CDS critica “espetáculo mediático” e “folclore” na chegada da vacina a Portugal

Francisco Rodrigues dos Santos / Facebook

Francisco Rodrigues dos Santos

A euforia no início da vacinação contra a covid-19 em Portugal foi criticada por Francisco Rodrigues dos Santos, líder do CDS-PP, que salientou que os profissionais de saúde do privado não podem ser tratados como “profissionais de segunda”.

O presidente do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, condenou este domingo aquilo que considerou o “espetáculo mediático” do começo do plano de vacinação contra a covid-19 em Portugal.

“O espetáculo mediático da ministra [Marta Temido] com a chegada da vacina, a juntar ao envio do aviso por telemóvel a todos os portugueses, quando a maioria da população será vacinada apenas daqui a meses e quando ainda há tanto a fazer e que já devia ter sido feito, é irresponsável e induz uma sensação triunfal que é falsa”, afirmou o líder centrista numa nota enviada à comunicação social.

Em declarações à TSF, o responsável político disse que, em vez de “espetáculos mediáticos”, era importante que houvesse “uma verdadeira estratégia de sensibilização da população para que os portugueses possam aderir à vacina no sentido de lhes darmos segurança para podermos atingir imunidade de grupo tão cedo quanto possível”.

“Nesta altura, quando ainda há tanta coisa que falha”, como a identificação das cadeias de transmissão ou a aplicação StayAway Covid, “eu optaria pelo anúncio de que a vacina está disponível, mas com menos folclore, com mais cautelas e outra serenidade”, argumentou.

Apesar de não ser “o fim do vírus”, Rodrigues dos Santos sublinhou que “é um marco de felicidade e de esperança”. “Nem sequer é o princípio do fim. É, talvez, o fim do princípio que nos levará à vitória final. Até lá, separam-nos longos meses de resistência, em que se espera que a nossa administração pública esteja à altura da execução da complexa e gigante operação de vacinação”, rematou.

Francisco Rodrigues dos Santos criticou também o diferente acesso à vacinação por parte de profissionais de saúde do público e do privado. “Não pode ser apenas a ministra do SNS e deve abrir a resposta médica a todo o sistema e à capacidade que está instalada”, criticou, numa referência a Marta Temido.

“Não há, em Portugal, profissionais de saúde de primeira ou de segunda consoante o hospital no qual prestam serviço”, insistiu.

O plano nacional de vacinação contra a covid-19 arrancou este domingo no Hospital de São João, no Porto, com o médico infecciologista António Sarmento a receber pelas mãos da enfermeira Isabel Ribeiro a primeira dose.

O primeiro lote de vacinas, que chegou este sábado a Portugal, será reforçado com a antecipação da entrega de mais 70.200 doses, que têm chegada prevista para esta segunda-feira, elevando o total disponível para administração até ao final do ano para 79.950 vacinas, segundo o Ministério da Saúde.

Liliana Malainho Liliana Malainho, ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Chiquito, tens de formar um partido com o Ventura! Só vocês é que têm tomates para apresentar as verdades a este povo! Muito bem!

RESPONDER

“Não queremos estragar a nossa joia da coroa“. Governo pode limitar acesso da Peneda-Gerês

O Secretário de Estado da Conservação da Natureza concorda com os autarcas, sobre o impacto positivo do turismo para as populações, mas nota que o sucesso do PNPG não pode pôr em causa os valores …

Fome e seca levam milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia

A fome provocada pela seca extrema na província de Cunene, no sul de Angola, está a levar milhares de pessoas a fugir para a Namíbia. "A estiagem provocou a rutura de 'stocks' alimentares das comunidades e …

Governo britânico confirma Portugal na “lista verde” de viagens. Preço das viagens disparou

Portugal vai estar na “lista verde” de países considerados seguros para viajar e isentos de quarentena na chegada a Inglaterra a partir de 17 de maio, anunciou hoje o ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps. Portugal …

Nova Zelândia vai proteger fiorde emblemático de turismo de massas

O Governo da Nova Zelândia anunciou que vai proteger do turismo de massas a paisagem natural do icónico fiorde Milford Sound-Piopiotahi, património mundial na ilha do Sul. O turismo em Milford Sound-Piopiotahi, considerado um dos principais …

Autárquicas são ensaio para o CDS. Nas legislativas, partido pode ser o "PEV do PSD"

Com o CDS a afundar nas sondagens, as legislativas já estão no campo de visão. As autárquicas que se avizinham vão ser um ensaio para os centristas: e se uns dizem que não, os críticos …

“O cenário é caótico“. Greve do SEF provoca ajuntamentos no Aeroporto de Lisboa e Porto

A greve convocada pelo sindicato do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) a decorrer esta sexta-feira está a provocar grandes ajuntamentos nos principais aeroportos do país. A greve de inspetores e funcionários do Serviço de Estrangeiros …

TAP no fim da lista de credores em caso de insolvência da Groundforce

A tensão entre a companhia aérea e a empresa de handling voltou a colocar o cenário de insolvência em cima da mesa. Mas isso pode vir a revelar-se um "calvário" para a TAP. De acordo com …

Governo propõe juízes diferentes nas fases de inquérito e instrução

O Governo enviou uma proposta de lei enviada ao Parlamento que prevê que o magistrado que acompanha uma investigação não possa continuar a intervir no processo após a acusação. O objetivo do Governo, de acordo com …

Alemanha vai vacinar todos os jovens maiores de 12 anos até final de agosto

A Alemanha pretende vacinar contra a covid-19 todos os adolescentes maiores de 12 anos até ao fim de agosto, embora dependa da "luz verde" da Agência Europeia do Medicamento (EMA) para essa faixa etária, disse …

Para combater a pobreza, Governo vai rever Rendimento Social de Inserção

O Governo de António Costa está a preparar uma revisão do Rendimento Social de Inserção (RSI) com o objetivo de reforçar o combate à pobreza em Portugal. O Executivo vai rever as regras de atribuição …