Com Florença deserta, as estátuas centenárias “falaram” aos humanos

A cidade de Florença, em Itália, está completamente deserta devido à pandemia de covid-19. Num vídeo, as esculturas centenárias viram, pela primeira vez, a cidade vazia e “falaram”, elogiando a sua beleza.

O vídeo, patrocinado pelo conselho da cidade de Florença, entre outras instituições, é intitulado “Para os humanos, de Florença”. A ideia do estúdio Riprese Firenze era narrar a cidade vazia através da nostalgia causada pelas estátuas, sozinha nas praças, ruas e pontes da capital da Toscana devido à ausência de turistas e locais.

“Que estranho este silêncio, eu não o percebia há anos, as ruas desertas, as cortinas caídas. Nunca teria pensado em dizer algo assim, mas sinto falta daqueles homenzinhos frágeis”, admitem tristemente as esculturas no início das filmagens.

A escultura de Filippo Brunelleschi recorda os turistas que, antes da crise dos coronavírus, admiravam a cidade do alto da imponente cúpula que criaram para a catedral há exatamente seis séculos.

As estátuas na Plaza de la Signoria central também expressam a sua descrença, como a réplica de David de Michelangelo, o Perseus de bronze que triunfantemente segura a cabeça da Górgona Medusa ou Neptuno e os seus tritões que coroam sua fonte.

O busto do artista Benvenuto Cellini aguarda da Ponte Vecchio o retorno dos amantes e o Grão-Duque Ferdinando I, no seu cavalo, confessa que sente falta das crianças que contam as abelhas que decoram o seu pedestal.

Dante Alighieri recomenda ler poesia e refletir sobre o amor durante o confinamento, porque, segudo ele, quando as pessoas voltarem a andar pelas ruas históricas de Florença, as suas estátuas e a sua imensa herança cultural continuarão lá à espera.

O diretor do vídeo, Matteo Gazzarri, explicou, de acordo com o jornal espanhol ABC, que a sua intenção era “construir uma história para mudar” e aproximar a cidade de todo o mundo neste momento de pandemia.

Florença, cujo centro histórico é património da UNESCO desde 1982, é, na sua opinião, “para todos, florentinos de nascimento ou adoção, tuscanos, italianos e estrangeiros”.

O vídeo despede-se com um desejo: “Veremo-nos em breve”, quando a normalidade começar a estabelecer-se em Itália, um país especialmente atingido pelo coronavírus, com mais de 200 mil infeções e mais de 27 mil mortos.

ZAP //

 

PARTILHAR

RESPONDER

Vulcão, La Palma

O Cumbre Vieja também tem negacionistas. "É tudo orquestrado"

Nos últimos dias, as redes sociais têm-se tornado o palco dos "negacionistas dos vulcões" que defendem que, por trás da erupção do Cumbre Vieja, há mão humana. Nas redes sociais já há negacionistas do vulcão Cumbre …

Selecção da Lituânia falhou os Mundiais porque...chegou atrasada

Per Strand venceu, António Morgado ficou em sexto, mas os ciclistas da Lituânia acabaram por marcar a prova de estrada de juniores, nos Mundiais em Flandres. Per Strand Hagenes é o novo campeão mundial júnior de …

Gil Vicente 1-2 Porto | Dragão canta de galo com dois golaços

Foi sofrer até ao fim. Sérgio Conceição tinha alertado que não seria fácil bater o Gil Vicente e foi isso que ocorreu na noite desta sexta-feira em Barcelos. O FC Porto apenas a um minuto dos …

Na II Guerra Mundial, um erro "humilhante" destruiu dois imponentes navios de guerra da Marinha Real

No dia 10 de dezembro de 1941, os japoneses afundaram os imponentes Prince of Wales e Repulse. A culpa foi do almirante Thomas Phillips que, na sequência de um "erro humilhante", acabou também por falecer. Winston …

O robô Atlas, da Boston Dynamics, faz parkour (e até dá um mortal para trás)

O Atlas é, sobretudo, um projeto de investigação: um robô que ajuda os engenheiros da Boston Dynamics a trabalhar em melhores sistemas de controlo e perceção. O parkour é um verdadeiro desafio para os seres humanos, …

Na Tailândia, um "cemitério" de táxis foi transformado numa horta sobre rodas

Desde pimentos a pepinos, beringelas e até mangericão. Num parque de estacionamento ao ar livre em Banguecoque, os táxis abandonados transformam-se em hortas para alimentar os trabalhadores. A pandemia de covid-19 obrigou os táxis de Banguecoque …

Morreu o "último nazi" canadiano, aos 97 anos

Um ucraniano que serviu como tradutor no regime nazi morreu na quinta-feira na sua casa, em Ontário, no Canadá, encerrando uma luta de décadas para deportá-lo e acusá-lo de cúmplice no assassinato de dezenas de …

No Sri Lanka, elefantes traficados foram resgatados. Mas voltaram às pessoas que os compraram ilegalmente

Um tribunal do Sri Lanka devolveu elefantes resgatados a pessoas influentes que foram acusadas de os terem comprado ilegalmente. Durante alguns anos, elefantes selvagens permaneceram na corda bamba de uma intensa batalha de custódia judicial entre …

Sporting 1-0 Marítimo | Porro volta a decidir de penálti

Que sofrimento! É normal ver os “grandes” dominarem por completo os seus adversários, mas nesta partida entre Sporting e Marítimo, em Alvalade, praticamente só houve uma equipa a atacar e a procurar o golo. Ainda assim, …

A falhar pagamentos e com 260 mil milhões de dívida - como é que a Evergrande chegou até aqui?

A situação da imobiliária chinesa Evergrande, que tem uma dívida maior do que a economia portuguesa, está a deixar o mundo ansioso sobre uma eventual repetição da história da crise de 2008, que começou com …