China prepara “vingança” contra empresas americanas. Apple e Tesla na mira

Thomas Peter / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, com o presidente da China, Xi Jinping

A China anunciou estar a preparar uma lista de empresas, pessoas e organizações “não confiáveis”, no que está a ser visto como uma retaliação pelas sanções impostas pelo governo de Donald Trump à Huawei.

O governo chinês anunciou esta sexta-feira que está a preparar uma lista de empresas, instituições e indivíduos “de pouca confiança – um “aviso sinistro mas vago” que pode ser visto como um sinal de retaliação pelas sanções impostas pelos EUA à gigante tecnológica chinesa Huawei, diz a Associated Press.

Os responsáveis chineses não adiantaram que entidades poderão constar da lista-negra, mas as empresas que aderiram ao boicote norte-americano à Huawei terão lugar garantido.

“As empresas não são de confiança se não cumprirem as regras de mercado, se quebrarem contratos estabelecidos e não respeitarem o espírito dos acordos em vigor com empresas chinesas por motivos não-comerciais”, especificou Gao Feng, porta-voz do Ministério do Comércio chinês.

Medidas adicionais contra os agressores serão anunciadas num futuro próximo”, acrescentou o porta-voz.

“Podemos estar a assistir ao início de um quadro retaliatório de Pequim“, disse à AP Paul Triolo, responsável da consultora de análise de risco Eurasia Group. “Isso pode incluir um conjunto de restrições à exportação de alguns minerais raros essenciais à actividade de certas empresas americanas.

As restrições poderiam afectar em particular os fabricantes norte-americanos de smartphones e veículos eléctricos, fortemente dependentes de minerais raros usados no fabrico de baterias, acrescentou Triolo. Entre as empresas afectadas encontram-se a Apple e Tesla.

Mas as opções da China são limitadas, diz o analista. “Há poucas medidas de retaliação económica que não afectem também fortemente o clima económico da própria China, líder mundial de exportações de minerais raros.

O anúncio do governo chinês surge depois de esta semana os EUA terem alargado o âmbito do cerco lançado à Huawei lançado por Donald Trump no início de maio, que nas últimas semanas escalou para uma guerra comercial entre os dois países, e que os norte-americanos querem ver alastrada aos seus aliados europeus.

Esta sexta-feira, o secretário de Estado Mike Pompeo disse-se preocupado com a capacidade de espionagem a partir de equipamentos e software 5G da Huawei, e avisou os seus aliados europeus de que “mudará o seu comportamento em relação às informações que partilha” se não tomarem medidas contra a empresa chinesa.

“Temos de mudar o nosso comportamento, porque não podemos permitir que informações de cidadãos privados dos EUA ou dados de segurança nacional cruzem redes que não consideramos confiáveis”, explicou o chefe da diplomacia norte-americana.

Os EUA e a China atravessam uma crise diplomática centrada numa guerra comercial que dura há dois anos, que levou a uma escalada de sanções e de aumentos de taxas tarifárias. Recentemente, o Governo norte-americano proibiu empresas norte-americanas de ceder tecnologia à empresa Huawei – colocando a empresa chinesa em desvantagem face aos seus concorrentes no mercado.

ZAP // Lusa / AP

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

O titanossauro mais antigo do mundo foi descoberto na Patagónia

Ninjatitan zapatai viveu há aproximadamente 140 milhões de anos, no início do Cretáceo, na atual Patagónia, na Argentina. Segundo os cientistas, o novo espécime fóssil de tiranossauro pode ser o mais antigo do mundo. Com cerca …

Volvo prepara mudança estratégica e apresenta o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge

A marca de automóveis sueca apresentou o seu novo modelo 100% elétrico: o C40 Recharge. O modelo representa mais um passo no caminho para a eletrificação total da Volvo, já que esta semana a marca …

Benfica 2-0 Estoril | Águia carimba presença na final

O Benfica venceu o Estoril Praia por 2-0, no Estádio da Luz, e apurou-se para a final da Taça de Portugal, a segunda consecutiva do emblema “encarnado”. Os comandados de Jorge Jesus confirmaram a superioridade …

Um reator nuclear pode ajudar a resolver o mistério do desaparecimento de Amelia Earhart

Uma equipa de investigadores da Universidade Estadual da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vai submeter uma folha de alumínio velha e gasta a um feixe de partículas do coração de um reator nuclear na esperança de …

Musk quer criar uma nova cidade no local de lançamento da SpaceX. Vai chamar-se Starbase

O empresário norte-americano Elon Musk está a tentar criar uma nova cidade chamada Starbase nas instalações de lançamento da SpaceX no Texas, nos Estados Unidos. As instalações da SpaceX no Texas estão localizadas em Boca Chica …

Chatbots: A tecnologia que "ressuscita" os mortos é cada vez mais uma realidade

Foi recentemente revelado que em 2017 a Microsoft patenteou um chatbot que, se construído, ressuscitaria digitalmente os mortos. Usando Inteligência Artificial e machine learning, o chatbot proposto traria o nosso ente querido de volta à …

Casal acertou no jackpot de 210 milhões de euros do Euromilhões (mas não registou o boletim)

Dois jovens britânicos pensaram que tinham ganho 182 milhões de libras (cerca de 210 milhões de euros), mas afinal o boletim não tinha sido registado por falta de dinheiro na conta online. Rachel Kennedy, de 19 …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Mulheres portuguesas trabalham mais uma hora e 13 minutos que os homens

As mulheres portuguesas trabalham em cada dia útil mais uma hora e 13 minutos do que os homens, entre trabalho pago e não pago, continuando a ter maior dificuldade em conciliar a profissão com a …

Três sismos acima de 7 na escala de Richter abalam a Nova Zelândia. Autoridades alertam para tsunami

A costa nordeste da Nova Zelândia foi esta quinta feira atingida por três sismos de magnitude acima de 7 na escala de Richter. A proteção civil emitiu um alerta de tsunami após o primeiro terramoto, …