“Pensei que ia morrer”. Começou o julgamento de Pedro Dias

Paulo Novais / Lusa

Pedro Dias, suspeito de um duplo homicídio em Aguiar da Beira

Pedro Dias, suspeito de ter cometido três homicídios em Aguiar da Beira, em outubro de 2016, e também acusado de múltiplos outros crimes, começa esta sexta-feira a ser julgado no Tribunal da Guarda.

A primeira das 24 sessões que já se encontram agendadas teve início às 09h30, no Tribunal da Guarda, que requisitou medidas adicionais de segurança.

À entrada do tribunal, a advogada de Pedro Dias, Mónica Quintela, disse aos jornalistas que o cliente “irá falar durante o julgamento”. “É muito importante que o arguido assista ao julgamento do início ao fim”, cita o Diário de Notícias.

“O que se pretende com este julgamento é que se esclareça o que se passou naquela noite. Que seja feito um julgamento dentro de um Estado de Direito, de um arguido que vai ser submetido ao julgamento com todas as regras”, disse ainda a advogada.

No entanto, de acordo com o Observador, já na sala de audiências do Tribunal da Guarda, o suspeito identificou-se a pedido do magistrado e acabou por dizer que, “de momento”, não vai prestar declarações.

Seguiu-se então o depoimento do guarda António Ferreira, a testemunha chave do processo, que pediu para que “Piloto”, como foi batizado pela imprensa, saísse da sala, uma vez que não consegue falar na sua presença. O juiz aceitou e Pedro Dias foi levado para outro espaço onde pode assistir ao depoimento por videoconferência.

GNR que sobreviveu conta o que aconteceu

De acordo com o jornal online, o GNR contou que foi ele quem passou a revista à carrinha Toyota onde o arguido se encontrava a dormir, sentado no lugar do condutor junto ao hotel da Termas. “O Caetano ficou do lado dele e eu bati no vidro no lado do pendura“.

O guarda conta que o colega foi ao carro patrulha com os documentos da viatura para apurar se havia “alguma pendência” e, quando voltou, já vinha com informações, obtidas via rádio, de que o arguido “era perigoso e estava referenciado pelo posto de Fornos de Algodres” e que podia estar armado.

António Ferreira prossegue: “Quando eu virei a cara, estava ele com a arma”, cita o Observador. “Se te mexeres, fodo-te os cornos”, terá dito Pedro Dias, que depois abriu fogo contra o guarda Caetano. “És burro? Não vês que ele está morto?”, acrescentou ainda, depois de o GNR sobrevivente ter começado a gritar pelo colega.

Foi então que foi obrigado a entrar no carro patrulha, para o lado do pendura, no qual foi mantido sob sequestro durante algum tempo. “Desaparece, leva o que quiseres, deixa-me ficar aqui ao pé dele [colega que foi baleado] para o socorrer”. “Queres morrer?”, terá respondido Pedro Dias.

Foi então que pararam num local ermo, onde foi obrigado a algemar-se num pinheiro. Acabou baleado e, quando estava a “perder os sentidos”, sentiu que estava a ser coberto com vegetação.

“Quando acordei já havia dia. Tinha sangue a escorrer na cara. Fiquei um bocado perdido. O sítio não me dizia nada. Caia e levantava-me. Pensei que ia morrer“, explica, citado pelo Correio da Manhã.

Ainda hoje, António Ferreira continua a correr risco de vida. Segundo o CM, tem uma bala alojada na coluna e não pode ser operado.

As acusações

Pedro Dias é acusado da prática de três crimes de homicídio qualificado sob a forma consumada, três crimes de homicídio qualificado sob a forma tentada, três crimes de sequestro, crimes de roubo de automóveis, de armas da GNR e de quantias em dinheiro, bem como de detenção, uso e porte de armas proibidas.

Na altura em que foi marcada esta data para arranque do julgamento, ainda não figurava o crime de homicídio relativo a Liliane Pinto, que faleceu cerca de cinco meses depois de ter sido alvejada.

A defesa prescindiu então do prazo para abertura de instrução do processo relativo a esta vítima, por forma a conseguir juntá-lo ao processo principal, o que acabou por verificar-se.

O julgamento, que começou esta sexta-feira, conta com 76 testemunhas por parte da acusação, informou a advogada do arguido.

O arguido, de 44 anos, esteve fugido um mês depois da noite sangrenta em Aguiar da Beira, até se ter entregado às autoridades. Tem aguardado o julgamento em prisão preventiva, na cadeia de alta segurança de Monsanto, em Lisboa.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem um novo benefício de tomar chá

https://vimeo.com/366605754 Se já se sabia que beber chá era bom para a nossa saúde, uma nova investigação vem confirmar ainda mais essa ideia. Cientistas encontraram no chá um novo benefício para o nosso cérebro. Várias investigações apontam …

Governo da Escócia quer novo referendo sobre independência em 2020

A ministra principal da Escócia e líder do Partido Nacionalista Escocês (SNP), Nicola Sturgeon, afirmou esta terça-feira que quer um novo referendo sobre a independência em 2020 e abrir negociações com Londres até ao fim …

As bactérias contradizem Darwin: a mais apta não sobrevive

Uma recente investigação levada a cabo pela Universidade de Copenhaga, na Dinamarca, revela que, no que diz respeito às bactérias, a "sobrevivência das mais cooperativas" excede a "sobrevivência das mais fortes". As bactérias são capazes de …

A Via Láctea roubou minúsculas galáxias à sua vizinha

Utilizando dados obtidos pelo Telescópio Gaia, os cientistas chegaram à conclusão que a Via Láctea "sequestrou" galáxias da Grande Nuvem de Magalhães, uma outra galáxia que a orbita. No nosso Universo, a regra é orbitar: a …

Pode ter sido encontrada (e ignorada) vida em Marte em 1976, defende antigo cientista da NASA

O antigo cientista da agência espacial norte-americana Gilbert V. Levin afirma que foram encontradas evidências de vida em Marte na década de 70. No entender do especialista, deviam ter sido levado a cabo mais investigações …

Era marketing. Fortnite voltou (e está diferente)

Depois de 10 temporadas, um buraco negro engoliu a ilha na qual diariamente milhões de jogadores tentavam sobreviver, matando-se uns aos outros. Durante um dia e meio, ninguém podia jogar. O susto acabou esta terça-feira, …

Cientistas determinam o que diminui a fertilidade das mulheres com o avanço da idade

Investigadores da Universidade de Copenhaga mapearam alguns dos mecanismos que podem afetar a fertilidade das mulheres desde a adolescência até a menopausa. A fertilidade natural das mulheres flutua entre altos e baixos na forma de uma …

Dono do Paris Saint-Germain quer comprar o Leeds (e torná-lo no novo Manchester City)

A Qatar Sports Investments (QSI), empresa que é detida por Nasser Al Khelaifi, quer dar o salto para o mercado inglês e adquirir o Leeds United, emblema que milita atualmente no segundo escalão. Na semana em …

Município italiano proíbe Google Maps. App faz com que muitas pessoas se "percam"

O autarca do município italiano de Baunei, na Sardenha, proibiu o uso do Google Maps na região, argumentando que "muitas" pessoas se perderam por causa de "sugestões enganosas" do serviço de localização. A informação é …

Pedalar mais dá direito a prémios. Tecnologia portuguesa desperta interesse de Copenhaga

Depois de se ter estreado em Matosinhos e de ter despertado interesse em Nova Iorque, um programa português que premeia comportamentos de mobilidade ambientalmente sustentáveis chamou a atenção em Copenhaga. O AYR, desenvolvido pela empresa CEiiA …