Cinco militares dos Comandos tinham doenças graves que passaram nos exames

-

Cinco instruendos do curso de comandos que foram afastados por sofrerem de doenças graves, anteriores ao início da instrução, realizaram três baterias de exames que não lhes detectaram qualquer problema físico.

De acordo com a Rádio Renascença, cinco dos militares que integraram o 127º curso de Comandos foram afastados da instrução por sofrerem de problemas graves de saúde.

A Renascença alega que teve acesso aos “processos de exclusão” e nota que estes afastamentos só ocorreram depois do arranque da instrução, embora alguns dos militares apresentassem “manifestações de doenças graves, anteriores ao início do curso”.

Um cenário que é confirmado pelo porta-voz do Exército, o tenente-coronel Vicente Pereira, que destaca na Renascença que “quando o curso foi suspenso, todos os militares efectuaram testes pelo centro de saúde militar de Coimbra, com um painel de especialistas em diversas áreas, e foram considerados, aptos a continuar o curso”, e que só posteriormente, “é que revelaram essa incapacidade física para continuar”.

A Renascença nota que os instruendos foram sujeitos aos primeiros exames aquando da entrada no Exército e que os segundos testes clínicos se realizaram quando concorreram ao curso de comandos. Finalmente, os últimos exames foram feitos já após as mortes ocorridas no início de Setembro.

A estação realça que em nenhuma destas séries de exames foram detectados os problemas de saúde dos militares, notando que, num dos casos, está em causa uma “doença hepática crónica, de origem genética, designada por síndrome de Gilbert”.

Outro dos militares afastados tem uma “doença cardíaca, também genética, e antecedentes de epilepsia“, frisa a Renascença, realçando que um “terceiro instruendo tem um tumor ósseo na bacia, visível ‘à vista desarmada'” e que os outros dois têm “duas hérnias discais” e “uma dismetria dos membros inferiores“.

Colocado perante estes casos, o Tenente-Coronel Vicente Pereira salienta que os militares concorrem ao curso de comandos com “níveis de ambição elevados” que os levam, “com alguma frequência”, a esconderem “manifestações de doença para não serem excluídos”.

Num cenário destes, “a identificação de patologia torna-se mais difícil”, assume o porta-voz do Exército.

A Renascença cita o Exército que admite vir a alterar a “metodologia a seguir no futuro”, em função das conclusões da Inspecção Técnica Extraordinária que a Inspecção Geral do Exército está a fazer ao caso.

ZAP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Cientistas identificam a região com o ar mais limpo à face da Terra

Uma equipa de cientistas da Universidade Estadual do Colorado (EUA) identificou a região atmosférica que possui o ar mais limpo à face da Terra. Os especialistas, liderados pela professora Sonia Kreidenweis, descobriram que a camada limite …

Abono extra e complemento de estabilização. Governo cria dois novos apoios cumulativos para quem perdeu rendimentos

O Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) do Governo vai incluir dois novos apoios para trabalhadores e famílias que perderam parte dos seus salários nos últimos três meses devido à pandemia de covid-19. A notícia …

Bolsonaro veta transferência de 1,5 mil milhões de euros para estados e municípios

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, vetou na quarta-feira a transferência de 8,6 mil milhões de reais (1,5 mil milhões de euros) do Fundo de Reservas Monetárias (FRM) para estados e municípios combaterem a covid-19. A decisão …

O núcleo da Terra pode esconder mais de cinco oceanos no seu interior

Um novo estudo sugere que o núcleo da Terra pode abrigar uma grande quantidade de água no seu interior. Segundo os investigadores, a quantidade pode chegar ao equivalente a cinco oceanos. Muitos estudos comprovam que, sob …

Descoberto novo tipo de matéria exótica no "coração" das estrelas de neutrões

Uma investigação levada a cabo por um grupo de cientistas da Finlândia encontrou fortes evidências da existência de matéria exótica de quarks no interior dos núcleos das maiores estrelas de neutrões. Em comunicado, os cientistas …

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ser "filhos" de um mesmo pai

Os asteróides Ryugu e Bennu podem ter sido formados a partir de um outro asteróide de grandes dimensões, sugere uma investigação internacional. Simulações numéricas de grandes ruturas de asteróides, como as que ocorrem no cinturão de …

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …