“O click foi a ADSE”. Marcelo pressionou Costa a negociar, mas Centeno não abre a torneira

Miguel A. Lopes / Lusa

Marcelo Rebelo de Sousa puxou os cordelinhos para convencer o primeiro-ministro a negociar com professores e enfermeiros. António Costa só cedeu depois do “click” do “conflito na ADSE”. Mas as negociações batem no obstáculo Mário Centeno que fecha a torneira do dinheiro.

Numa altura em que o Governo está a preparar-se para voltar às negociações com os enfermeiros e com os professores, o ministro das Finanças deixa o alerta de que “não há margem nenhuma para acomodar novos aumentos de despesa”, conforme cita o semanário  Expresso.

“A meta do défice é para manter“, assegura Mário Centeno, numa altura em que se fala do abrandamento da economia europeia. Com esse receio no bolso e com a necessidade de injectar mais de mil milhões de euros no Novo Banco, o ministro das Finanças não planeia abrir a torneira para satisfazer as reivindicações de enfermeiros e professores.

Falta saber como António Costa vai descalçar esta bota, tanto mais em ano eleitoral.

O primeiro-ministro foi, durante meses, indiferente à pressão de Marcelo Rebelo de Sousa para negociar com enfermeiros e professores, conforme avança o Expresso.

O click só se deu com o conflito na ADSE“, revela ao semanário uma fonte da Presidência.

A greve de fome anunciada por dois enfermeiros também ajudou Costa a mudar de ideias, revelando agora nova abertura para ouvir as reivindicações das duas classes profissionais.

“Com a ADSE, o primeiro-ministro percebeu que era o PS, a UGT e o eleitorado socialista que estavam em causa”, explica a mesma fonte ao Expresso.

Actuando nos bastidores, Marcelo mexeu os cordelinhos e disponibilizou uma equipa médica ao enfermeiro em greve de fome que se instalou em frente ao Palácio de Belém. Mais um sinal a Costa da pretensão do Presidente em resolver o diferendo com diálogo.

Agora, Marcelo conta que o Governo chegue a um acordo “parcial” com os enfermeiros e que volte “ao decreto que recupera dois anos e nove meses do tempo congelado” aos professores, como apurou o Expresso.

A confirmarem-se as expectativas do Presidente, falta saber de onde virá o dinheiro para pagar as pretensões de enfermeiros e docentes.

Centeno tem-se mostrado inflexível, apontando para a necessidade de redução da dívida e sustentando a importância do controlo orçamental. “É necessário fazer tudo com conta, peso e medida. Os portugueses merecem isso”, aponta o ministro citado pelo Expresso.

O Governo apresentará em Abril o Programa de Estabilidade para o período 2019-2023, com as linhas orientadoras em matéria de política económica. E ninguém sabe o que vai Centeno incluir no documento – para já, o ministro não abre o jogo, reforçando apenas que a torneira está fechada a mais despesas.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. «A torneira está fechada a mais despesas», porque para o NOVO BANCO é que tem de haver…!!!

    Enquanto isso, os ex-donos do BES andam aí flauteados da vida, a rir-se à nossa custa. Ai se eu mandasse!

  2. Aqui está o resultado de uma política errada desde início, esbanjaram dinheiro para agradar a alguns sem olhar às possibilidades reais do país, foram na cantiga das 35 horas para algumas classes de funcionários públicos, criaram divisões entre estes e sobretudo entre estes e o privado, agora a situação terá mesmo que estar pior do que aquilo que tentam fazer crer porque em ano de eleições virem dizer já no início do ano que já não existe mais dinheiro é porque a situação está má, como resultado estamos em antepenúltimo lugar na tabela da classificação dos países da UE em desenvolvimento, o que é péssimo.

      • O problema é de facto que muitos não entendem e muito menos lhes interessa entenderem, não quero com isto dizer que os aumentos se justificassem porque até todos necessitariam de mais, o problema estava nas capacidades económicas do país, o resultado está bem visível, com mais uns euros no bolso, com mais impostos e menos assistência social para não falarmos de outras necessidades cada vez mais escassas, onde está o ganho? Quanto às 35 horas simplesmente escandaloso, divisão entre classes e portugueses, resultado negativo e pelas afirmações do Centeno a situação possivelmente será bem mais negra do que parece.

    • Enquanto isso, foram dispondo de algum para aguentar o PCP e o Bloco. E agora que se esgotou a massa, o que vão oferecer a estes que aguentam a geringonça?

      • Possivelmente irão aguentá-los com novas promessas as quais serão impossíveis de concretizar porque a situação de facto já esbarra para o torto e a situação interna e externa não parece caminhar no bom sentido, a sorte foi de facto o governo não se ter deixado embarcar de todo nas aventuras da extrema-esquerda pois já estaríamos de novo sob controlo da troika, vão tentá-los aguentar até porque estes também precisam da muleta do PS para não caírem ainda mais no desconhecimento e provavelmente se ganharem as eleições aí o governo será de pouca duração pois a turbulência neste momento é já grande, caso outros ganhem também não irão ter tarefa fácil e de novo surgirão vozes discordantes e ignorantes a reclamar enquanto hoje aplaudem.

RESPONDER

Cientistas criaram o som mais alto de sempre

O som foi produzido debaixo de água ao fazer colidir minúsculos jatos de água com pulsos de raio-X. O barulho gerado é superior ao do lançamento de um foguete. A experiência foi realizada como parte de …

Plutão pode esconder um oceano líquido debaixo de uma camada de gás

Uma das características mais marcantes de Plutão é o seu coração, também conhecido como Tombaugh Regio, uma grande região de cor clara de aproximadamente 1.590 quilómetros de diâmetro. O seu lobo esquerdo, o Sputnik Planitia, é …

Selfies estão a destruir muralha romana considerada Património Mundial da UNESCO

Uma parte da antiga Muralha de Adriano, no Reino Unido, está a colapsar por causa dos turistas que procuram o local para tirar selfies. O monumento, que em 1987 foi considerado Património Mundial da UNESCO, inspirou …

Carros vão mudar mais numa década do que aquilo que mudaram num século

Embora a aparência dos carros tenha mudado nos últimos cem anos, a maneira como os conduzimos pouco ou nada mudou. Contudo, acredita-se que na próxima década, além da forma como se movimentam ser diferente, também …

São Francisco lidera ranking das cidades onde se recebe melhor

O American Dream está claramente destacado no ranking das cidades onde se recebe melhor, mas há alguns "intrusos" no meio desta lista. Das dez cidades eleitas, há apenas quatro europeias. Apenas três continentes estão representados no …

Em 30 anos, Amazónia perdeu 953 mil hectares de áreas protegidas

Nos últimos 30 anos, a Amazónia perdeu 953 mil hectares em áreas pertencentes a unidades de conservação e terras indígenas que deveriam estar preservadas. A Amazónia brasileira perdeu 953 mil quilómetros em áreas que foram desflorestadas …

Mulheres e meninas norte-coreanas forçadas a prostituir-se e a casar-se na China

Mulheres e meninas norte-coreanas são coagidas, vendidas ou raptadas na China ou traficadas diretamente da Coreia do Norte, denuncia a Korea Future Initiative. As mulheres são forçadas a casar-se, violadas e sujeitas a outros tipos …

Trump corta financiamento para centros de investigação de saúde infantil

A administração de Trump está a terminar o financiamento para uma rede de centro de investigação focados em ameaças ambientais para crianças, colocando em risco vários estudos de longa data sobre os efeitos dos poluentes …

PJ detém ex-diretor da Santa Casa de Ponte de Sor

Um antigo diretor e contabilista de uma Santa Casa da Misericórdia do distrito de Portalegre foi esta quarta-feira detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas dos crimes de peculato e participação económica em negócio, foi …

Costa diz que só soube do memorando de Tancos no dia da demissão de Azeredo

O primeiro-ministro, António Costa, diz que só soube do memorando da Polícia Judiciária Militar (PJM) sobre o assalto a Tancos no dia em que o então ministro da Defesa, Azeredo Lopes, apresentou a sua demissão. A …