Carlos César: Se o Governo não resolver a crise no SNS, “vai ser complicado justificar-se”

Manuel de Almeida / Lusa

O presidente do PS, Carlos César

O ex-líder da bancada parlamentar do PS diz que o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e a sua degradação são um dos grandes desafios deste Governo.

Convidado no programa “Almoços Grátis”, da TSF, Carlos César abordou aquele que é um dos temas mais preocupantes da atualidade: a degradação do Serviço Nacional de Saúde.

O socialista argumenta que houve um desinvestimento em anos anteriores e aponta os dois grandes problemas com que o Governo se debate neste momento: a gestão de recursos humanos e as listas de espera.

O ex-líder da bancada parlamentar do PS diz que, ou o Governo resolve os problemas na Saúde, ou vai ter muita dificuldade em explicar-se aos portugueses. César admite que este será mesmo “um grande desafio deste Governo”.

Relativamente ao pacto de permanência no Serviço Nacional de Saúde, o socialista diz que este tema se “transformou rapidamente numa imposição que nunca foi apresentada como tal”, admitindo, porém, que o PS é apologista desta estratégia.

“Defendemos o pacto de permanência”, afirma César, explicando que, depois da conclusão da especialização, os médicos devem receber benefícios por esse acordo que não será vinculativo, mas celebrado livremente.

Em julho, o socialista anunciou que não ia voltar a ser candidato a deputado nas eleições legislativas de 6 de outubro, dizendo que esta era uma decisão que estava tomada desde 2015.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Mas o governo não é socialista apoiado pelos partidos de esquerda? Não se tentem desresponsabilizar. Se os partidos de esquerda não investirem no sistema de saúde, etc, etc, etc.

  2. Mais Ética, Honestidade, Altruísmo, Competência e erradicação da Corrupção Generalizada. Veremos que sobrará dinheiro para tudo !!!!……………………… mas que estou eu a dizer ?????….completamente utópico !… Juro que não bebi nada !

RESPONDER

Conselho de disciplina abre inquérito sobre caso do túnel no Jamor

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) abriu um processo de inquérito, esta quinta-feira, para apurar os incidentes noticiados no Belenenses SAD-FC Porto. "Instaurado processo de inquérito, por decisão do presidente do …

Revogada libertação de Franklim Lobo. Narcotraficante fica em prisão preventiva

O Tribunal da Relação de Lisboa (TRL) revogou na quarta-feira a suspensão da medida de prisão preventiva do alegado traficante de droga Franklim Pereira Lobo, num processo autónomo da "Operação Aquiles". Segundo o acórdão da 3.ª …

Desvendados "segredos" e lendas das múmias da Capela dos Ossos em Évora

Investigadores estão a desvendar “segredos” das duas múmias existentes na Capela dos Ossos, em Évora, e concluíram já que os corpos são de uma mulher e de uma menina, o que desmistifica antigas lendas locais. A …

Zâmbia quer abolir pena de morte

A vice-presidente da Zâmbia, Inonge Wina, disse, na terça-feira, em Lusaka, que o Governo está aberto a discutir a possibilidade de abolição da pena de morte, noticiou na quarta-feira a imprensa local. De acordo com o …

Mais milhões para o SNS. "Reforço" serve sobretudo para pagar dívidas, mas não resolve o "buraco"

O anúncio do Governo do "reforço orçamental" no Serviço Nacional de Saúde (SNS) está a ser encarado com desconfiança pelos Sindicatos e entidades representativas dos profissionais de Saúde que alertam que o dinheiro não vai …

Ativistas do Greenpeace pendurados no edifício da União Europeia

Cerca de 30 ativistas do Greenpeace escalaram esta quinta-feira em protesto o edifício da União Europeia, em Bruxelas, onde decorre o Conselho Europeu e será discutido o combate ao aquecimento global. Depois de chegarem num carro …

"Fui muito feliz". Gaitán admite que gostava de voltar ao Benfica

O internacional argentino, que saiu do Benfica há três anos, admitiu em entrevista que gostava de voltar a jogar pelos encarnados. "Claro que gostaria, fui muito feliz no Benfica, senti-me muito confortável no clube. Mas também …

Harvey Weinstein perto de chegar a acordo de 22 milhões de euros com vítimas

O produtor, acusado de vários casos de abusos sexuais a atrizes e funcionárias, terá chegado a um acordo de 22 milhões de euros com 30 atrizes que o processaram. O acordo exige a aprovação do tribunal …

"A minha militância é já longa, nunca tive padrinhos" na política, diz Miguel Pinto Luz

O candidato à liderança do Partido Social Democrata (PSD), Miguel Pinto Luz, disse que o financiamento para a campanha vem de si próprio e de outros militantes. Afirmou que não recusa apoios de quem quer …

Nu num cavalo branco e de saltos altos. Retrato de Emiliano Zapata gera indignação no México

Centenas de manifestantes invadiram o Palácio de Belas Artes do México, na passada terça-feira, por causa de um retrato do general Emiliano Zapata (1879-1919), considerado um herói revolucionário no país. A obra, pintada pelo artista …