Ataque aéreo na Síria destrói hospital dos Médicos Sem Fronteiras

Vários ataques durante a manhã desta segunda-feira atingiram vários hospitais e zonas para refugiados, entre eles um dos Médicos Sem Fronteiras. Autoridades turcas dizem que os mísseis são russos.

Dois hospitais foram atingidos por bombardeamentos aéreos na cidade síria de Azaz, perto da fronteira com a Turquia, provocando a morte de pelo menos dez pessoas, avança a BBC.

Testemunhas locais informaram ainda à Reuters que os bombardeamentos também atingiram uma escola que servia de abrigo a refugiados.

Numa outra região síria conhecida por Maarat al-Numan, um outro ataque num hospital sob a gestão dos Médicos Sem Fronteiras foi também atingido por quatro mísseis.

De acordo com a organização, oito pessoas estão desaparecidas e o ataque foi “deliberado”, embora não consigam perceber qual foi a sua origem.

“A destruição deste hospital deixa cerca de 40 mil locais sem acesso a cuidados de saúde nesta região ativa do conflito”, condena Massimiliano Rebaudengo, responsável pela MSF na Síria.

Ainda não é certo quem terá sido o responsável por estes ataques mas, segundo autoridades turcas citadas pela agência Reuters, poderão ter sido mísseis russos.

Segundo a BBC, em quase cinco anos de guerra civil na Síria, já morreram mais de 250 mil pessoas e mais de 11 milhões tiveram de ser deslocadas.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. É incompreensível este ataque a um hospital e a uma escola por parte da aviação Russo ,enquanto isso as bases do ISIS ficam impunes.difícil de entender a Rússia…

  2. Esta “notícia”, bem analisado o seu conteúdo, remete-nos para a contra-informação praticada pelos turcos, afim de desviar as atenções do verdadeiro massacre que os turcos estão a levar a cabo, há décadas, contra o povo curdo. O jogo de interesses que se joga na Síria está fora das intenções, quer da comunidade internacional, quer dos terroristas no terreno, Al Qaeda e ISIS; contra o regime sírio de Assad; esta ambiguidade tem custos de sangue, mas tem benefícios para as multinacionais do Ocidente cuja perda vidas humanas não interessa, o que interessa são os lucros com a venda de armamento, e a reconstrução do país para satisfazer a avidez das multi-nacionais. Com tantas vezes tem acontecido, estão-se a praticar crimes contra a humanidade e os criminosos são sobejamente conhecidos.

  3. À partida, já se está a culpar, embora: “Ainda não é certo quem terá sido o responsável por estes ataques mas, segundo autoridades turcas citadas pela agência Reuters, poderão ter sido mísseis russos.” Fáz-me lembrar, a mentira/propaganda das armas de destruição maciça no Iraque e depois foi o que se viu e o que se está a ver, dezenas de milhares de mortos, um país destruído, quer em termos de sociedade, quer em termos físicos para satisfazer a gula assassina dos interessados com o lucro das armas, com o lucro da reconstrução.

  4. É impressionante a devastação da Siria e é muito estranho que a Rússia esteja mais preocupada em atacar a oposição democrática na Siria que atacar os torcionários do Daesh ou ISIS,
    Também é incompreensível a acção da Turquia que se preocupa em atacar os Curdos que combatem o daesh ou ISIS, e não mexe uma palha para atacar o ISIS que promove o terrorismo pela Europa ocidental.Parece que estamos no século 16 em que os czares e o império Otomano disputavam influencias territoriais e religiosas.

  5. É muito fácil saber quem foi que bombardeou estes hospitais.
    Se tivessem sido os americanos, teria havido dezenas de parangonas com títulos do género “AMERICANOS destroem hospitais na Síria”, ou “Bombardeamento dos EUA mata médicos dos MSF”.
    A que se seguiriam dias e dias de notícias do género “AMERICANOS admitem erro humano na destruição de ala de hospital”-
    A que se seguiriam dias e dias de notícias do género “General AMERICANO veio pedir desculpa por bombardeamento de hospital dos MSF”.
    Assim aconteceu há um par de meses.
    E desta vez?
    Dois hospitais e uma escola destruídos, e nunca mais se ouviu falar do assunto.
    Porque será?

RESPONDER

Trump admite testemunhar no inquérito para a sua destituição

O Presidente dos EUA admitiu, esta segunda-feira, "considerar seriamente" a possibilidade de testemunhar por escrito no inquérito para a sua destituição, que decorre no Congresso. "Embora não tenha feito nada de errado e não goste de …

INE espanhol está a "espiar" telemóveis para estudo estatístico

Um estudo do INE espanhol está a receber duras críticas por alegadamente infringir a privacidade de dados dos cidadãos. O gabinete irá monitorizar os telemóveis dos espanhóis. O Instituto Nacional de Estatística (INE) de Espanha deu …

Donald Tusk vai presidir o Partido Popular Europeu

O presidente do Conselho da União Europeia (UE) é o único candidato à presidência do Partido Popular Europeu (PPE) e vai suceder no cargo ao francês Joseph Daul. Esta será a primeira vez que um europeu …

EUA. Casal vegan vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses

Um casal americano, que segue uma alimentação vegan, vai ser julgado por homicídio depois da morte do filho de 18 meses, por malnutrição. Ambos vão permanecer detidos até à data do julgamento, em dezembro. Segundo noticiou …

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …