Carros autónomos chegaram às estradas portuguesas

Esta segunda-feira vão começar os primeiros testes a carros autónomos nas estradas portuguesas. A A9/CREL – Circular Regional Externa de Lisboa -, em Lisboa, servirá de teste para as fabricantes.

Em parceria com a Brisa e o Instituto Pedro Nunes, da Universidade de Coimbra, os testes com carros autónomos decorrem no âmbito do projeto europeu AUTOC-ITS.

O projeto AUTOC-ITS visa desenvolver soluções para veículos autónomos poderem circular nas estradas europeias e o desenvolvimento de serviços colaborativos de transporte inteligente.

Os dois sentidos da CREL, entre os nós da Pontinha (km10) e de Odivelas (km17), terão uma via própria durante os próximos quatro dias e estarão dentro de uma formação de veículos da GNR.

Segundo a Brisa, os testes terão início a meio da manhã e prolongar-se-ão até meio da tarde para evitar as horas de maior congestionamento.

Os testes aos carros autónomos incluem uma série de desafios previamente estipulados. De acordo com o Observador, entre os desafios propostos existem o piso escorregadio, veículos parados ou marcha lenta. Em caso de emergência, um condutor poderá intervir no carro autónomo.

Os carros autónomos terão como objetivo responder adequadamente a cada desafio, superando cada obstáculo em segurança, sem comprometer a segurança de qualquer indivíduo.

Caso este projeto siga em frente, a legislação rodoviária terá de ser modificada. Atualmente, essas leis baseiam-se nas legislações rodoviárias de 1949 e de 1968 que estabelecem que somente veículos com condutor podem circular nas vias.

Ao Dinheiro Vivo, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária afirmou “estar atenta aos necessários ajustes de legislação rodoviária que resultam da condução autónoma”.

Até ao final de 2020, Portugal irá investir 8,35 milhões de euros para colocar os veículos nas estradas a comunicarem entre si e com as infraestruturas.

Bruxelas enviará um apoio financeiro que chegará aos 50% do investimento para apoiar a evolução das estradas portuguesas. O projeto C-Roads irá funcionar em cerca de mil quilómetros da rede de estradas portuguesas.

Os objetivos deste projeto passa por acabar com os mortos nas estradas até 2050, reduzir as filas de trânsito e diminuir as emissões do transporte rodoviário.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

"Sem padrinhos, nem donos". Líder da JP levanta congresso centrista

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou este sábado no congresso centrista, que está a decorrer em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um …

Quando chegaram à Europa pela primeira vez, as batatas eram "hereges"

Os espanhóis foram os primeiros europeus a encontrar batatas na América do Sul nos anos 1530. Porém, quando foram trazidas para o Velho Continente, não foram bem recebidas por todos. Depois de terem sido encontradas pelos …

Ano vai ser "inevitavelmente" de contestação social, avisa CGTP

O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, disse esta sexta-feira que este ano vai ser “inevitavelmente” de contestação social se o Governo e as empresas continuarem a insistir num modelo de baixos salários. O líder da intersindical …

Maior ameaça ao crescimento português vem de Espanha

Diz o ditado popular que de Espanha nem bom vento, nem bom casamento. Mas, na verdade, o crescimento económico do país vizinho tem contribuído para puxar pela economia portuguesa. Agora, quando se prevê um abrandamento …

Cabo Verde esteve sem Internet durante 24 horas

O arquipélago de Cabo Verde voltou a ter acesso à Internet na tarde desta sexta-feira, cerca de 24 horas depois de uma instabilidade provocada por falhas no fornecedor internacional do serviço. O país tinha ficado sem …

Ventura em operação de charme no Porto depois de um atraso muito criticado no Parlamento

O deputado André Ventura, eleito pelo Chega, tem agendada para este sábado uma verdadeira operação de charme no Porto, com encontros com o presidente da Associação Comercial do Porto e com apoiantes do partido. Iniciativas …

Assistente social acusada de maltratar 14 crianças em centro de acolhimento

O Ministério Público (MP) acusa uma mulher de 46 anos, que era assistente social e diretora técnica de um centro de acolhimento na Maia, no distrito do Porto, de maltratar 14 crianças nesta instituição. De …

Marcelo não vê razão de preocupação com empresas portuguesas de Isabel dos Santos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse esta sexta-feira ter sinais de que não há razão para preocupação nos setores económicos e empresas portuguesas nas quais a Isabel dos Santos está a vender …

Mina de lítio em Montalegre. "Impactes negativos minimizáveis” e 370 empregos

O Estudo de Impacte Ambiental (EIA) da concessão de exploração de lítio, em Montalegre, conclui que o projeto possui “impactes negativos” que, no entanto, “não são significativos”, “são minimizáveis” e de “abrangência local”. O EIA do …

Cristas faz o mea culpa e abandona o congresso. Corrida à sucessão faz-se a cinco

O 28.º congresso nacional do CDS arrancou este no Parque de Feiras e Exposições de Aveiro com o discurso da líder demissionária Assunção Cristas, que fez uma espécie de mea culpa e agradeceu aos centristas …