Boris quer milhões de testes diários e limita ajuntamentos a 6 pessoas

number10gov / Flickr

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson

O Reino Unido quer, num “futuro próximo”, processar milhões de testes à Covid-19 por dia para permitir o funcionamento normal dos locais de trabalho, espetáculos e eventos desportivos e reduzir o período de quarentena, afirmou o primeiro-ministro britânico.

Boris Johnson disse que o Governo britânico tem um plano para implementar “testes em massa”, que sejam “simples, rápidos e escaláveis” e que produzam resultados em entre 20 e 90 minutos. “No futuro próximo, esperamos começar a usar testes para identificar pessoas que são negativos, que não têm coronavírus e não são contagiosas, para que possam comportar-se de forma mais normal sabendo que não podem infetar ninguém com o vírus”, afirmou.

Segundo o primeiro-ministro, o objetivo é processar milhões de testes diariamente para permitir às pessoas “fazerem vidas mais normais sem a necessidade de distanciamento social”, por exemplo em teatros e recintos desportivos, que poderão testar os espetadores e deixar entrar aqueles com resultado negativo.

Dados desta quarta-feira indicam que o país tem capacidade para realizar 370 mil testes, mas só processou cerca de 175.700, tendo nos últimos dias sido noticiados constrangimentos no sistema.

Johnson falava numa conferência de imprensa de anúncio das novas restrições em Inglaterra, que passam a proibir ajuntamentos de mais de seis pessoas em espaços interiores ou exteriores, com exceção para escolas, locais de trabalho e casamentos, funerais ou eventos desportivos que respeitem as medidas de segurança para reduzir o risco de infeção.

A partir de segunda-feira, 14 de setembro, qualquer pessoa que viole a lei incorre numa multa de 100 libras (110 euros) e se reincidir pode ir até 3.200 libras (3.500 euros).

Bares e restaurantes vão também ser obrigados a recolher os dados pessoais dos clientes para poderem disponibilizar ao sistema de rastreamento. Esta é a primeira vez que são impostas restrições a nível nacional desde que o confinamento decretado em março começou a ser levantado, em maio, e reflete a preocupação do governo com o agravamento da situação epidémica e o receio de uma nova vaga da pandemia Covid-19.

Nos últimos meses, as autoridades britânicas têm procurado combater surtos com restrições locais, nomeadamente em cidades e regiões na Escócia e País de Gales, norte e centro de Inglaterra. Nos últimos sete dias, foram registadas mais de 15 mil novas infeções, a maioria das quais de pessoas com idades entre 10 e 29 anos.

Até agora, era possível a dois agregados familiares de qualquer tamanho reunirem-se em espaços fechados ou ao ar livre, ou ajuntamentos de até seis pessoas de diferentes famílias ao ar livre, mas a polícia não tinha poderes para impedir ajuntamentos até 30 pessoas.

As regras variam dentro do Reino Unido devido à autonomia das diferentes nações, pelo que, por exemplo, na Escócia são autorizados encontros de até oito pessoas de três famílias diferentes em espaços fechados, na Irlanda do Norte estão limitados a seis pessoas de duas famílias, mas no País de Gales podem ir até quatro famílias.

Até esta quarta-feira, o Reino Unido registou 41.594 mortes e 355.219 casos de infeção desde o início da pandemia Covid-19, o maior número de mortos na Europa e o quinto a nível mundial, atrás dos EUA, Brasil, Índia e México.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, cientistas viram chimpanzés a matar gorilas

Investigadores testemunharam, pela primeira vez, chimpanzés e gorilas a lutar entre si, confrontos esses que provocaram a morte de alguns deles. De acordo com o site Science Alert, as duas disputas foram observadas no Parque Nacional …

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …