Costa segurou Neves para evitar “razia” de demissões no Governo

António Cotrim / Lusa

O primeiro-ministro não admitiu a disponibilidade manifestada por José Artur Neves para sair da Secretaria de Estado da Protecção Civil, no âmbito da polémica das golas anti-fumo inflamáveis. Uma postura relacionada com a proximidade das eleições e com o receio de abrir uma caixa de pandora de demissões no Governo.

O Secretário de Estado da Protecção Civil “mostrou disponibilidade para sair” do cargo, segundo avança o Jornal de Notícias (JN), depois de ter despoletado a polémica em torno dos contratos públicos assinados pela empresa do filho com o Estado, em violação da lei das incompatibilidades.

Mas António Costa não deixou cair José Artur Neves porque “numa situação idêntica em relação a incompatibilidades poderão estar outros membros do Governo”, aponta uma fonte próxima do processo citada pelo JN.

O Secretário de Estado da Protecção Civil “não é para cair, até porque entrou no Governo sob indicação de Pedro Nuno Santos [ministro das Infraestruturas], e num momento destes não se podia fragilizar uma área tão importante”, considera ao JN um dirigente socialista não identificado.

Numa altura em que estamos a dois meses das eleições legislativas e quando surgem outras notícias sobre familiares de elementos do Governo com contratos com o Estado, o primeiro-ministro terá visto na eventual demissão de José Artur Neves a ponta do icebergue para uma eventual “razia” de saídas no Governo.

Além do filho de José Artur Neves, também o pai de Pedro Nuno Santos tem contratos com entidades públicas. O mesmo se aplica ao pai da ministra da Cultura, Graça Fonseca, e ao marido da ministra da Justiça, Francisca Van Dunem.

Depois do “familygate”, as relações familiares no Governo voltam a ensombrar o Executivo de Costa. A forma como o primeiro-ministro vai gerir esta nova polémica pode ser determinante para os resultados das eleições legislativas de Outubro.

“Isto tudo podia ter sido resolvido logo na sexta-feira”, lamenta um deputado do PS ouvido pelo JN. Esta fonte não dá como certo que Costa mantenha José Artur Neves no cargo, frisando que “o problema é estarmos a um mês da campanha eleitoral“.

Para já, o PS vai confortavelmente à frente nas sondagens, mas ainda longe da desejada maioria absoluta. Já o PSD está no pior nível de sempre numa altura em que o partido vive turbulência interna com a definição das listas de candidatos para as legislativas de 6 de Outubro.

SV, ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A lei é para os outros – e os cidadãos é que são obrigados a conhecer toda a lei e não podem aproveitar o desconhecimento – já o PM perdedor de eleições não sabe ler e desconhece todas as leis que não Lhe convêm – e chuta as ilegalidades e crimes para os pedidos de interpretação sabendo que grande parte do nosso povinho, infelizmente, tem a memória de uma efémera …

    Corruptos há em todos os partidos – mas há partidos que logo expulsam os sem vergonha (pelo menos quando se descobre) e depois há o PS que se recusa a correr com a bandidagem – mesmo quando se trata de violação de crianças … a verdade é que se expulsar os criminosos ficava o largo do rato sem ratazana nenhuma …

RESPONDER

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …

Macron em Beirute: "Se não houver reformas, Líbano continuará a afundar-se"

O Presidente francês chegou, esta quinta-feira, a Beirute, no Líbano. É o primeiro chefe de Estado a visitar o país depois das explosões que destruíram parte da capital.  Emmanuel Macron aterrou no Líbano, esta quinta-feira, e …

"Eu disparei". Neonazi alemão confessa ter matado autarca Walter Lübcke

Um neonazi alemão confessou hoje em tribunal ter matado o autarca Walter Lübcke em 2019, homicídio que chocou o país e fez ressurgir o debate sobre a violência de extrema-direita na Alemanha. "Eu disparei" sobre Walter …

Há 16 anos que não havia tão pouca água na albufeira do Alqueva

É preciso recuar ao ano de 2004 para encontrar uma altura em que esta albufeira tenha tido menos água do que agora, que corresponde apenas a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento. De acordo com …

CTT passam de lucros a prejuízos de dois milhões de euros

Os CTT registaram, no primeiro semestre deste ano, prejuízos de dois milhões de euros, o que compara com lucros de nove milhões de euros em igual período de 2019. "O resultado líquido foi de -2 milhões …

Equipa do ciclista em estado grave vai apresentar queixa-crime contra o rival

O diretor da equipa Deceuninck-Quick Step confirmou, esta quinta-feira, que vai apresentar uma queixa-crime contra o ciclista Dylan Groenewegen, face à sua responsabilidade na grave queda de Fabio Jakobsen no Tour da Polónia. "Confirmo as mensagens …

Caso do negócio das golas antifumo já tem 18 arguidos

O processo sobre a alegada corrupção no negócio das golas antifumo já tem 18 arguidos, entre os quais o ex-secretário de Estado da Proteção Civil, Artur Neves, e o presidente da Proteção Civil, Mourato Nunes. A …