Contagem do tempo leva 25% dos professores ao topo da carreira

Mário Cruz / Lusa

Dos cerca de 99 mil professores que existem no Ministério da Educação, cerca de 22.300 atingiriam o topo da carreira se o tempo de serviço congelado, passando assim ter uma remuneração base da ordem dos 3.500 euros brutos.

Quase um quarto dos professores chegaria ao topo da carreira no próximo ano se o tempo de serviço congelado nos últimos sete anos for tido em conta, disse fonte do Governo à Agência Lusa.

Segundo a mesma fonte, dos cerca de 99 mil professores que existem no Ministério da Educação, cerca de 22.300 atingiriam o topo da carreira nessa situação, passando assim ter uma remuneração base da ordem dos 3.500 euros brutos.

A contagem do tempo de serviço entre 2011 e 2017 resultaria ainda num aumento salarial anual de 15 mil euros para cerca de 6 mil professores, adiantou.

O ministro das Finanças, Mário Centeno, tinha dito que o descongelamento das carreiras dos professores teria um impacto orçamental de 650 milhões de euros em 2018, caso os anos do congelamento contassem.

Tendo em conta o universo atual de docentes, o aumento médio salarial seria assim da ordem dos 6 mil euros por docente.

Também segundo Mário Centeno, no próximo ano, serão cerca de metade (46 mil) os professores que reunirão as condições para progredir na carreira, com um impacto orçamental estimado em 90 milhões de euros. Para a totalidade da administração pública (incluindo os professores) estão previstos cerca de 200 milhões no próximo ano.

Na segunda ronda de reuniões entre o Ministério da Educação e os sindicatos dos professores, que começaram na noite de sexta-feira e duraram 10 horas, foi assinada uma declaração de compromisso. À saída do encontro, o Governo considerou que o acordo traduz um modelo “financeiramente sustentável”.

No documento, ficou estipulado que os sindicatos e o Governo vão agora definir “o tempo, o modo de recuperação e o calendário” em que ocorrerá o descongelamento.

Ficou ainda acordada a negociação do “modelo concreto da recomposição da carreira que permita recuperar o tempo de serviço”.

“Do modelo resultará a distribuição no tempo dos impactos orçamentais associados, num quadro de sustentabilidade e de compatibilização com os recursos disponíveis face à situação financeira do país, com início da produção dos seus efeitos nesta legislatura e prevendo-se o seu final no termo da próxima”, lê-se no documento.

// Lusa

 

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Que engraçado. Ao longo destes anos de congelamento de carreira dos professores, ninguém abordou as subidas de vencimento de políticos e de médicos. Parece que é uma escandaleira pegada os profs. verem os seus vencimentos restaurados; bem e quanto a uma boa fatia de políticos, que durante anos nos têm enterrado em dívidas por corrupção e/ou má gestão do nosso dinheiro (é o dinheiro do Estado que gastam — aquele que pagamos em impostos)? E as pensões vitalícias dos políticos?
    E os médicos, que têm os seus vencimentos bem atualizados? E persistem as listas de espera para cirurgias enormes, continuam hospitais e centros de saúde sem medicamentos e outros materiais essenciais?
    Então não há revolta em torno destas questões?

  2. Se tudo isto for para a frente com os professores e depois seguramente com polícias, enfermeiros, médicos, técnicos de diagnóstico, juízes, oficiais de justiça, polícias, etc, etc, etc… É UM CRIME para qualquer trabalhador do privado. Isto é uma chulice e uma total irresponsabilidade do PS.

Em Itália, preparar o regresso às escolas inclui serras afiadas

Itália, o primeiro epicentro de covid-19 fora da China, usou um regime agressivo de testes e uso de máscaras para conter uma segunda vaga no país. Agora, as escolas estão a preparar-se para receber, no …

Marcelo promulga Estatuto do Antigo Combatente e veta alterações ao direito de petição

O Presidente da República promulgou o novo Estatuto do Antigo Combatente, aprovado por larga maioria no parlamento em 23 de julho, desejando tratar-se de “o início de um caminho” e não “o seu termo”. Em nota …

O céu de Wuhan iluminou-se com 400 drones para homenagear a população

O céu de Wuhan, cidade chinesa onde se pensa ter surgido o novo coronavírus, em dezembro de 2019, foi iluminado, este domingo, com 400 drones para homenagear os habitantes. De acordo com o vídeo da CGTN, …

Vila do Conde revela que tem 173 casos ativos no concelho

A Câmara de Vila do Conde, do distrito do Porto, revelou esta quarta-feira que existem 173 casos ativos de covid-19 no concelho e que já está em marcha um plano de apoio à população, assim …

Descarrilamento de comboio na Escócia faz pelo menos três mortos

Três pessoas morreram e seis ficaram feridas em consequência do descarrilamento de um comboio de passageiros na Escócia, anunciou a polícia escocesa, citada pela agência Lusa. O acidente ocorreu 160 quilómetros a nordeste de Edimburgo. Numa primeira …

Temido garante que "não haverá exceções" para o Avante (e pede cautela com vacina russa)

A ministra da Saúde defendeu esta quarta-feira que a lotação da Festa do Avante!, organizada pelo PCP, terá este ano que ser inferior à capacidade máxima de 100 mil pessoas do recinto no Seixal, por …

Trump pondera impedir entrada de residentes suspeitos de exposição à covid-19

A Administração norte-americana está a ponderar barrar a reentrada no país a cidadãos norte-americanos ou residentes legais suspeitos de terem sido expostos ao novo coronavírus. De acordo com o Jornal Económico, que cita o jornal New …

Pelo menos 42 feridos em Beirute em confrontos entre polícia e manifestantes

Pelo menos 42 pessoas ficaram feridas, esta terça-feira, em confrontos entre manifestantes e a polícia, pelo quarto dia consecutivo, nas proximidades do Parlamento em Beirute. De acordo com a Cruz Vermelha libanesa, dos pelo menos 42 …

ONU envia ajudas para estabilizar falta de alimentos no Líbano

A Organização das Nações Unidas já começou a ajudar o Líbano, através do envio de farinha de trigo. O objetivo é começar a colmatar a falta de alimentos destruído pelas explosões. Segundo o The Washington Post, …

Mais três mortes e 278 novos casos. Infeções aumentam no Norte

Portugal tem atualmente 12.519 casos ativos de covid-19 e 161 surtos, circunstâncias em que os casos ativos estão ligados a um fenómeno comum, anunciou esta quarta-feira a ministra da Saúde em conferência de imprensa. Esses surtos, …