Coreia desmente ataque à Sony e propõe aos EUA inquérito conjunto

SONY Pictures

-

Pyongyang propôs hoje a Washington a realização de um inquérito conjunto sobre o ataque informático em massa contra o grupo Sony Pictures no final de Novembro e assegurou não ter qualquer responsabilidade no sucedido.

“Tendo em conta que os Estados Unidos espalham alegações sem fundamento e nos difamam, nós propomos um inquérito conjunto”, indicou o ministério dos Negócios Estrangeiros norte-coreano.

“Sem ir até à tortura como fez a CIA norte-americana, nós temos meios para provar que não temos nada a ver com este incidente“, adiantou o ministério, citado pela agência oficial norte-coreana KCNA.

A Coreia do Sul também acusou hoje a Coreia do Norte de ser a responsável pelos ataques contra o grupo Sony Pictures, semelhantes a ataques aos sofridos por bancos e agências de notícias sul-coreanas no ano passado, que foram atribuídos a Pyongyang.

Seul indicou estar pronta a partilhar com Washington as informações “ligadas ao ataque informático contra a Sony” e a reforçar a cooperação internacional para enfrentar novas ameaças informáticas.

O Japão enviou a mesma mensagem. Um porta-voz do primeiro-ministro Shinzo Abe declarou que “o governo japonês comunica estreitamente com os Estados Unidos e defende a abordagem destes sobre esta questão”, sem aludir directamente aos ataques informáticos da Coreia do Norte.

O grupo Sony Pictures foi alvo no final de Novembro de um ataque informático reivindicado pelo grupo de piratas informáticos GOP (“Guardians of Peace”), durante o qual inumeráveis informações foram roubadas e algumas divulgadas.

Este ataque forçou a Sony Pictures a anular a estreia do filme “Uma entrevista de loucos” (The interview, título original), uma comédia satírica sobre um ‘complot’ fictício da CIA para assassinar o líder norte-coreano Kim Jong-un, que desencadeou a ira do regime comunista.

A Coreia do Norte continua a desmentir ter encomendado o ataque informático que o FBI, polícia federal norte-americana, lhe atribuiu claramente.

/Lusa

RESPONDER

Violência doméstica: 18 mulheres assassinadas este ano

18 mulheres foram assassinadas e 23 foram vítimas de tentativa de homicídio em 2017, ano que apresenta a taxa mais baixa de incidência dos últimos 14 anos registada pelo Observatório das Mulheres Assassinadas (OMA). "É o …

Mais de um mês depois dos incêndios, dois homens continuam desaparecidos

Os incêndios de 15 de outubro fizeram mais de 40 mortos e, mais de um mês depois da tragédia, duas pessoas continuam desaparecidas. A PJ está a cargo das investigações, com o auxílio do Laboratório …

Decisão de mudar Infarmed para o Porto é ilegal

A decisão do Governo de mudar a sede do Infarmed de Lisboa é ilegal porque os trabalhadores não foram consultados sobre este processo. Um dado avançado pelo jornal i quando é certo que mais de …

Caso de legionella identificado em Coimbra

Um homem está internado no Hospital Geral (Covões) do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra com o vírus da legionella, disse à agência Lusa fonte da Administração Regional de Saúde do Centro (ARSC). Segundo a mesma …

O fim do corte no subsídio de desemprego é meu!

Esta quarta-feira, foi aprovado o fim do corte de 10% no subsídio de desemprego, mas o que animou o debate foi a discussão entre PCP e Bloco de Esquerda sobre a proposta que deveria ser …

Governo admite que o preço da água pode subir

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, admitiu esta quinta-feira que o preço da água pode vir a subir, mas garante que as tarifas se vão manter no próximo ano, porque "já estão aprovadas". À …

Puigdemont renuncia à pensão de ex-presidente catalão e não aceita destituição

Carles Puigdemont renunciou à pensão a que tem direito como ex-presidente do governo catalão, não aceitando a sua destituição e considerando que ainda dirige o executivo "legitimo" daquela região espanhola. "O Estado continua a ser uma …

Árbitros “adiam” pedido de dispensa por 20 dias

Os árbitros de futebol, assistentes e estagiários decidiram, esta quarta-feira, entregar os pedidos de dispensa, mas dentro do prazo regulamentar de 20 dias, viabilizando assim a realização da próxima jornada. Em comunicado enviado à agência Lusa …

José Sócrates acusa o Ministério Público de manipulação

De novo no Youtube, o ex-primeiro ministro tem usado a plataforma para falar sobre as acusações de que é alvo. No mais recente vídeo, José Sócrates "desvenda" os truques da acusação. O mais recente vídeo de …

Ninguém consegue explicar os 64 misteriosos estrondos que se ouviram no céu este ano

No dia 14 de novembro, um forte estrondo foi ouvido em toda a região norte do estado do Alabama, nos Estados Unidos. Mas, só este ano, já se registaram 64 episódios semelhantes nos EUA, Reino …