Costa convoca Conselho de Ministros extraordinário. Café ao postigo em risco (e ATL até 12 anos podem reabrir)

António Pedro Santos / Lusa

O Governo convocou um Conselho de Ministros extraordinário para decidir novas medidas de confinamento. Em cima da mesa estará a hipótese de acabar com o café ao postigo e a possível abertura dos ATL até aos 12 anos.

A RTP avançou no domingo que o primeiro-ministro, António Costa, convocou para esta segunda-feira um Conselho de Ministros extraordinário para fazer o ponto de situação do cumprimento das medidas do novo confinamento.

Em cima da mesa estará a aprovação de novas medidas relacionadas com o confinamento, nomeadamente a proibição de venda de bebidas ao postigo.



De acordo com o jornal Público, o objetivo é acabar com os ajuntamentos à porta de pastelarias, por exemplo, onde as pessoas se acumulam após fazerem o seu pedido.

Outra medida será a possibilidade de abrir os centros de tempos livres para crianças até aos 12 anos. Segundo a TSF, o objetivo é perceber se a eventual reabertura destes espaços pode contribuir para reduzir o fluxo de movimentos da comunidade escolar e das famílias.

Segundo a SIC, o Conselho de Ministros extraordinário deverá ocorrer por via digital e realizar-se-á após a reunião da ministra da Saúde, Marta Temido, com a task-force do Plano de Vacinação contra a covid-19, na qual participa também o primeiro-ministro.

O Conselho de Ministros aprovou, no dia 13, novas medidas para controlar a pandemia de covid-19, entre as quais o dever de recolhimento domiciliário, que entraram em vigor às 00h00 de sexta-feira passada.

Entre as medidas, estão restrições à circulação da população, obrigatoriedade do teletrabalho e encerramento do comércio, com exceção dos estabelecimentos de bens e serviços essenciais.

As escolas permanecem abertas em todos os níveis de ensino, mas os centros de apoio ao estudo encerraram.

No domingo, Portugal registou o quinto dia consecutivo com mais de 10 mil novas infeções, e contabilizava mais de 134 mil casos ativos, segundo dados da Direção-Geral da Saúde (DGS). O número de hospitalizações também aumentou e atingiu 4.889 doentes no domingo, com 647 em unidades de cuidados intensivos.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

12 COMENTÁRIOS

  1. Diz o ditado que:” Quem sabe faz, quem não sabe manda!”. Mas, como os nossos políticos nem sabem mandar isto só vai ficar pior!
    O que nos vale é que lá para Março/Abril o tempo começa a melhorar e isto passa, sem não estavamos perdidos!

  2. Continuamos a implementar medidas para desenrascar, enquanto não admitirem o que já se sabe e fecharem as escolas isto não vai sere controlado!
    Confinar por confinar mais vale que dê resultado e não é com medidas para remediar que vão ter resultados!

  3. A culpa é do povo que não respeita, mas é muito mais dos governantes e especialistas que não souberam tomar medidas atempadamente. Quanto às escolas, o problema não é dentro das escolas ou locais de ensino/ATL’s, é fora dos portões destes estabelecimentos. Estes especialistas e políticos se vissem a quantidade de alunos que vão/vêm para as escolas no autocarro escolar, já sabiam de onde vem parte do problema. Estamos a falar de autocarros com todos os lugares sentados ocupados, em alguns casos vão sentados nos colos uns dos outros e sem as máscaras, porque lá ninguém controla e/ou quer saber. Isto para não falar do que também vejo fora dos portões, aqueles que podem sair, vêm fumar e partilhar o seu cigarro e a sua comida (batatas fritas/gomas/refregirantes). Sei do que falo, porque eu vejo isso todos os dias. É natural que depois os contágios vêm no seio familiar, mas primeiramente vem dos ajuntamentos entre alunos às portas das escolas. Se os especialistas visitassem estes locais em hora de entrada/saida em concelhos mais rurais como Paredes, Lousada, Felgueiras, etc… veriam que as empresas de transportes escolares estão a aproveitar-se desta situação para faturarem mais, porque ao invés de estarem com 50% de ocupação de lugares, estão com 200% de ocupação como semre fizeram mesmo antes da pandemia existir.

  4. Isto só melhora se houver um confinamento geral como em Março, não é os mais pequenos estarem fechados e os grandes estarem abertos. No Sábado passado fui ao Arrábida Shopping porque ligaram-me a dizer para ir buscar os óculos, deparei-me com pessoas que andavam a passear no shopping e o segurança atrás das pessoas para elas não irem para as zonas que não tinham lojas abertas. É o confinamento desconfiando. País de políticos com mentes ocas.

    • Pois, mas… haverá? A resposta é simples: não.
      Quando se trata de dar algo às pessoas, a corja governativa portuguesa mete o rabo entre as pernas e range os dentes.

  5. Claro que as escolas ficam abertas, o governo não cumpriu o prometido de fornecer tablets aos alunos antes da abertura das aulas.

  6. Depois de toda a teimosia em manter as escolas abertas se agora fecharem,deviam de se demitir em bloco por incompetência e falta de capacidade.

  7. Este desgoverno já há muito passou do prazo. Nos incêndios foi a miséria que se viu. Atualmente, o desgoverno é total. Somos o país com maior número de casos e número de mortor por milhão de habitantes! Já para não abordar o escândalo que é manter a criatura da administração interna e a da justiça em funções. Mau demais. É tudo muito mau mesmo.

RESPONDER

O exercício físico afeta-nos de forma diferente. Um novo estudo explica porquê

Apesar de o exercício físico ser benéfico para toda a gente, não nos afeta da mesma forma. Agora, investigadores podem ter descoberto uma das razões. Uma equipa de cientistas realizou um estudo, no qual 654 adultos …

ESA escolhe a revolucionária EnVision para missão a Vénus

A Agência Espacial Europeia ESA selecionou esta quinta-feira a sonda EnVision para uma missão a Vénus, programada para 2030, com o objetivo de entender como o planeta se tornou um inferno tóxico inabitável. A decisão surge …

Advogado avança com ação judicial para destituir Luís Filipe Vieira

O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, vai ter de responder em tribunal numa ação judicial, interposta pelo advogado Jorge Mattamouros, sócio do clube, que visa a sua destituição, revelou esta quinta-feira o Expresso. Segundo o …

Dados enviados para a Rússia. Medina pediu auditoria a outras manifestações em Lisboa

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, anunciou hoje que pediu uma auditoria sobre a realização de manifestações no município nos últimos anos, no seguimento da partilha indevida de dados de ativistas russos. Em …

Um McDonald's abandonado dá comida a milhares de famílias carenciadas em França

Um antigo McDonald's foi reconvertido num banco alimentar que dá comida a milhares de família carenciadas em Marselha, França. Fati Bouarua, de ascendência argelina, cresceu nos bairros mais negligenciados de Marselha, em França. Agora, ajudou a …

Floresta fóssil no Peru guarda segredos sobre a história da América do Sul

Nas colinas fora da pequena aldeia de Sexi, Peru, uma floresta fóssil guarda segredos sobre os últimos milhões de anos da América do Sul. Quando os investigadores visitaram as árvores petrificadas pela primeira vez, há mais …

Uma famosa ilusão pode ajudar a tratar o transtorno obsessivo-compulsivo

Um famoso truque psicológico chamada "ilusão da mão de borracha" pode ser útil para tratar pacientes com transtorno obsessivo-compulsivo. O que é a "ilusão da mão de borracha"? Nesta experiência, os participantes são colocados com a …

Macron agredido com bofetada. Agressor condenado a 18 meses de prisão

Um tribunal francês condenou esta quinta-feira a uma pena de prisão de 18 meses de prisão o homem que esbofeteou o presidente da França, Emmanuel Macron, na terça-feira, durante uma viagem ao sudeste do país. Segundo …

A nova tendência em Nova Iorque? Mesas separadas para clientes vacinados

Muitos proprietários do setor da restauração estão a criar zonas especiais para pessoas que já foram vacinadas contra a covid-19. O motivo? Os clientes querem sentir que estão novamente a viver no mundo antes da …

Todos os dias, ao meio-dia, uma arma é disparada em Hong Kong

Todos os dias, ao meio-dia, uma grande arma antiga é disparada em Hong Kong. E não, não tem nada a ver com guerra, conflitos ou protestos. Tal como conta a cadeia televisiva CNN, a Jardine Noonday …