Coronavírus. INEM distribui material danificado a equipas de emergência

António Cotrim / Lusa

Os equipamentos que chegaram a muitas das 54 bases de emergência contra o coronavírus eram insuficientes e não estavam em condições.

Segundo a edição deste domingo do Jornal de Notícias, o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) distribuiu equipamentos de proteção danificados aos profissionais responsáveis por assegurar o transporte de doentes com suspeitas de infeção pelo coronavírus.

Os equipamentos são fundamentais para proteger os profissionais de saúde contra o coronavírus. Entre eles detetaram-se máscaras sem elásticos e encaixes quebrados ou só um par de óculos, quando viajam dois técnicos em cada viatura. Além disso, o diário refere que as falhas não podem ser reportadas porque os computadores das bases estão avariados.

O INEM tem várias equipas a postos – Lisboa, Porto, Coimbra e Faro – para transportar os pacientes que cumpram os critérios definidos pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e sejam considerados como potencialmente infetados pelo novo coronavírus.

As equipas devem transportar os doentes para um dos três hospitais de referência – Curry Cabral e Dona Estefânia, em Lisboa, e S. João, no Porto -, para serem testados. Contudo, os profissionais responsáveis pelo transporte devem estar devidamente protegidos durante a viagem.

“As máscaras recebidas não asseguram a esperada e obrigatória proteção, porque só trazem um elástico, ficando soltas no rosto”, detalhou Rui Lázaro, dirigente do Sindicato dos Técnicos de Emergência Pré-Hospitalar, ao Jornal de Notícias.

Uma das principais fontes de transmissão do vírus é através de gotículas (por exemplo, através do espirro ou do contacto com superfícies infetadas) que entrem no corpo humano através da boca, olhos ou nariz. Por esse motivo, é fundamental que estes profissionais estejam devidamente protegidos, uma vez que contactam com pessoas potencialmente infetadas.

Rui Lázaro disse ainda que os profissionais não receberam formação sobre como utilizar o material nem como “lidar com potencial material contaminado”.

O JN refere, contudo, que o INEM diz que não recebeu nenhuma queixa relativamente a material danificado e sublinha que a utilização do equipamento de proteção individual é um dos conteúdos da formação de base dos técnicos do instituto.

Fonte oficial do instituto de emergência médica assegura estar a levar a cabo formações “com intuito de relembrar os profissionais do instituto sobre a utilização dos diversos tipos” de equipamento.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas identificam pela primeira vez expressões faciais emocionais em ratos

Pela primeira vez, cientistas de Neurobiologia do Instituto Max Planck, na Alemanha, identificaram expressões faciais emocionais em ratos. À semelhança dos seres humanos, as expressões faciais dos ratos mudam quando estes animais provam algo doce …

Imprimiram corais artificiais em 3D que podem salvar recifes

Uma equipa de cientistas inspirou-se na natureza para desenvolver estruturas em forma de coral, impressas em 3D, capazes de produzir grandes quantidades de algas microscópicas. Investigadoras da Universidade de Cambridge e da Universidade da Califórnia desenvolveram …

Avalanches submarinas prendem microplásticos no fundo do oceano

As avalanches de sedimentos submarinos transportam os microplásticos para o fundo do oceano e um projeto de colaboração entre as Universidades de Manchester, Utrecht e Durham e o Centro Nacional de Oceanografia acaba de revelar …

Aos 107 anos, Cornelia Ras conseguiu vencer a covid-19

Cornelia Ras, que contraiu o novo coronavírus em meados de março, pode ser a mulher mais velha do mundo a vencer a covid-19. Nunca se é velho demais para vencer o novo coronavírus e a holandesa …

Coreia do Norte pode estar a usar fábricas de fertilizantes para extrair urânio

Um novo estudo norte-americano mostra que a Coreia do Norte pode estar a utilizar fábricas de fertilizantes para produzir mais material nuclear, extraindo urânio de ácidos fosfóricos. Segundo noticiou o Newsweek, na opinião da investigadora Margaret …

Distância social de 1,5 metros é insuficiente para travar contágio

O estudo realizado por investigadores e engenheiros especializados em dinâmica de fluidos concluiu que a distância deve ser de, pelo menos, quatro metros. Um estudo divulgado esta quinta-feira alerta que a distância social de 1,5 metros …

Estados Unidos registam 9 desempregados por segundo

O desemprego está a atingir números preocupantes nos Estados Unidos: só na última semana, 6,6 milhões de pessoas declararam estar sem emprego para poder receber apoios, um número semelhante ao da semana anterior. De acordo com …

Chineses desistem de comprar o BNI Europa. Está agora em mãos angolanas

O contexto de incerteza, provocado pela pandemia de covid-19, levou o Grupo chinês KWG a desistir de comprar 80,1% da participação do BNI Europa. O grupo chinês KWG desistiu de comprar 80,1% da participação do BNI …

Tesla usa peças do Model 3 para construir um ventilador

A Tesla também está a tentar contribuir para colmatar a escassez de ventiladores com um novo protótipo, feito com partes do Model 3. A Tesla construiu um ventilador com recurso a componentes automóveis. A fabricante elétrica …

Há acordo no Eurogrupo: 500 mil milhões de euros "disponíveis imediatamente"

Os ministros das Finanças da Zona Euro chegaram a acordo, esta quinta-feira, sobre os apoios económicos para fazer face à pandemia de covid-19. O Eurogrupo chegou a acordo sobre o pacote de ajuda económica para a …