Costa convoca Conselho de Ministros extraordinário. Café ao postigo em risco (e ATL até 12 anos podem reabrir)

António Pedro Santos / Lusa

O Governo convocou um Conselho de Ministros extraordinário para decidir novas medidas de confinamento. Em cima da mesa estará a hipótese de acabar com o café ao postigo e a possível abertura dos ATL até aos 12 anos.

A RTP avançou no domingo que o primeiro-ministro, António Costa, convocou para esta segunda-feira um Conselho de Ministros extraordinário para fazer o ponto de situação do cumprimento das medidas do novo confinamento.

Em cima da mesa estará a aprovação de novas medidas relacionadas com o confinamento, nomeadamente a proibição de venda de bebidas ao postigo.

De acordo com o jornal Público, o objetivo é acabar com os ajuntamentos à porta de pastelarias, por exemplo, onde as pessoas se acumulam após fazerem o seu pedido.

Outra medida será a possibilidade de abrir os centros de tempos livres para crianças até aos 12 anos. Segundo a TSF, o objetivo é perceber se a eventual reabertura destes espaços pode contribuir para reduzir o fluxo de movimentos da comunidade escolar e das famílias.

Segundo a SIC, o Conselho de Ministros extraordinário deverá ocorrer por via digital e realizar-se-á após a reunião da ministra da Saúde, Marta Temido, com a task-force do Plano de Vacinação contra a covid-19, na qual participa também o primeiro-ministro.

O Conselho de Ministros aprovou, no dia 13, novas medidas para controlar a pandemia de covid-19, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário, que entraram em vigor às 00h00 de sexta-feira passada.

Entre as medidas, estão restrições à circulação da população, obrigatoriedade do teletrabalho e encerramento do comércio, com exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais.

As escolas permanecem abertas em todos os níveis de ensino, mas os centros de apoio ao estudo encerraram.

No domingo, Portugal registou o quinto dia consecutivo com mais de 10 mil novas infeções, e contabilizava mais de 134 mil casos ativos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de hospitalizações também aumentou e atingiu 4.889 doentes no domingo, com 647 em unidades de cuidados intensivos.

Maria Campos Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Diz o ditado que:” Quem sabe faz, quem não sabe manda!”. Mas, como os nossos políticos nem sabem mandar isto só vai ficar pior!
    O que nos vale é que lá para Março/Abril o tempo começa a melhorar e isto passa, sem não estavamos perdidos!

  2. Continuamos a implementar medidas para desenrascar, enquanto não admitirem o que já se sabe e fecharem as escolas isto não vai sere controlado!
    Confinar por confinar mais vale que dê resultado e não é com medidas para remediar que vão ter resultados!

  3. A culpa é do povo que não respeita, mas é muito mais dos governantes e especialistas que não souberam tomar medidas atempadamente. Quanto às escolas, o problema não é dentro das escolas ou locais de ensino/ATL’s, é fora dos portões destes estabelecimentos. Estes especialistas e políticos se vissem a quantidade de alunos que vão/vêm para as escolas no autocarro escolar, já sabiam de onde vem parte do problema. Estamos a falar de autocarros com todos os lugares sentados ocupados, em alguns casos vão sentados nos colos uns dos outros e sem as máscaras, porque lá ninguém controla e/ou quer saber. Isto para não falar do que também vejo fora dos portões, aqueles que podem sair, vêm fumar e partilhar o seu cigarro e a sua comida (batatas fritas/gomas/refregirantes). Sei do que falo, porque eu vejo isso todos os dias. É natural que depois os contágios vêm no seio familiar, mas primeiramente vem dos ajuntamentos entre alunos às portas das escolas. Se os especialistas visitassem estes locais em hora de entrada/saida em concelhos mais rurais como Paredes, Lousada, Felgueiras, etc… veriam que as empresas de transportes escolares estão a aproveitar-se desta situação para faturarem mais, porque ao invés de estarem com 50% de ocupação de lugares, estão com 200% de ocupação como semre fizeram mesmo antes da pandemia existir.

  4. Isto só melhora se houver um confinamento geral como em Março, não é os mais pequenos estarem fechados e os grandes estarem abertos. No Sábado passado fui ao Arrábida Shopping porque ligaram-me a dizer para ir buscar os óculos, deparei-me com pessoas que andavam a passear no shopping e o segurança atrás das pessoas para elas não irem para as zonas que não tinham lojas abertas. É o confinamento desconfiando. País de políticos com mentes ocas.

    • Pois, mas… haverá? A resposta é simples: não.
      Quando se trata de dar algo às pessoas, a corja governativa portuguesa mete o rabo entre as pernas e range os dentes.

  5. Depois de toda a teimosia em manter as escolas abertas se agora fecharem,deviam de se demitir em bloco por incompetência e falta de capacidade.

  6. Este desgoverno já há muito passou do prazo. Nos incêndios foi a miséria que se viu. Atualmente, o desgoverno é total. Somos o país com maior número de casos e número de mortor por milhão de habitantes! Já para não abordar o escândalo que é manter a criatura da administração interna e a da justiça em funções. Mau demais. É tudo muito mau mesmo.

RESPONDER

Como surgiu a vida na Terra? Cientistas acreditam ter descoberto o "elemento-chave"

Uma equipa de investigadores da Ludwig-Maximilians-Universitaet, na Alemanha, mostrou que pequenas alterações nas moléculas de transferência de ARN (tARNs) permitem que se auto-agrupem numa unidade funcional que consegue replicar informações exponencialmente. Uma equipa de biólogos alemães …

Telescópio FAST detetou três misteriosos sinais rádio do ainda jovem Universo

O gigante telescópio chinês FAST (Five Hundred Metre Aperture Spherical Telescope) detetou três misteriosas rajadas rápidas de rádio (FRB) que ocorreram quando o Universo era ainda jovem. As rajadas rápidas de rádio são um dos …

Áustria reitera rejeição de acordo comercial UE-Mercosul

O Governo austríaco, numa carta enviada ao primeiro-ministro, António Costa, reiterou a sua rejeição do acordo comercial UE-Mercosul e apelou a que Portugal, enquanto presidência da União Europeia (UE), “assegure” que a sua votação seja …

Em Málaga, pode comer-se o pão mais caro do mundo. É feito com ouro e prata

É na padaria espanhola Pan Piña que se confeciona aquele que é, de momento, o pão mais caro de todo o mundo. Este é vendido por uma quantia que pode chegar até aos 3.700 euros …

Novas evidências apontam eventual localização dos destroços do MH370. Jornalista sugere que foi abatido

O chefe da busca fracassada pelo voo MH370 da Malaysia Airlines está a pedir um novo inquérito com base em novas evidências que podem finalmente resolver o mistério do desaparecimento da aeronave há sete anos. De …

Cidade nos EUA testou o rendimento básico universal. "Os números foram incríveis"

Além de a percentagem de pessoas que tinham um emprego a tempo inteiro ter subido, os participantes da iniciativa também relataram sentir-se menos ansiosos. De acordo com o estudo publicado esta quarta-feira, citado pela agência …

Belenenses 0-3 Benfica | Vendaval suíço após o descanso

O Benfica venceu o dérbi com a Belenenses SAD, em jogo a contar para 22ª jornada da Liga NOS, por 3-0. Uma partida que teve uma primeira parte mal jogada e com muitas dificuldades para as …

Investigador apresenta nova geração de drones minúsculos e ágeis. São inspirados em mosquitos

Os mosquitos são insetos incrivelmente acrobáticos e resistentes durante o voo, o que os ajuda a navegar entre rajadas de vento, obstáculos e incertezas. Agora, uma equipa de investigadores construiu um sistema que se aproxima …

OMS considera que a pandemia podia ter sido evitada se alguns países não tivessem sido lentos a reagir

O diretor-geral da OMS afirmou esta segunda-feira que alguns países reagiram lentamente à declaração de emergência sanitária global em janeiro de 2020, desperdiçando-se uma "janela de oportunidade" para evitar a pandemia de covid-19. "A 30 de …

Louvre recupera armadura do século XVI roubada há quase 40 anos

O peitoral e o capacete elaboradamente decorados, que estavam desaparecidos desde 1983, datam do século XVI e voltaram finalmente ao museu do Louvre, em França. Quase quatro décadas depois, um peitoral e um capacete do século …