Catedral de Notre Dame em risco de colapsar

Christophe Petit Tesson / EPA

A Catedral de Notre Dame, em Paris, que há oito meses sofreu um incêndio de grandes dimensões, corre o risco de colapsar, alertaram os responsáveis pela reconsideração do edifício histórico do século XII.

“A catedral ainda está em risco”, disse este domingo Jean-Louis Georgelin, que supervisiona os trabalhos de reconstrução, em declarações à emissora francesa CNews.

Segundo o responsável, o teto da catedral pode abater quando forem retirados os andaimes colocados antes do incêndio que consumiu o monumento a 15 de abril.

“Há ainda uma etapa extremamente importante que passa por remover os andaimes construídos em torno do pináculo”, afirmou. O pináculo da catedral, recorde-se, desabou durante o incêndio. Tinha 90 metros de altura e pesava 750 toneladas.

No fim de dezembro, o reitor da Catedral de Notre Dame, dava já conta que os trabalhos de reconstrução não seriam fáceis. O monsenhor Patrick Chauvet estimou que há “50% de probabilidade” de que a estrutura não se salve completamente, uma vez que os andaimes instalados antes do incêndio estão a ameaçar as abóbodas do monumento.

O religioso disse que “o edifício ainda é muito frágil”. As obras da catedral parisiense de 850 anos tentam aliviar os danos causados pelas chamas na estrutura do telhado e na agulha central e levam em conta que as abóbodas são cruciais para manter a enorme estrutura de pedra em pé.

Cerca de 50 mil tubos formaram andaimes que atravessavam a parte de trás do edifício quando o desastre ocorreu e alguns ficaram danificados. Portanto, remover estas peças sem afetar o restante da estrutura é uma das tarefas mais complexas.

“Precisamos remover completamente os andaimes para que o prédio fique seguro.

Provavelmente, em 2021, iniciaremos a restauração da catedral” para “avaliar a condição” da propriedade e decidir “a quantidade de pedras que serão removidas e substituídas”, detalhou Chauvet, em declarações à Associated Press.

O incêndio de abril destruiu todo o telhado da catedral francesa e o enorme pináculo que marcava um dos pontos mais icónicos da paisagem de Paris. Ainda assim, os bombeiros, que demoraram 15 horas a controlar as chamas, conseguiram salvar os principais campanários e muros externos do desmoronamento antes de extinguir o incêndio.

Algumas das principais relíquias do património da catedral, como a Coroa de Espinhos, que terá sido usada por Jesus Cristo na crucificação, foram retiradas a tempo pelo bombeiros. A investigação levada a cabo sobre a origem do incêndio aponta para acidente relacionado com obras que decorriam numa das alas do monumento.

A tragédia de Notre-Dame gerou mensagens de pesar e de solidariedade de chefes de Estado e de Governo de vários países, incluindo Portugal, bem como do Vaticano e da ONU.

O Presidente francês prometeu que a catedral será reconstruida, no prazo de cinco anos.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sudão aprova criminalização da mutilação genital feminina

O Conselho Soberano, a mais alta autoridade do Sudão, aprovou a criminalização da mutilação genital feminina (MGF), uma prática muito antiga que continua generalizada no país, anunciou o Ministério da Justiça. O Conselho Soberano, composto por …

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado polaco venceu a segunda volta das eleições Presidenciais com 51,21% dos votos, derrotando o liberal Rafal Trzaskowski, anunciou, esta segunda-feira, a Comissão Eleitoral. Segundo a Comissão Eleitoral, Andrzej Duda conseguiu a reeleição …

Manifestantes criticam escolha de Macron para o Ministério do Interior. Ministro é acusado de violação

Ativistas dos direitos das mulheres protestaram, em França e no estrangeiro, contra a nomeação do novo ministro do Interior, acusado de violação, e do ministro da Justiça, que ridicularizou o movimento #MeToo. Ativistas dos direitos das …

Cinco meses depois, chefes de diplomacia da UE voltam a reunir-se em Bruxelas

A reunião contempla temas como o impacto da pandemia, a situação na Líbia, Hong Kong e na Venezuela, as relação da União Europeia com a Índia e África e o Processo de Paz do Médio …

Há 12 países que conseguiram escapar à pandemia

Tendo em conta os casos registados e comunicados oficialmente pelas autoridades, há 12 países no mundo que não registam qualquer caso de infeção. Segundo a universidade norte-americana Johns Hopkins, a covid-19 chegou a 188 países, mas, …

"Prisioneira em casa" há 4 meses. Algarvia já fez 14 testes e não se livra do coronavírus

A algarvia Tânia Poço está infectada com o novo coronavírus há quatro meses. Nesta altura, já não tem sintomas de covid-19, mas os testes que tem feito continuam a assinalar a presença do vírus naquele …

Mais duas mortes e 306 novos casos em Portugal

Portugal regista, esta segunda-feira, mais duas mortes e 306 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo. Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS), dos 306 novos casos (aumento de 0,7%), 254 são …

15.299 casos num só dia. Florida bate recorde

Este domingo, o estado norte-americano registou 15.299 casos no espaço de 24 horas. Se a Florida fosse um país, seria o quarto com mais casos de covid-19 em todo o mundo. O estado da Florida, nos …

Partidos de Direita vencem eleições na Galiza e País Basco

As eleições regionais disputadas hoje em Espanha fortaleceram os partidos no poder, com o Partido Popular (direita) a alcançar a quarta maioria absoluta consecutiva na Galiza e o Partido Nacionalista Basco (PNV-centro-direita) a triunfar no …

Processo de sucessão de António Costa "já começou" (e há "coisas muito estranhas" na EDP)

O comentador Luís Marques Mendes disse, no seu habitual espaço de comentário de domingo, que “a guerra da sucessão de António Costa já começou", acrescentando que “os delfins de António Costa andam especialmente ativos“. Para o …