Catalunha pagou três milhões a instituto que diz que Shakespeare era catalão

RafkinsWarning / DeviantArt

William Shakespeare

O Governo da Catalunha pagou três milhões de euros em subsídios a empresas de media com ligações estreitas ao Institut Nova Història (INH), que defende que a História tem sido manipulada para eliminar a contribuição da Catalunha.

O Governo catalão pagou três milhões de euros em subsídios a empresas de media com ligações estreitas a um instituto que afirma que os escritores William Shakespeare e Miguel de Cervantes, assim como o navegador Cristóvão Colombo, entre outros, eram catalães, avançou, esta segunda-feira, o jornal The Guardian.

Os dados foram relevados por Pere Aragonès, vice-presidente da Generalitat, em outubro, no Parlamento, que disse que o pagamento tem sido feito deste 2012 a duas empresas de Albert Codinas, fundador e atual presidente do Institut Nova Història (INH).

O INH é uma fundação cultural, sediada em Barcelona, que defende que a História tem sido sistematicamente manipulada pelo Estado espanhol, desde o século XV, para eliminar a contribuição da Catalunha na História mundial.

Segundo o jornal britânico, Núria Llorach, presidente da Corporação Catalã de Meios Audiovisuais (CCMA), órgão público responsável pelos media catalães, entre os quais a TV3, também revelou que pagou 184 mil euros pelos direitos de exibição de seis documentários do INH.

Estes programas incluem várias alegações, entre as quais que Espanha encobriu o papel dos catalães na descoberta europeia do continente americano; que Miguel de Cervantes escreveu em catalão e teve a sua verdadeira identidade disfarçada pela Inquisição espanhola e ainda que Leonardo da Vinci era, na verdade, catalão.

O jornal inglês destaca o documentário sobre o escritor de “Don Quixote”, por defender a teoria de que o nome do gigante da literatura espanhola era, de facto, Joan Miquel Sirvent, um catalão de Alicante, e que Cervantes e Shakespeare eram a mesma pessoa.

Além de Shakespeare, Cervantes, Colombo e da Vinci, há outros nomes “metidos ao barulho” na teoria da conspiração do INH como, por exemplo, o do teólogo Erasmo de Roterdão, o do explorador Francisco Pizarro e o da Santa Teresa de Ávila.

Em declarações ao The Guardian, Vicent Baydal, professor de história do direito em Valência, afirma que as pessoas por detrás deste instituto “nem sequer são historiadores”. “São pessoas que não têm ideia, que não entendem a metodologia histórica e nem sequer sabem como procurar ou ler documentos históricos”.

No ano passado, Gabriel Rufián, porta-voz do partido pró-independência Esquerra Republicana, já tinha pedido ao Governo regional para que parasse de financiar o INH. “Nenhuma pseudociência ou pseudohistória deve ser financiada com dinheiro público. Nem o terraplanismo, nem o antivacinismo, nem o Institut Nova Història”.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Não “revelaram” que Luís de Camões é, afinal, catalão? É para admirar! Já agora, investiguem-se essas informações recentes de o Brasil ter sido descoberto por uns até agora ignorados espanhóis!

RESPONDER

Arqueólogos desenterram (acidentalmente) ossadas com 800 anos no Peru

Os restos mortais de oito pessoas, com aproximadamente 800 anos de idade e enterrados com alimentos e instrumentos musicais na mesma câmara funerária, foram encontrados ao sul de Lima, no Peru, durante a instalação de …

Marcelo apela ao voto "por memória deste ano e meio que não esqueceremos"

O Presidente da República considerou que votar nas eleições autárquicas é mais importante do que nunca para o país recomeçar a viver e a sair das crises sanitária, económica e social. Este apelo ao voto foi …

Onde e como? Um guia para votar nas eleições autárquicas

As mesas de voto das eleições autárquicas abriram hoje às 08:00 no continente e na Madeira para a escolha dos dirigentes dos municípios e das freguesias para os próximos quatro anos. Nos Açores, as urnas abrem …

Ensino Superior: 33% dos candidatos ficaram de fora. Veja se ficou entre os colocados

Mais de 49 mil novos estudantes entraram agora para o ensino superior, tendo ficado sem colocação 33% dos candidatos à primeira fase do concurso nacional de acesso, revelam dados divulgados hoje pelo Ministério do Ensino …

Pessoas mais pobres são vistas como menos suscetíveis à dor

Um novo estudo indica que os indivíduos de classe baixa são estereotipados como insensíveis à dor física, o que pode impactar os seus cuidados médicos. “As estatísticas de saúde indicam que as pessoas ricas recebem um …

As crianças têm dez vezes mais micro-plásticos nas fezes do que os adultos

Uma equipa de cientistas da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, usou espectrometria de massa para medir os níveis de micro-plásticos compostos de policarbonato (PC) e de polietileno tereftalato (PET) presentes nas fezes crianças …

MIT desenvolve mão robótica insuflável (que devolve o tato aos amputados)

Apesar de haver membros biónicos altamente articulados, concebidos para detetar os sinais musculares residuais e imitar roboticamente os seus movimentos pretendidos, a destreza de alta tecnologia tem um custo muito alto. Recentemente, engenheiros do Massachusetts Institute …

É agora possível os robôs mexerem-se sozinhos, graças a novos polímeros de alta energia

Através do uso de novos polímeros que armazenam mais energia e são depois aquecidos, investigadores da Universidade de Stanford conseguiram colocar manequins a mexer os braços sozinhos. Era ver robots a mexer os braços sozinhos, pelo …

"Poço do Inferno". Espeleólogos encontram serpentes, mas não demónios

No deserto da província de Al-Mahra, no leste do país, um buraco redondo e escuro de 30 metros de largura serve de entrada para uma caverna de cerca de 112 metros. Uma maravilha natural que …

Vitória SC 1-3 Benfica | “Águia” passa tranquila em Guimarães e continua a voar no topo

Naquele que era apontado como o mais duro teste à sua liderança até ao momento, o Benfica passou com relativa tranquilidade em Guimarães. Frente a um Vitória que tentou discutir o jogo de igual para igual …