Confinamento ao fim de semana é pouco eficaz, diz estudo

Manuel Fernando Araújo / Lusa

Um novo estudo avaliou as medidas aplicadas em Portugal contra a covid-19, e chegou à conclusão que o impacto da inibição de circulação entre concelhos não é assim tão eficaz. Pelo contrário, optar pelo ensino online seria a melhor opção.

Muito se tem falado da eficácia das últimas medidas aplicadas no país contra a covid-19. O mais eficaz seria que toda a circulação de pessoas fosse condicionada, porém esta opção seria catastrófica para a economia, como já têm vindo a realçar alguns especialistas.

De acordo com o Expresso, uma equipa de analistas de dados da consultora PSE calculou, com base nas decisões impostas pelo Governo até ao momento, e que se deverão prolongar nas próximas semanas, quais seriam as medidas mais eficazes a aplicar em contexto de pandemia.

O estudo, que monitorizou os meios de deslocação via aplicação móvel de um painel de 3670 indivíduos, concluiu que as restrições ao comércio podem não ser muito eficazes.

“Com a imposição de restrições horárias a pontos comerciais não se espera que tenha um impacto significativo na mobilidade”, asseguram os especialistas, que aconselham, em vez disso, estabelecer restrições horárias das compras por segmentos etários.

Segundo o estudo, medidas como o confinamento total, mesmo quando aplicado apenas a concelhos com contágio elevado, ou o trabalho alternado por equipas, não são eficazes porque, embora promovam a contenção do contágio, são as que acarretam um impacto económico mais negativo, “gerador de desemprego estrutural”.

A equipa de peritos apurou ainda que a inibição de circulação entre concelhos e o recolhimento obrigatório às 13h aos fins de semana são medidas de eficácia média.

Neste último caso, foi possível perceber que a medida tem um efeito na pandemia “relativamente baixo, dado o perfil de mobilidade da população durante a semana”.

A conduta sugerida pelo estudo, defende as aulas online para alunos do 3º ciclo ou do ensino superior. Mesmo que o ensino presencial seja considerado pelo Governo e pela OMS como essencial, neste estudo, esta decisão é tida como a que “menor entropia cria à atividade económica”, ao mesmo tempo que limita o movimento “de uma parte significativa da população portuguesa (cerca de 12%)”, explica a consultora.

Também o teletrabalho obrigatório e a limitação da lotação dos transportes públicos são consideradas medidas com “impacto significativo no controlo da pandemia, e simultaneamente, um resultado reduzido na economia”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Restringir horários e circulação depois das 13h é só estúpido. As pessoas apinham-se todas de manhã nos mesmos sítios, e perdem muito mais tempo em filas e por isso estão muito mais tempo juntas e em risco do que seria o normal.

  2. F***-*, é preciso fazer um estudo?
    Só quem não andar neste mundo e esteja enfiado nos gabinetes a fazer leis desta natureza, é que não vê isso. Bando de iluminados, é que o vírus tira férias durante a semana e só ataca ao fim de semana a partir das 13:00 horas. Vai ser bonito quando o povo que trabalha toda a semana e ficar proibido de descontrair um pouco ao final de semana após uma semana de trabalho, com todo o sofrimento físico e psicológico daí associado, verificar que estas medidas estúpidas e paradoxais, não surtem qualquer efeito e de nada valeram. Em minha opinião é primeiro passo para a descrença em qualquer nova medida posterior, bem como o desrespeito por elas.

  3. para que que este governo aplica estas medidas .
    os numeros aumentam na mesma com ou sem elas .
    mais valia o Governo reforçar o serviço Nacional de Saude com os meios Necessarios .
    pedir que todas as camras municipais façam o seu proprio plano de estado de emergencia ou ate mesmo Cerca sanitaria se for preçiso

RESPONDER

Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Waldschmidt infetados

Os futebolistas do Benfica Gilberto, Vertonghen, Grimaldo, Diogo Gonçalves e Luca Waldschmidt são os mais recentes casos positivos ao novo coronavírus no plantel do Benfica, informou esta terça-feira o clube da Luz. “O Sport Lisboa e …

Hospital de Portalegre abre inquérito a morte de doente que esteve 3 horas em ambulância

O hospital de Portalegre vai abrir um inquérito para apurar as circunstâncias da morte de um octogenário, na noite de segunda-feira, na área dedicada aos doentes respiratórios, depois de estar quase três horas numa ambulância, …

"Não somos heróis". Há quartéis que podem fechar se não houver vacinas para os bombeiros

O presidente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), Fernando Curto, disse que se o número de bombeiros infetados com covid-19 continuar a este ritmo muitos quartéis podem ter de encerrar. "As carrinhas de transporte de …

Mayan ouve lesados da pandemia e diz que "limitações têm de vir acompanhadas do cheque"

Tiago Mayan Gonçalves ouviu as lamentações de uma série de empresários algarvios afetados pela pandemia. O candidato aponta o dedo ao Governo, argumentando que "limitações severas têm de vir acompanhadas do cheque". Esta segunda-feira, Tiago Mayan …

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …