Britânicos e alemães com escolas sob suspeita na transmissão da covid-19

Paulo Novais / Lusa

Enquanto o sul da Europa quer manter o ensino presencial, estudos de cientistas britânicos divulgados em dezembro mostraram uma clara relação entre as taxas de infeção entre os alunos e pessoal das escolas e as da comunidade.

Um desses trabalhos é o Estudo de Infeção nas Escolas, realizado pela Public Health England (equivalente à Direcção-Geral da Saúde), o Instituto Nacional de Estatísticas britânico e a Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, que testou dez mil estudantes e pessoal de escolas em Inglaterra em novembro, concluindo que 1,24% dos alunos e 1,29% dos funcionários tinham um teste positivo, noticiou no domingo o Público.

Um outro estudo revelava que 1,2% da população de Inglaterra tinha sido infetada na semana de 08 a 14 de novembro.

O Grupo de Aconselhamento Científico para Emergências (SAGE) baseou-se nesses dois estudos para não reabrir a maioria das escolas após as férias do Natal, de forma a controlar a epidemia. Depois veio o confinamento geral, com o Serviço Nacional de Saúde britânico sobrelotado.

Os dados da última semana mostraram uma redução do número de casos entre as crianças em idade escolar e nos adultos de 35 a 49 anos no Reino Unido, com a maior parte do ensino à distância. Creches e jardins-de-infância continuam a funcionar normalmente.

O encerramento das escolas foi incluído nas medidas impostas pela Alemanha a partir de 13 de dezembro, com a creches, escolas e lojas não essenciais encerradas até 31 de janeiro, e os deslocamentos limitados a um raio de 15 quilómetros do domicílio.

Um estudo alemão, do Centro de Investigação da Saúde Ambiental, mostrou que as infeções são seis vezes mais frequentes do que se pensava até agora.

Um estudo da Universidade de Viena, na Áustria, divulgado a 04 de janeiro, revelou que havia uma criança infetada e sem sintomas em cada três a quatro das turmas que estudaram, concluindo que estas  deviam ser testadas mais frequentemente.

Na Áustria, o ensino é à distância desde 07 e até 15 de janeiro. O ministro da Educação, Heinz Fassmann, anunciou que, para regressar ao ensino presencial, as crianças vão ser testadas, nas escolas ou em casa.

Espanha, França e Itália têm mantido as escolas abertas, sem alterações ao protocolo sanitário. No sul de Itália, porém, as escolas só devem reabrir no fim desta semana, início da próxima. O ensino superior só regressará a partir desta segunda-feira (com 50% do ensino em formato presencial), também com variações regionais.

Em Portugal, contudo, o novo confinamento geral que começa na quinta-feira deverá manter as escolas abertas.

Taísa Pagno //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Em Portugal a explicação que dão é que as escolas NÃO são um vector de transmissão só porque sim. Alguém alguma vez ouviu alguém dar qualquer razão científica para tal? E já agora, onde se meteu Tiago Brandão Rodrigues?

RESPONDER

Bezos e Branson não são astronautas, clarifica Administração da Aviação norte-americana

Dúvida instalou-se depois dos voos que levaram os dois bilionários ao espaço. Novas diretrizes da Administração Federal de Aviação vêm esclarecer.  Após os voos que os tornaram nos primeiros turistas espaciais, Jeff Bezos e Richard Branson …

Soldados afegãos buscam refúgio no Paquistão após perderem postos na fronteira

Quase meia centena de soldados afegãos buscaram asilo no Paquistão após perderem para os Talibãs o controle das posições militares na fronteira, informou o exército paquistanês esta segunda-feira. Centenas de soldados do exército afegão e oficiais …

Portugal ultrapassa Estados Unidos em população com vacinação completa

EUA vivem atualmente um planalto no seu processo de vacinação, com pouco mais de meio milhão de cidadãos a serem vacinados diariamente. Desaceleração no ritmo de inoculações é atribuída a motivações pessoais da população e …

Mulher que vestia camisola com capa do Charlie Hebdo ferida em Londres

Uma mulher que vestia uma camisola estampada com uma capa da revista satírica francesa Charlie Hebdo foi ferida levemente com arma branca no domingo em Hyde Park, em Londres, informou a polícia, que pediu colaboração …

Novo Banco. Comissão de inquérito aprova que resolução do BES foi "fraude política"

A comissão de inquérito ao Novo Banco aprovou uma proposta do PCP de alteração ao relatório referindo que a resolução do BES e a sua capitalização inicial, de 4.900 milhões de euros, foi "uma fraude …

BCP prevê saída de mais de 800 trabalhadores e admite despedimento coletivo

O presidente do BCP disse esta segunda-feira que deverão sair do banco mais de 800 trabalhadores, abaixo da meta inicial de 1.000, mas que depende dos funcionários que aceitarem rescindir e mantém a possibilidade de …

Jogos Olímpicos. Ouro e prata para atletas de...13 anos

Pódio muito jovem na estreia do skate feminino. A espreitar o pódio ficou uma norte-americana com quase o triplo da idade. O skate está a "viver" os seus primeiros dias na história dos Jogos Olímpicos. Inserido …

SEF e PSP reforçam fiscalização às regras aplicáveis nas viagens de avião

O SEF e a PSP reforçaram a fiscalização nos aeroportos às regras do tráfego aéreo devido às variantes de covid-19 e ao aumento do número de voos previsto para as próximas semanas, segundo um despacho …

Ramalho Eanes defende que Otelo "tem direito a lugar de proeminência" na História

O ex-presidente da República Ramalho Eanes defendeu esta segunda-feira que Otelo Saraiva de Carvalho, falecido no domingo, tem direito a um "lugar de proeminência histórica", apesar "da autoria" do que considerou "desvios políticos perversos, de …

Hidilyn Diaz dá primeira medalha de ouro de sempre às Filipinas

A filipina Hidilyn Diaz deu esta segunda-feira a primeira medalha de ouro de sempre ao seu país em Jogos Olímpicos, ao conquistar a categoria de -55 kg de halterofilismo em Tóquio2020. Depois de ter sido segunda …