Centeno promete cortar apoio a bancos e a empresas públicas

O Ministério das Finanças, tutelado por Mário Centeno, prometem cortar as “compras de ativos financeiros” no Orçamento de Estado para 2020 (OE2020), ou seja, o cortar o financiamento ao Fundo de Resolução e a empresas públicas.

De acordo com informação atualizada pela agência da dívida pública (IGCP), que reitera os valores submetidos ao Parlamento no OE2020, o Estado garante que vai gastar, em termos líquidos, 3,7 mil milhões de euros com esse tipo de ajudas – menos 34% do que em 2019. Os valores líquidos resultam, de acordo com o Diário de Notícias, da diferença entre os apoios concedidos e os ganhos obtidos no âmbito da concessão da ajuda – como juros e comissões.

Na terça-feira, no Parlamento, foi aprovada uma proposta de alteração do PSD ao OE2020 em mais uma coligação negativa dos partidos da oposição, que obriga o governo a pedir autorização à Assembleia da República se quiser emprestar mais do que o máximo previsto ao Fundo de Resolução para o Novo Banco – 850 milhões de euros.

No caso do Novo Banco, em 2019, registou-se uma forte derrapagem nas necessidades de capital. Mário Centeno desenhou um OE que reservava 400 milhões de euros para o banco, mas a situação da instituição financeira é tão desfavorável, que acabou por exigir um total de 1149 milhões de euros ao Fundo de Resolução.

O Estado colocou o máximo anual possível: 850 milhões de euros. Os outros bancos privados e a Caixa Geral de Depósitos, que são os acionistas do Fundo de Resolução, colocaram o resto – cerca de 299 milhões de euros.

O DN recorda ainda que, no ano passado, o esforço dos contribuintes com os apoios à banca e às empresas públicas aumentou, disparando mais de 51%, até 5,6 mil milhões de euros. Os 792 milhões a mais exigidos pelo Novo Banco ajudaram à subida.

Em 2020, as Finanças preveem canalizar mais 600 milhões de euros para o Novo Banco, mas o banco já começou a dar sinais de que pode precisar de mais dinheiro. No entanto, o limite anual do apoio do Estado é de 850 milhões.

O jornal Público deu conta, recentemente, de que o Estado estaria a estudar ir além dos 850 milhões. Porém, Centeno disse que não havia nada a ser negociado neste momento.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Se há coisa que eu não percebo, é como podem os contribuintes dar 850 milhões (nem que fosse um só milhão) para bancos. Vão trabalhar!!!

    • Pelo simples motivo que se os bancos fossem todos à falência (e não é preciso irem todos, bastava dois ou três dos grandes) e o amigo no dia a seguir não tinha nada para comer à mesa. Sem atividade financeira o país morria de imediato.

RESPONDER

Um dos maiores telescópios do mundo ficou gravemente danificado devido a um cabo partido

O radiotelescópio de Arecibo, um ícone da busca para entender o Universo, sofreu graves danos como resultado do rompimento de um cabo. A causa da quebra e quanto tempo o telescópio demorará a ser consertado …

Pumpkin Island já custou 78 dólares. Agora pode comprá-la por 17 milhões

Se ainda não decidiu onde passar férias fica aqui uma dica: uma ilha privada na costa da Austrália está à venda por 17 milhões de dólares (cerca de 14,5 milhões de euros). A Pumpkin Island …

Desaparecem oito mulheres por dia no Peru, mais três do que antes da pandemia

O número de mulheres desaparecidas no Peru, um fenómeno endémico no país, subiu de cinco por dia, em média, para oito, desde a quarentena decretada para travar a pandemia de covid-19, indicou o provedor de …

EUA já gastaram quase tanto com a covid-19 como com a II Guerra Mundial

Até ao momento, os Estados Unidos da América gastaram quase tanto com a pandemia de covid-19 como gastaram com a II Guerra Mundial. A Segunda Guerra Mundial travou-se entre 1939 e 1945 e deixou milhões de …

Sporting recusou proposta de 32 milhões por Joelson Fernandes

O Sporting CP rejeitou uma proposta de 32 milhões de euros do Arsenal por Joelson Fernandes. Os 'leões' pedem 45 milhões pelo jovem extremo de 17 anos. Continua o leilão pela promessa sportinguista Joelson Fernandes. Depois …

CIA tentou desenvolver um "drone-pássaro" nuclear para espiar a União Soviética na Guerra Fria

Durante a Guerra Fria, a CIA tentou desenvolver um drone nuclear do tamanho de um pássaro para espiar a União Soviética e outros países do bloco comunista. Porém, o projeto nunca foi concluído. De acordo com …

Para combater o desperdício, China acaba com os banquetes tradicionais

Conhecidos pela gastronomia e pelo bom apetite, os chineses terão de adotar a austeridade, invertendo a tradição, que exige que sejam servidos à mesa tantos pratos quantos forem os convidados e mais um. A nova regra …

Com apenas 4 dólares é possível dormir na última Blockbuster. E ainda participa na festa pijama

Já sente saudades de sair de casa para ir alugar um filme e comprar umas pipocas? A última loja da icónica Blockbuster está agora disponível no Airbnb. A antiga loja da cadeia americana pode ser …

Espanha com quase mais 3.000 novos casos. É o maior aumento desde maio

Espanha registou o maior número de infeções de covid-19 desde o final de maio, com 2.935 novos casos nas últimas 24 horas, anunciou o Ministério da Saúde, ressalvando que o balanço inclui dados de Madrid …

Escolas devem reabrir normalmente. Governo preparado para decisões diferentes

As escolas devem reabrir em situação de normalidade e só uma evolução negativa da pandemia levará a decisões contrárias, de maior ou menor alcance, que o Governo disse esta quinta-feira estar preparado para tomar. Na conferência …