O coronavírus pode ser a “doença X” temida pelos especialistas

Wu Hong / EPA

O coronavírus, que já matou 2.700 pessoas e infetou mais de 80 mil desde dezembro, está a tornar-se “rapidamente” no primeiro grande desafio pandémico do mundo, enquadrando-se nos moldes da “doença X” temida por especialistas.

O alerta é de Marion Koopmans, professora de Ciências Virais e chefe de departamento na Universidade de Erasmus de Roterdão, nos Países Baixos, que é também consultora da Organização Mundial de Saúde (OMS).

“Contido ou não, este surto está a tornar-se rapidamente no primeiro grande desafio de pandemia que se encaixa na categoria de ‘doença X’, elencada na lista de doenças prioritárias da OMS para as quais precisamos de nos preparar na nossa sociedade globalizada”, afirmou a especialista num artigo publicado na revista científica Cell.

Tal como explica o jornal britânico The Independent, “doença X” é uma atribuição destinada pela OMS para qualquer novo patogénico que possa a vir a causar doenças – e até, potencialmente, uma pandemia -, mas que ainda não é conhecido pelos cientistas.

Koopmans acusou ainda especialistas e autoridades de saúde pública de estarem a “desperdiçar tempo precioso” por não estarem devidamente preparados contra doenças que podem escalar para uma pandemia global.

Esta segunda-feira, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que, para já, coronavírus não representa uma pandemia, mas que o mundo se deve preparar para esta eventualidade. O responsável considerou ainda “muito preocupante” o “aumento repentino” de casos em Itália, Coreia do Sul e Irão.

“Devemos concentrar-nos na contenção [da epidemia], enquanto fazemos todo o possível para nos prepararmos para uma possível pandemia”, disse, em conferência de imprensa.

A organização mundial sublinhou também que a epidemia recuou na China, onde o novo coronavírus surgiu no final de dezembro e onde 77.000 pessoas foram infetadas desde então. O surto de Covid-19 já matou 2.705 pessoas e infetou mais de 80 mil, de acordo as autoridades de saúde de cerca de 30 países afetados.

Além de 2.665 mortos na China, há registo de vítimas mortais no Irão, Coreia do Sul, Itália, Japão, Filipinas, França e Taiwan. Em Portugal, já houve 14 casos suspeitos, que resultaram negativos após análises, estando um novo caso a ser avaliado.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. O Partido Comunista Chinês esconde que o número de infectados ascende a cerca de 52X o número divulgado. Pesquisem na internet e vão descobrir uma realidade chocante e deveras preocupante.

    Mas há por aqui quem ache que isto é apenas “histerismo alarmista”. Brevemente irá abrir a pestana para a dura realidade.

    A Europa já deveria ter encerrado as fronteiras todas!!! Incluíndo entre os estados membros.

    Este documentário mostra muito mais que as nossas TVs: https://youtu.be/ycrqXJYf1SU

  2. Vocês fiquem alerta como também avisei o mundo se poderem .
    Eu descobri que estados unidos . Brasil compraram os caixões da fema .
    Procurem a NET isto como outras coisas estou tentar descobrir . querem reduzir , o ser humano mais de metade em toda a parte do planeta .não a 3 guerra para já mas tudo isto do Coronaviris está no lugar da guerra

Rara cobra de duas cabeças e dois cérebros independentes encontrada na Florida

Uma rara cobra com duas cabeças e dois cérebros independentes foi resgatada no estado norte-americano da Florida por uma equipa de especialistas do organização Florida Fish and Wildlife Conservation Commission. Na rede social Facebook, a organização, …

Benfica 2-0 Belenenses SAD | Darwinismo rende arranque histórico

O Benfica cumpriu e venceu o Belenenses SAD por 2-0, no Estádio da Luz, na partida que encerrou a quinta jornada da Liga NOS. Foi o quinto triunfo benfiquista no campeonato em cinco partidas, o …

Uma tarefa doméstica está a poluir sorrateiramente o ambiente

O que vestimos e como lavamos as nossas roupas influencia o número de microfibras sintéticas que libertamos no meio ambiente. Há uma tarefa doméstica a poluir sorrateiramente o ambiente. Um novo artigo científico, publicado na PLOS …

A companhia aérea que faliu devido à covid-19 está de volta

A pandemia de covid-19 foi traiçoeira para muitas empresas. A Flybe, uma das primeiras vítimas, está agora a ressuscitar - e pode voltar a rasgar os céus já no próximo ano. A economia mundial foi muito …

Dormir bem antes de tomar a vacina da gripe pode ajudar a aumentar a sua eficácia

Segundo os especialistas, uma boa noite de sono pode mesmo ajudar a aumentar a eficácia da vacina da gripe, que neste ano ganha particular relevância em plena pandemia de covid-19. De acordo com Matthew Walker, autor …

Há um petroleiro abandonado há mais de uma década nas Caraíbas (e é uma "bomba-relógio")

Um navio de armazenamento de petróleo venezuelano está ancorado no Golfo de Paria, um trecho de mar fechado entre a Venezuela e a ilha de Trinidad, há mais de uma década. Antes de os Estados Unidos …

Portugal deve bater recorde de doentes em cuidados intensivos ainda esta semana

Portugal deverá ultrapassar, esta quarta-feira, o recorde de doentes em unidades de cuidados intensivos, alertou a ministra da Saúde, Marta Temido, em conferência de imprensa sobre a capacidade do Serviço Nacional de Saúde para combater …

A Budapest Eye foi restaurante por um dia (e com estrela Michelin)

Um restaurante com estrela Michelin em Budapeste, na Hungria, ofereceu aos clientes uma experiência gastronómica na famosa roda gigante Budapest Eye. Atraiçoado pela queda de faturação após o desaparecimento de turistas estrangeiros, o restaurante Costes, premiado …

Antigo ministro da Saúde Leal da Costa admite novo estado de emergência

O antigo ministro da Saúde Fernando Leal da Costa defendeu hoje que em algum momento deve ser decretado de novo o estado de emergência, para que o Governo possa tomar medidas na luta contra a …

Marcelo promulga uso obrigatório de máscara na rua por 70 dias

O Presidente da República promulgou esta segunda-feira o decreto da Assembleia da República que determina o uso obrigatório de máscara na rua, por um período de 70 dias, sempre que não seja possível cumprir o …