Mais de 500 civis mortos em ataques russos na Síria. Pelo menos 130 eram crianças

Mohammed Badra / EPA

Uma criança a chorar no hospital em Ghouta Oriental, Síria.

Mais de 544 civis foram mortos e mais de 2 mil pessoas ficaram feridas após ataques russos, este domingo, a um baluarte rebelde no noroeste da Síria. Pelo menos 130 dos mortos eram crianças.

A guerra entre o presidente sírio Bashar al Assad e as fações rebeldes está a intensificar-se e, este domingo, os ataques aéreos russos no noroeste da Síria só vieram agravar a situação. O SNHR, um grupo de direitos humanos, diz que 544 civis foram mortos e 2.117 pessoas ficaram feridas. Pelo menos 130 vítimas eram crianças.

“Os exército russo e o seu aliado sírio estão a atacar deliberadamente civis, com um número recorde de instalações médicas bombardeadas”, disse à Reuters Fadel Abdul Ghany, presidente da SNHR.

Em sua defesa, Moscovo diz que os ataques não foram intencionados aos civis e que a Rússia e a Síria apenas se estão a defender de ataques terroristas de Al Qaeda que alegam ter atingido área altamente populadas. Além disso, acusam os rebeldes de quebrar um acordo de cessar-fogo.

A US Human Rights Watch acusa russos e sírios de terem usado munições de fragmentação e armas incendiárias em ataques a áreas ocupadas por civis. “Vilas e cidades inteiras tiveram de ser evacuadas”, disse um porta-voz da Defesa Civil de Idlib, citado pelo jornal russo The Moscow Times. Segundo as Nações Unidas, pelo menos 300 mil pessoas foram obrigadas a abandonar as suas casas devido a ataques russos e sírios.

Já morreram demasiadas pessoas” e “até as guerras têm leis” defendeu as Nações Unidas, remetendo para ataques das forças do governo a hospitais, escolas e mercados públicos.

“Ter estas instalações médicas bombardeadas e postas fora de serviço em menos de dois meses não é um acidente”, disse Khaula Sawah, vice-presidente da União de Organizações de Assistência Médica e Socorro dos Estados Unidos, que tem oferecido ajuda no noroeste da Síria. “Vamos chamar as coisas pelo seu nome: um crime de guerra“, acrescentou, citado pelo The Independent.

ZAP //

PARTILHAR

13 COMENTÁRIOS

  1. Típico das bestas russas! Estes não se preocupam com detalhes como “danos colaterais”, arrasam tudo à sua volta querem lá saber se são crianças ou inocentes, não querem é que os atrapalhem! Curioso é, não ter lido nada sobre este assunto a não ser aqui.

  2. Os hospitais não são acidentes, são alvos estratégicos. Não há cá regras no meio de uma guerra ….
    Os civis ajudam os bandidos, os civis tornam-se bandidos …

Responder a José Cancelar resposta

Hong Kong. Agente atingido por flecha e operação policial reforçada com canhão de água

Um polícia foi atingido numa perna por uma flecha lançada por manifestantes antigovernamentais e pró-democracia, informaram as forças de segurança, que reforçaram a operação no local com um canhão de água. Um polícia foi atingido …

Príncipe André nega ter abusado sexualmente de jovem de 17 anos

O príncipe André, filho de Isabel I, é acusado de ter abusado sexualmente de Virginia Giuffre, uma jovem que na altura tinha 17 anos. O caso remonta ao dia 10 de março de 2001 e, este …

FC Porto tira pão da boca ao Sporting ao desviar central brasileiro

Os 'dragões' podem estar perto de chegar a acordo para a transferência de Gustavo Henrique. O central do Santos estava em negociações com o Sporting, mas uma forte investida do FC Porto, pode ter mudado …

Será que os cães conseguem farejar uma gravidez?

Já ouvimos falar de cães a farejar bombas e de cães a farejar cancro. E quanto à gravidez, o que poderá o nariz de um cão dizer? Há várias mulheres grávidas a relatar que o cão …

Quatro mortos em manifestações na Bolívia. São 23 desde o final de outubro

Comissão Interamericana de Direitos Humanos registou pelo menos 122 feridos desde sexta-feira. Já houve 23 vítimas mortais desde o final de Outubro, início da crise social e política na Bolívia. Quatro pessoas morreram no sábado em …

UE acusada de pagar aos próprios traficantes para travar imigração

A União Europeia conta com um processo no Tribunal Penal Internacional interposto por Omer Shatz e Juan Branco. A UE é acusado de pagar aos próprios traficantes para parar a imigração. Omer Shatz, advogado e professor …

Governo quer ter a primeira refinaria de lítio da Europa

O Governo quer abrir a primeira refinaria de lítio no continente europeu. No entanto, João Galamba refere que tudo depende dos resultados do estudo de impacto ambiental das minas. Sem confirmar que venha a haver minas …

Cientistas desvendam novas pistas sobre o maior macaco que já existiu

O mítico "Bigfoot" é uma criatura lendária mas, durante milhões de anos, o verdadeiro — um símio com o dobro do tamanho de um ser humano adulto — percorreu as florestas do Sudeste Asiático, antes …

Preço do tabaco pode aumentar. Decisão cabe ao Governo

Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um aumento do preço do tabaco, e a decisão depende agora do Governo. Os responsáveis do Programa Nacional para a Prevenção do Tabagismo propuseram um …

Derrocada em Borba. Um ano depois, ainda é uma ferida aberta e problemas continuam

Um ano depois do acidente na pedreira de Borba, o sindicato que representa os trabalhadores garante que os perigos persistem, enquanto a associação Assimagra salienta que foi um caso “isolado” e está a avançar com …