidados não urgentes fechados há mais de um mês e a oncologia é uma das áreas mais afetadas.

Segundo o Expresso, os prestadores de cuidados de saúde adiantam que ficaram por fazer mais de 20 milhões de exames de diagnóstico e análises clínicas. Além disso, a Liga Portuguesa Contra o Cancro travou os 30 mil rastreios mensais a tumores. Desta forma, a Sociedade Portuguesa de Gastrenterologia prevê que haja mais de 4 mil pessoas com cancro sem o saberem.

Em média, em cada mil rastreios 2,5 dão positivo e por mês são feitos 30 mil. As estimativas apontam para 4.849 novas neoplasias por diagnosticar: 856 colorretais, 581 da mama, 551 da próstata, 440 do pulmão, 240 do estômago ou 135 do pâncreas.

“No último mês, desde que o Governo decidiu suspender tudo o que não fosse urgente, estão congelados mais de dez milhões de atos só para utentes do SNS e mais de 20 milhões se incluirmos os beneficiários de subsistemas de saúde, como a ADSE”, disse Abel Bruno Henriques, secretário-geral da Federação Nacional dos Prestadores de Cuidados de Saúde.

“Produzimos mais de 90% dos atos em ambulatório, portanto o SNS está congelado. Temos contabilizada uma redução de 80% nas análises clínicas, 95% na imagiologia e 100% em exames de cardiologia ou de gastrenterologia, como endoscopias ou colonoscopias, por exemplo”, acrescentou, em declarações ao Expresso. As únicas áreas que se mantêm são a diálise e a radioterapia.

O responsável pelo Programa para a Área das Doenças Oncológicas, da Direção-Geral da Saúde, José Dinis, defende que, tal como a covid-19, “a oncologia devia ter também um gabinete dedicado”.

Com medo de serem infetadas pelo novo coronavírus, há muitos pacientes com medo de se dirigirem aos hospitais. “Vários colegas têm-me dito que têm de telefonar para convencer os doentes a virem às consultas ou até a vir fazer a quimioterapia. Estão a faltar muitos doentes no hospital de dia”, conta José Dinis.

Após a recuperação, “a prioridade será para a aferição de exames”, afirma Vítor Rodrigues, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro. “Estamos a perder algum tempo, mas terá uma consequência muito reduzida no prognóstico”, explica.

O presidente do IPO-Porto, Rui Henrique, considera que “não vai haver um regresso à normalidade mas sim uma evolução para uma nova normalidade e é de esperar que a nova normalidade implique uma eficiência inferior ao que estávamos habituados“.

A ministra da Saúde, Marta Temido, diz que o SNS vai reativar os cuidados programados, suspensos a 16 de março, mas ainda não explicou como o pretende fazer.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Petição pela "anulação imediata" do Avante já conta com mais de 16 mil assinaturas

Uma petição online para a "anulação imediata" da Festa do Avante!, a festa anual organizada pelo PCP, conta já com mais de 16 mil assinaturas. Às 10:30 desta quarta-feira, a petição, disponível no portal Petição Pública, …

Venda de Wendel ao Everton sofre revés. Nápoles e Nice entram em jogo

A licença de trabalho pode deitar por terra uma eventual transferência de Wendel para o Everton. O Nápoles é o favorito na corrida à sua contratação, mas o Nice também está atento. As negociações entre o …

Celebrações do 10 de junho só terão oito pessoas. “É como achei que devia ser o 25 de abril e o 1º de maio”

A “cerimónia simbólica” comemorativa do Dia de Portugal que se realizará no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, terá apenas oito presenças, incluindo o chefe de Estado e o presidente desta edição do 10 de Junho, …

O futebol português está de volta. Uma corrida de dois cavalos e a montra para Amorim

A bola volta hoje a rolar em Portugal após a interrupção devido à pandemia de covid-19. Regresso o futebol que tão bem conhecemos, mas de uma forma como nunca vimos antes. Estádios desertos e jogos quase …

Cientistas identificam fóssil do inseto mais antigo do mundo

Um fóssil de um milípede descoberto em 1899 é o inseto mais antigo do mundo, concluiu um novo estudo. O espécime em causa tem 425 milhões de anos. Uma equipa de investigadores da Universidade do Texas …

Jorge Jesus renova com o Flamengo por mais uma época

O treinador português anunciou, esta quarta-feira, que vai ficar mais uma época nos brasileiros do Flamengo, até junho de 2021. "Digam à nação que fico!". É esta a frase que acompanha a fotografia publicada, esta quarta-feira, …

Governo deixa cair lay-off simplificado. Novo apoio vai variar em função da quebra de faturação

O apoio às empresas em lay-off que retomarem a atividade será diferenciado em função da quebra de faturação, com vista a direcionar as ajudas públicas “a quem mais precisa”, afirmou esta terça-feira a ministra do …

Grupo de precários da Casa da Música dispensado de serviço via e-mail "meia hora depois" de uma vigília de protesto

Cerca de 13 trabalhadores "precários" da Casa da Música, no Porto, foram dispensados dos concertos que tinham alocados para o mês de junho. Em declarações à Lusa, Hugo Veludo, um dos 13 assistentes de sala …

Sete detidos em operação na Quinta da Fonte ficam em prisão preventiva

Os sete homens que foram detidos numa operação policial no bairro da Quinta da Fonte, em Loures, na segunda-feira, ficaram em prisão preventiva, a medida de coação mais gravosa, revelou à agência Lusa a Polícia …

O parasita da malária tem o seu próprio relógio interno

Um novo estudo acaba de revelar que, mesmo quando cultivados fora do corpo, os parasitas da malária conseguem manter o seu ritmo. Quando uma pessoa contrai malária, acontece uma dança rítmica dentro do corpo. Os sinais …