/

Buscas por submarino argentino continuam sem sucesso

(dv) Armada Argentina / EFE / EPA

O ARA San Juan tem 65 metros de comprimento e sete de largura. Desapareceu com 44 tripulantes a bordo

As buscas no oceano Atlântico para localizar o submarino militar argentino ARA San Juan, com 44 pessoas a bordo e cujo contacto foi perdido na quarta-feira, continuaram hoje sem sucesso, apesar do reforço do dispositivo.

Na ausência de resultados após uma revista de superfície a cerca de 80% da zona onde o submarino deveria estar, a Marinha argentina preparava-se para uma eventual operação de resgate em profundidade.

“Como não o localizámos à superfície, iremos iniciar em paralelo a busca no fundo” afirmou o chefe da base naval de Mar del Plata, porto de origem do submarino situado 400 quilómetros a sul de Buenos Aires, Gabriel Gonzalez, citado pela agência France Presse.

As buscas foram dificultadas pela má visibilidade, devido ao mau tempo na zona onde o submarino foi localizado pela última vez na quarta-feira, a 430 quilómetros das costas da Patagónia e da Península de Valdés.

As buscas concentram-se numa zona com cerca de 300 quilómetros de diâmetro.

(dv) Armada Argentina / EFE / EPA

Submarino ARA San Juan da Armada Argentina ao largo da costa da Patagónia

O submarino militar argentino, que desapareceu com 44 tripulantes a bordo, reportou pela última vez a sua posição na madrugada de quarta-feira, pelo que, passado algum tempo sem comunicação com o aparelho, a Armada decidiu ativar, na tarde de quinta-feira, o protocolo de busca.

O San Juan encontrava-se a mais de 400 km da costa da Patagónia, no litoral da província de Chubut, quando estabeleceu contacto pela última vez.  O plano de buscas prevê que o submarino se encontre a 430 quilómetros do ponto mais próximo da costa a sudeste da península de Valdés.

As tempestades na região têm dificultado as operações de busca da embarcação desaparecida. Também as estações terrestres do litoral argentino procuram agora possíveis transmissões do submarino.

O ARA San Juan é um dos três submarinos da frota argentina. Fabricado na Alemanha e lançado ao mar em 1983, a embarcação tem 65 metros de comprimento e sete de largura. Entre 2007 e 2014, foi sujeito a intervenções de manutenção que prolongaram o seu uso por mais 30 anos.

  ZAP // Lusa

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.