Costa elogia plano de Merkel e Macron (mas avisa que há muitos “ses”)

Mário Cruz / Lusa

O primeiro-ministro, António Costa, elogiou esta terça-feira o plano plano franco-alemão para a criação de um fundo de recuperação europeu de 500 mil milhões de euros baseado em subvenções mas deixou um alerta: há ainda muitos “ses”, isto é, “importantes” aspetos em aberto.

António Costa assumiu esta posição em declarações aos jornalistas, no Parque das Nações, em Lisboa, tendo aproveitado para revelar que esta manhã teve “uma longa conversa telefónica” com o chefe de Estado francês, Emmanuel Macron, já depois de ter falado nos últimos dias com a chanceler germânica, Angela Merkel, e com a presidente da Comissão Europeia, Ursula Von der Leyen.

O plano apresentado pela Alemanha e a França “é uma excelente proposta para se encontrarem mecanismos robustos de resposta à crise europeia, procurando salvaguardar empresas, emprego e rendimentos. Temos de financiar um esforço de reindustrialização da Europa, que permita aumentar a nossa autonomia estratégica. Portugal está em condições de se posicionar perante esse desafio e para ser uma das boas plataformas de reindustrialização”, sustentou o primeiro-ministro.

No entanto, de acordo com António Costa, em relação ao plano apresentado na segunda-feira por Merkel e Macron, subsistem vários “ses”. “Como é que esse dinheiro se distribui entre os diferentes Estados-membros? Será nos termos tradicionais dos fundos comunitários, por transferência, ou será por empréstimos, o que limitaria que muitos países possam aceder em condições de igualdade? questionou.

António Costa interrogou-se ainda “qual vai ser a chave de repartição do fundo de recuperação, se pelos critérios tradicionais da coesão, se por setores (como o turismo) ou por regiões mais afetadas” pela pandemia de covid-19?

“Este conjunto de questões é muito importante. Mas há outro aspeto fundamental, porque este fundo de recuperação tem de ser uma ambição acrescida ao Quadro de Financiamento Plurianual (QFP) da União Europeia [2021/2027], não pode implicar cortes na coesão ou no instrumento para a competitividade como embrião da capacidade orçamental da zona euro”, advertiu o líder do executivo.

Nesta segunda-feira ao fim do dia, a Alemanha e a França propuseram o valor de 500 mil milhões de euros para a criação de um fundo de recuperação europeu para as economias afetadas pela pandemia de covid-19.

Numa declaração conjunta Merkel e Macron indicaram que o fundo proposto será entregue a fundo perdido às economias mais afetadas. “Criar uma Europa da saúde deve ser a nossa prioridade”, afirmou Macron, realçando que o plano de relançamento económico para a Europa destina-se a combater uma recessão de amplitude histórica no continente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Equipa portuguesa faz descoberta que pode travar a doença de Alzheimer

Uma equipa de investigadores portugueses identificou um novo mecanismo associado aos neurónios envelhecidos que pode abrir uma nova via terapêutica para travar a doença de Alzheimer. Hoje em dia, há cada vez mais pessoas a viver …

“Abuso de funções”. BE acusa Centeno de estar a "condicionar" as negociações do OE

As recomendações do governador do Banco de Portugal sobre as políticas que o país deve seguir, nomeadamente a estabilidade da legislação laboral, não caíram bem à esquerda. Em declarações ao ECO, o Bloco de Esquerda não …

Aberto inquérito-crime ao atropelamento mortal com carro de Cabrita. Não há câmaras no local do acidente

A GNR já está a investigar as circunstâncias do atropelamento mortal com um carro onde seguia o ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita. Mas o inquérito-crime não poderá contar com imagens das câmaras de video-vigilância …

Nuno Mendes e João Félix fora do jogo com a Alemanha

Os jogadores Nuno Mendes e João Félix vão ficar fora do jogo deste sábado frente à Alemanha devido a uma mialgia muscular. Ambos vão assistir ao encontro na bancada e devem recuperar a tempo de defrontar …

Antigo governador civil desmente Medina (que explicou sem explicar o envio de dados a embaixadas)

O último governador civil de Lisboa, o socialista António Galamba, desmente Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa, no âmbito das conclusões da auditoria ao envio de dados de manifestantes para embaixadas estrangeiras. E há …

Portugueses burlados em Munique. PSP alerta para a venda de bilhetes falsos

No dia em que Portugal joga contra à Alemanha na capital da Baviera, a PSP alertou que vários portugueses estão a ser burlados com a venda de bilhetes falsos para a partida. O intendente Pedro Colaço …

Correos Express "passa a perna" aos CTT. Empresa quer conquistar Portugal para ter oferta ibérica na Ásia

A empresa espanhola concorrente dos CTT está a monopolizar as entregas ibéricas. Em 2019, comprou 51% da unidade de transporte expresso do grupo logístico Rangel e quer ter centros de distribuição em todo os distritos …

Autoridades passam 25 multas no primeiro dia de confinamento em Lisboa

As autoridades policiais passaram 25 autos de contraordenação no primeiro dia de confinamento da Área Metropolitana de Lisboa. Desde as 15h da tarde de ontem que é proibido entrar ou sair da AML, embora existam várias …

Ricardo Salgado queria afastar juíza por ser sobrinha de Ana Gomes

Um dos julgamentos que Salgado enfrenta é no Tribunal da Concorrência, Regulação e Supervisão (TCRS) de Santarém por causa de coimas que lhe foram aplicadas pelo Banco de Portugal. O ex-banqueiro tentou atrasar o julgamento …

Afinal, Darwin poderá ter-se enganado em relação à seleção sexual

Um novo estudo sugere que Charles Darwin poderá ter-se enganado parcialmente em relação à teoria da seleção sexual. Charles Darwin foi um cientista cuidadoso. Em meados do século XIX, enquanto procurava evidências para a sua teoria …