CDS quer baixar em 15% a taxa efetiva média de IRS para todos

José Sena Goulão / Lusa

A presidente do Partido Popular (CDS/PP), Assunção Cristas

O CDS-PP propôs baixar em 15% a taxa efetiva média do IRS até 2023, uma medida que constará do seu programa eleitoral, e que terá efeitos “em particular” para a classe média.

A medida foi anunciada pela presidente do CDS, Assunção Cristas, em conferência de imprensa, na sede do partido, em Lisboa, um dia depois de ter avançado com a ideia de baixar o IRC para 12,5%, no prazo de seis anos, durante o debate, no Parlamento, sobre o estado da nação.

O CDS compromete-se “a baixar em cerca de 15% a taxa efetiva média de IRS até 2023, o que implica baixar em dois pontos percentuais a taxa média efetiva da maioria dos agregados”, lê-se na proposta do grupo de trabalho liderado por Adolfo Mesquita Nunes, encarregado de elaborar o programa eleitoral para as legislativas de 6 de outubro.

“Atingido o equilíbrio orçamental”, os centristas argumentam que depois de contribuírem nos últimos oito anos para a recuperação económica do país, “é hora de devolver às famílias o resultado desse enorme esforço”, de acordo com a proposta do partido, explicada em quatro páginas A4.

O excedente orçamental “é dos portugueses, não do Governo” e “deve estar ao serviço da redução de impostos, não do aumento da despesa”, segundo o CDS que, nos últimos anos, tem defendido uma baixa dos impostos.

A medida, segundo os cálculos do CDS, custará 3,2 mil milhões de euros até 2023 e será financiada com uma verba que “corresponde a 60% do excedente orçamental previsto no Programa de Estabilidade para quatro anos” e não precisa de “qualquer corte de despesa adicional”.

Havendo excedente, argumenta-se ainda, “tem de haver redução dos impostos sobre o rendimento”.

O documento explicativo apresenta a aplicação desta medida em seis casos tipo.

Para um agregado familiar que ganhe mil euros por mês, esta redução do IRS significa uma “poupança média de cerca de 380 euros”, e no caso de um agregado com rendimento de 1.500 euros/mês essa poupança é de 480 euros.

Para quem ganhe mensalmente dois mil euros, a poupança é de 530 euros, de 610 euros para rendimentos de 2.600 euros e de 722 euros para um agregado que ganhe 3.200 euros. Acima desse valor, as famílias “pagarão sempre, em média, uma taxa média efetiva abaixo dos 14%”.

Esta é a sexta medida do programa eleitoral para as legislativas de outubro a ser divulgada pelo CDS, que promete divulgar, nos próximos meses, uma proposta com regularidade semanal ou de dez em dez dias.

A primeira foi propor que os privados e o setor social ajudem a reduzir listas de espera para primeira consulta de especialidade, a segunda um pacote de medidas para defender o contribuinte contra os abusos da Autoridade Tributária, a terceira o alargamento gradual da ADSE a todos e “eliminar discriminações flagrantes” entre o regime dos funcionários públicos e os trabalhadores do privado, a quarta uma adaptação da formação profissional às necessidades da economia e a quinta a criação de um mecanismo de acerto de contas que permita a uma empresa pagar impostos com dinheiro de uma fatura em dívida pelo Estado.

// Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. CDS és tu? Perdeste a tua espinha dorsal?
    Finalmente percebeste com o resultado das europeias que nunca mais vais pôr os coutos no poleiro e então decides que o ultimo reduto é desvirtuar completamente os valores do partido e começar a dar rendimentos em nome de votos populares?
    Ai CDS CDS, travestido de partido de esquerda, o verdadeiro partido populista Português

RESPONDER

Aliança convida partidos “sem cartão dourado” para 36 debates no Youtube

No dia em que os três canais generalistas irão passar em direto o debate entre Rui Rio e António Costa, o partido de Pedro Santana Lopes lançou um convite a todos os partidos sem …

Metro do Porto e Carris reforçam fiscalização

Com a entrada em vigor dos novos passes, Metro do Porto e Carris estão a reforçar a fiscalização para tentarem baixar os números de fraude e garantir que têm o devido retorno financeiro por aderirem …

Bloco de Esquerda quer aumento gradual das pensões mínimas até ao salário mínimo

A líder do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, propôs esta segunda-feira o aumento das pensões mais baixas até ao valor do salário mínimo e defendeu que o rendimento dos filhos não deve contar na atribuição …

Associação Berardo vai contestar arresto de obras de arte

A Associação Coleção Berardo (ACB), proprietária das obras de arte do empresário José Berardo, vai contestar de esta segunda-feira a uma semana o arresto de cerca de 2.200 peças, disse à agência Lusa fonte próxima …

Netanyahu quer anexar "todos os colonatos" na Cisjordânia ocupada

Benjamin Netanyahu afirma que quer "estender a soberania a todos os colonatos", incluindo alguns que sejam importantes para a herança de Israel. Eleições são esta terça-feira. O primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, prometeu esta segunda-feira anexar “todos …

Trump rejeita nova acusação de abuso sexual contra Brett Kavanaugh

O Presidente norte-americano considera que a nova acusação de abuso sexual contra o juiz do Supremo Tribunal dos Estados Unidos é "mentira". Os democratas, por sua vez, pedem que Brett Kavanaugh seja destituído do cargo. De acordo …

Câmara de Cascais quer investir seis milhões de euros no forte onde Salazar caiu da cadeira

A autarquia de Cascais apresentou ao Estado um projeto que passa por dar novo uso ao Forte de Santo António da Barra durante 50 anos. Foi lá que Salazar caiu da cadeira, em 1968. A câmara …

Erros de cálculo que ignoram riscos extremos. Apontadas falhas ao estudo do Aeroporto do Montijo

O geógrafo e investigador Carlos Antunes da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa critica o Estudo de Impacte Ambiental do aeroporto do Montijo, considerando que apresenta erros de cálculo e que não prevê os …

Homem morre em Guimarães. Terá sido picado por uma vespa

Um homem de 32 anos morreu em Guimarães depois de uma possível reação alérgica à picada de uma vespa. A vítima entrou em paragem cardiorrespiratória. Um homem de 32 anos morreu no sábado à noite na …

Taxa de juro do crédito à habitação negativa até 2025

A taxa de juro do crédito à habitação vai ser negativa até cerca de junho de 2025, mais um ano do que o que era esperado em julho. As expectativas de juros mais baixos na zona …