Depois da Huawei, EUA pode alargar lista negra de empresas chinesas

Jim Lo Scalzo / EPA

Depois de os EUA terem colocado a gigante chinesa de telecomunicações Huawei na lista negra do país, Trump pondera agora incluir mais empresas chinesas.

A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China agrava-se e prolonga-se. Depois de Trump ter cortado relações com a Huawei, o presidente americano pondera alargar a lista negra do país a mais empresas chinesas. A notícia foi avançada, esta quarta-feira, pela Bloomberg.

O foco de Trump está nas empresas chinesas de videovigilância, líderes mundiais de mercado, que ao integrarem a lista negra do país, ficarão impedidas de adquirir tecnologia produzida nos Estados Unidos. Em casos particulares, será necessária uma licença especial para as empresas americanas venderem-lhes produtos, explica o Jornal de Negócios.

Ao todo serão cerca de cinco empresas visadas, entre as quais a Hangzhou Hikvision Digital Technology e a Zheijang Dahua Technology. As outras três empresas não foram identificadas por nenhuma das fontes.

No entanto, esta medida não está a ser bem recebida pelos especialistas. “As relações duradouras entre as redes de fornecedores e os ecossistemas globais vão desmoronar”, disse Alex Capri, investigador da Escola de Negócios da Universidade Nacional da Singapura e ex-funcionário da alfândega dos EUA.

“Os mercados vão fragmentar-se e haverá uma dissociação da China e dos EUA em duas cadeias distintas de fornecimento de tecnologia”, acrescentou o especialista.

Para justificar a inclusão da Hangzhou Hikvision na lista negra norte-americana, Trump afastou-se das razões económicas e explicou que se prende com o papel da empresa chinesa na perseguição da minoria muçulmana Uighur na China.

Ainda no mês passado, um artigo do The Guardian, dava conta da utilização da tecnologia da empresa pelo Estado chinês. “A empresa Hikvision anunciou ferramentas que poderiam automatizar a identificação facial de Uighur baseadas em fenótipos fisiológicos”, pode ler-se no artigo.

A ameaça do uso desta tecnologia para espionagem é também uma das preocupações da administração de Donald Trump. Em resposta a estas medidas, Pequim está já a responder, obrigando empresas americanas com atividade na China a cortar planos de investimento ou a transferirem atividade para outros territórios.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Os Estados Unidos sentem-se acossados pelo avanço da tecnologia chinesa e não olham a meios para travar a sua expansão no mercado global, quando na verdade estão a cortar nos próprios dedos. A postura do Trump não é mais que uma reacção de desespero, de quem há pouco tempo defendia um comércio sem interferências governamentais. Na eminência de perder o jogo, agarram-se a todo o tipo de batota, como esta: “Trump afastou-se das razões económicas e explicou que se prende com o papel da empresa chinesa na perseguição da minoria muçulmana Uighur na China”.
    Isto seria um fartote de rir…, se não fosse patético.

  2. Sobre este tema, vejam o documentário que deu na RTP1, “o mundo segundo Xi Ji Ping”.
    Depois pensem bem se querem abraçar a nova ordem mundial preconizada pelo presidente chinês.

RESPONDER

Príncipe italiano vende massa fresca numa roulote nos Estados Unidos

O príncipe italiano Emanuele Filiberto é dono da "Princípe de Veneza", a única roulote que vende massa fresca em Los Angeles, nos Estados Unidos. Harry e Meghan Markle podem bem pôr os olhos neste exemplo de …

Há 140 anos, "choveu" carne nos Estados Unidos (e ainda não se sabe porquê)

Há 140 anos, em 1876, uma quinta no estado norte-americano de Kentucky testemunhou uma "chuva" de carne cuja origem permanece um mistério. Tudo começou quando, em 3 de março de 1876, a mulher do agricultor Allen …

"Posso sempre confiar" nos americanos. Coleção de cartas manuscritas da princesa Diana vai a leilão

Em 25 de junho de 1997, alguns meses antes da morte da princesa Diana em agosto, dezenas dos seus vestidos foram leiloados na Christie's, em Nova Iorque. Agora, algumas das suas cartas manuscritas sobre esse …

Governos desligaram a Internet centenas de vezes em 2019

Dezenas de Governos de todo o mundo desligaram os seus países da Internet de forma intencional mais de 200 vezes durante o ano passado, afetando milhões de utilizadores, revela um novo relatório do grupo de …

Falha de protocolo do Governo americano pode ter ajudado a espalhar o coronavírus

Uma whistleblower do Departamento de Saúde e Serviços Humanos norte-americano defende que uma falha no protocolo de saúde pública pode ter levado à disseminação do coronavírus dentro do país. Uma denunciante do Departamento de Saúde e …

Coronavírus pode fazer com que Liverpool não seja campeão inglês

O Liverpool pode não se sagrar campeão inglês devido ao surto do novo coronavírus. Caso o Governo britânico suspendesse a competição, os 'reds' poderiam não ser considerados campeões. O coronavírus continua a ameaçar o mundo inteiro …

Sissoco Embaló demite primeiro-ministro e ambos falam em "golpe de Estado"

Umaro Sissoco Embaló, candidato às presidenciais dado como vencedor pela Comissão Nacional de Eleições da Guiné- Bissau, e que quinta-feira tomou posse simbolicamente como Presidente do país, demitiu hoje o primeiro-ministro guineense, Aristides Gomes. Num decreto …

"Neve sangrenta" está a cair do céu na Antártida

Nas últimas semanas, o gelo em redor da Base de Pesquisa Vernadsky da Ucrânia foi revestida com o que os investigadores chamam de "neve de framboesa". Uma publicação no Facebook do Ministério da Educação e Ciência …

Face Oculta: Sobrinho de Manuel Godinho diz que não se orgulha do que fez

O sobrinho do sucateiro Manuel Godinho, principal arguido do processo Face Oculta, disse hoje estar arrependido do que fez quando trabalhava para o tio nos negócios da gestão de resíduos. “Não me orgulho nada daquilo que …

Há uma "Greta" que nega as alterações climáticas: Naomi Seibt

Naomi Seibt é uma jovem alemã de 19 anos que é a voz dos negacionistas das alterações climáticas. As comparações com Greta Thunberg são inevitáveis. Greta Thunberg tem sido provavelmente a voz mais ativa no que …