Covid-19. Testes rendem 2,6 milhões diários aos laboratórios privados

Os portugueses estão a recorrer a laboratórios privados para fazerem o teste à Covid-19, estando estas unidades hospitalares a encaixar cerca de 2,6 milhões de euros diários com o aumento da procura.

A notícia é avançada esta segunda-feira pelo Correio da Manhã, que dá conta que a capacidade dos privados é agora superior à do Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Os laboratórios privados têm 17.000 mil testes diários, quase o dobro dos disponíveis pelo SNS (9.000). O secretário-geral do Sindicato Independente dos Médicos (SIM) desconfia dos números apresentados pela Ministra da Saúde, Marta Temido.

“Se existissem efetivamente 9 mil testes por dia, a linha SNS 24 não demorava quatro dias a dar autorização a casos suspeitos, que estiveram em contacto com infetados e que tinham sintomas, para fazer o rastreio”, disse Roque da Cunha, do SIM, ao matutino.

“Já deu para perceber que se forem 1.200 os testes feitos pelo conjunto de hospitais públicos, é muito”, concluiu o mesmo responsável.

Também nesta quarta-feira, o Jornal de Notícias escreve que a ADSE não revelou ainda em que moldes irá comparticipar a assistência médica dos seus doentes diagnosticados como o novo coronavírus, caso estes venha a ser tratados no privado.

A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) disse estar preocupada com a situação e já pediu esclarecimentos ao Governo. “Lamento dizê-lo, mas a ADSE não deu qualquer informação sobre o tratamento dos seus beneficiários“, disse Óscar Gaspar, o presidente APHP, em declarações ao matutino.

Os hospitais privados vão passar, a partir desta segunda-feira, a diagnosticar e tratar doentes com o novo coronavírus oriundo da China. As seguradoras já revelaram que estão disponíveis para pagar. Até agora, os privados eram obrigados a encaminhar os casos suspeitos para os hospitais públicos de referência.

A ADSE tem 1,2 milhões de beneficiários.

CUF, Luz e Lusíadas asseguram 432 camas

Os três maiores grupos de hospitalização privada de Portugal – CUF, Hospital da Luz e Lusíadas – estão disponíveis para reforçar o SNS com 432 camas de internamento para combater a Covid-19, avança o semanário Expresso.

Destas, 100 podem ajudar doentes graves que necessitem de ventilação.

“Para já, estas unidades apenas vão dar resposta às situações que lhes baterem à porta, mas num cenário de capacidade esgotada em alguns hospitais do SNS, os privados serão chamados a dar resposta à falta de camas”, escreve o mesmo jornal.

De acordo com o último balanço da Direção-Geral de Saúde, divulgado neste domingo por volta do meio dia, Portugal tem 1600 infetados com a Covid-19. Há ainda registo de 14 vítimas mortais e 1152 aguardam resultado laboratorial.

ZAP //

PARTILHAR

8 COMENTÁRIOS

  1. A notícia do Correio da Manhã refere-se aos laboratórios privados, não aos hospitais. São os laboratórios que estão a fazer a maioria dos testes até agora.

    • Caro Paulo Mascarenhas,
      Obrigado pelo seu reparo. Trata-se, efetivamente, de laboratórios privados.
      Está corrigido.
      Obrigado pelas suas visitas.

  2. Esta notícia deveria ser corrigida. Podem afirmar que as suas receitas estão a aumentar 2,6 milhões de euros por dia… agora lucrar é outra coisa. Quem é que faz os testes? Quem é que paga ao pessoal médico, que diga-se de passagem cobra-se bem?! Quem paga a manutenção dos equipamentos e dos espaços? Quem paga todos os dispositivos médicos e outros recursos necessários?

    • Caro leitor,
      Tem toda a razão. Optámos por utilizar “render” em vez de “lucrar”.
      Obrigado pelo seu reparo e pelas suas visitas.

  3. Em Estado de Emergênca Nacional, deve o Governo requisitar os serviços dos hospitais privados e não deve haver lucros, para o bem comum do Povo português. Senão entreguem a governação aos militares, para que as leis sejam cumpridas integralmente.

  4. Devemos mandar a fatura a China, pois foram eles que nos vieram infectar e estão a infectar o mundo, para poder controlar e implementar escravatura chinesa.

  5. Boa tarde. A minha grande duvida é relativamente ao numero de resultados diários. Porque podem fazer 5000 mil testes mas esses resultados nao sairem todos no mesmo dia, dai os números diários serem tao baixos, vejamos se num dia obtermos 1000 resultados e houver mais 500 casos é um numero alto, mas por sua vez se sairem 5000 resultados o numero ja é baixo, penso que diariamente a dgs deveria dizer que de x resultados que sairam y estao infectados, ai sim teriamos uma nocao maior da dimensao do problema. Porque os numeros que sao transmitidos nao dizem de quantos testes sao provinientes.

  6. Uma vergonha, o governo fechou empresas, comércios, etc impedindo cidadãos portugues de ganhar o seu sustento, e portanto esses laboratórios, e empresas em atividade deveriam ser requisitadas pó pelo período do EM. O que vemos é indecente, uns quantos chicos espertos a Chular os portugueses. Essas pessoas têm que ser identificadas, temos que saber quem são, para na rua lhe pedir contas. Quer dizer uns a dar o coiro e até a própria vida e outros seres sem qualquer decência a extorquir o País. Não merecem ser portugueses, é enviá-los para a China.

RESPONDER

Bill Gates pede que medicamento para a covid-19 vá para os mais necessitados (e não para o "maior apostador")

O co-fundador da Microsoft Bill Gates pediu esta semana que os medicamentos e uma eventual vacina que possa surgir para a covid-19 sejam disponibilizados para quem mais precisa, e não para o "maior apostador". Citado pela …

Dois (ou três) jogadores do Flamengo podem chegar ao Benfica à boleia de Jesus

Os jogadores do Flamengo Gerson e Bruno Henrique podem chegar ao Benfica à boleia de Jorge Jesus, que tem sido apontado à Luz para suceder a Bruno Lage. Apesar de já se ter noticiado a …

Ensino Superior tem 2.370 vagas para alunos do profissional

O próximo ano letivo terá 2.370 vagas no Ensino Superior direcionadas para alunos do ensino profissional, avança o jornal Público este sábado, detalhando que, ao todo, 456 licenciaturas. As vagas em causa fazem parte do …

Horta Osório não exclui regresso a Portugal (e trabalhar fora da banca)

António Horta Osório, que em breve vai deixar a presidência executiva do banco britânico Lloyds, não exclui um regresso a Portugal no seu futuro profissional. “O meu futuro profissional [pós-Lloyds] está totalmente em aberto e …

Parede de estação de comboio na Polónia escondia carta escrita por trabalhadores forçados da 2ª Guerra

Uma carta escrita por dois trabalhadores forçados durante a II Guerra Mundial foi encontrada dentro de uma garrafa escondida na estação de comboios de Nowe Skalmierzyce, um cidade na Polónia. A carta foi descoberta por trabalhadores durante …

No século XVIII, um em cada cinco londrinos tinha contraído sífilis até aos seus 35 anos

Há 250 anos, pelo menos um em cada cinco londrinos tinha contraído "a varíola" (sífilis), causada pela bactéria Treponema pallidum, até aos seus 35 anos. Este estudo, com base em registos de internação, relatórios de inspeção e …

Cofre de antigo caçador de vampiros vai a leilão no Reino Unido. Está repleto de objetos

O cofre de um caçador de vampiros do século XIX vai ser leiloado em Dervyshire, no Reino Unido, informou a leiloeira Hansons. Em causa está uma caixa antiga, forrada a seda vermelha e decorada com …

Bombeiro morre no combate a um incêndio na Serra da Lousã

Um bombeiro morreu este sábado durante o combate a um incêndio na Serra da Lousã, disse à agência Lusa o presidente da Câmara da Lousã, Luís Antunes. O autarca desconhece as circunstâncias em que ocorreu a …

Cientistas descobrem os defeitos dentários que apodrecem os dentes

Os resultados deste novo estudo contribuem para o desenvolvimento de novos tratamentos para as cáries dentárias. Os investigadores capturaram o esmalte num detalhe sem precedentes. Uma equipa de investigadores está muito perto de descobrir aquilo que …

Balões da Google já "espalham" Internet nas vilas remotas do Quénia

Em 2013, surgiu a ideia de enviar balões para o Espaço próximo para conectar pessoas em locais do mundo sem Internet. A ideia, que parecia uma loucura, já é realidade. Depois de uma longa série de …