“Não vou ser infetado e propagar a covid-19”. Burundi anuncia triagem maciça da população

O Governo do Burundi começou esta segunda-feira uma campanha de triagem maciça da covid-19, decisão que demonstra uma alteração das políticas implementadas pelo novo Presidente do país no sentido de combater mais assertivamente a propagação da pandemia.

De acordo com a Associated Press (AP), a campanha denominada “Não vou ser infetado e propagar a covid-19”, na língua kirundi, foi lançada em três centros, no norte, centro e sul de Bujumbura, a maior cidade do país.

A AP também dá conta de que os habitantes desta cidade que participaram no arranque da iniciativa estavam obrigados a utilizar máscaras de proteção individual enquanto participavam na triagem.

O ministro da Saúde do Burundi, Thaddee Ndikumana, explicou que a intenção desta iniciativa é controlar a disseminação da doença provocada pelo novo coronavírus.

“Com esta campanha estamos a trabalhar para providenciar triagem para as pessoas que ainda não a tinham conseguido fazer e achamos que agora é o momento de trabalharmos em conjunto neste problema”, disse o ministro, acrescentando que este “é o desejo do Governo”.

O Burundi registou até esta segunda-feira 191 casos de infeção, segundo o Centro para o Controlo e Prevenção de Doenças de África.

O ex-chefe de Estado do país Pierre Nkurunziza, que morreu no mês passado na sequência de um ataque cardíaco, estava a ser criticado pela falta de respostas à pandemia.

Nkurunziza alegava que a crença de que a proteção divina seria suficiente para proteger a população contra a Covid-19 permitiu a organização de comícios com vista às eleições presidenciais de maio e expulsou o diretor da Organização Mundial da Saúde (OMS) no país por ter criticado as medidas implementadas pelo Governo do Burundi no combate à doença.

Várias organizações não-governamentais esperavam que o novo Presidente, Evariste Ndayisimiye, aliado de Nkurunziza, implementasse novas medidas para mitigar a propagação do SARS-CoV-2, mas, nas três semanas que sucederam à tomada de posse, não houve quaisquer sinais de um aumento do distanciamento físico ou da utilização de equipamentos de proteção individual.

Contudo, na última semana, o chefe de Estado do Burundi classificou a pandemia como “o pior inimigo” do país e anunciou medidas para mitigar a propagação da pandemia.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 535 mil mortos e infetou mais de 11,52 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em África, há 11.408 mortos confirmados em mais de 480 mil infetados em 54 países, segundo as estatísticas mais recentes sobre a pandemia naquele continente.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo dá sete milhões às escolas para compra de material de proteção

O Ministério da Educação disponibilizou cerca de sete milhões de euros para as escolas comprarem máscaras e outros materiais e equipamentos de proteção individual contra a covid-19. Concretamente no que respeita às máscaras, o Ministério da …

Internamentos voltam a descer. Portugal regista 949 novos casos e 28 mortes

Portugal registou esta sexta-feira 949 novos casos de infeção por covid-19 e mais 28 mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde, nas …

Papa inicia hoje visita ao Iraque como "peregrino da paz"

O Papa Francisco inicia hoje uma visita de quatro dias ao Iraque, a primeira de um papa a um país muçulmano de maioria xiita, numa missão em que se apresenta como "peregrino da paz". "Venho como …

Novo Banco. Carlos Costa pede para ser ouvido por videoconferência devido à sua idade e saúde

O ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Carlos Costa, pediu à comissão de inquérito sobre o Novo Banco para ser ouvido remotamente, por videoconferência, devido à sua idade e fragilidades de saúde, segundo informação enviada …

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês já está traçado

O futuro dos 28 arguidos da Operação Marquês, incluindo o do antigo primeiro-ministro José Sócrates e o do banqueiro Ricardo Salgado, está decidido. Uma fonte judicial adiantou ao Expresso que só o juiz Ivo Rosa conhece …

Portugal "não está livre de uma quarta vaga" de contágios quando desconfinar

Na quarta-feira, Graça Freitas admitiu que Portugal pode voltar a enfrentar uma nova vaga da pandemia de covid-19 nos próximos meses. O epidemiologista Manuel Carmo Gomes repete o alerta da diretora-geral da Saúde. Portugal pode enfrentar …

PCP propõe estender moratórias por seis meses. BE quer ouvir Centeno

O PCP quer estender as moratórias bancárias, que vão terminar dentro de algumas semanas, por seis meses. O Bloco de Esquerda entregou um requerimento, com carácter de urgência, para ouvir o Governador do Banco de …

Plano de desconfinamento tem várias velocidades, mas não tem datas

O primeiro esboço do plano de desconfinamento já chegou a São Bento e será apresentado na reunião do Infarmed, marcada para a próxima segunda-feira. A equipa de peritos - liderada por Óscar Felgueiras, da ARS/Norte, e …

A Islândia foi atingida por 17 mil terramotos na semana passada (e uma erupção pode estar iminente)

Mesmo para uma ilha vulcânica acostumada a tremores ocasionais, esta foi uma semana incomum para a Islândia. De acordo com o Escritório Meteorológico da Islândia, cerca de 17 mil terramotos atingiram a região sudoeste de …

Átomo extinto revela segredos da infância do Sistema Solar

Usando o átomo extinto nióbio-92, uma equipa de investigadores da ETH Zurich, na Suíça, conseguiu explicar eventos do início do sistema solar com a maior precisão de sempre. Se um átomo de um elemento químico tiver um …