“Estejam atentos”. Bolton dá a entender que pode fazer revelações sobre Trump

Gage Skidmore / Flickr

Gage Skidmore

John Bolton, ex-conselheiro nacional de segurança de Donald Trump

John Bolton, o ex-assessor de Segurança Nacional do Presidente norte-americano, recuperou esta sexta-feira o controlo da sua conta na rede social Twitter e deu a entender que poderia usá-la para revelar informação sobre Donald Trump, com um misterioso “estejam atentos”.

O regresso à Twitter de Bolton, despedido em setembro por Trump, deu muito que falar, porque os democratas estão há semanas a procurar que deponha na investigação que pode levar a um processo de destituição do líder norte-americano.

A saída de John Bolton ocorre quando Donald Trump procura aberturas diplomáticas com dois dos inimigos mais intratáveis ​​dos Estados Unidos, esforços que são divergentes das ideias de pessoas como Bolton, que vê a Coreia do Norte e o Irão como não confiáveis.

John Bolton trabalhou como advogado, colaborador da Fox News e membro do conservador American Enterprise Institute nos últimos anos desde que atuou como representante do presidente George W. Bush na ONU em 2005-2006. Bolton estava no cargo desde abril de 2018.

O despedimento de John Bolton acontece no meio das divergências fundamentais sobre como lidar com grandes desafios de política externa como o Irão, a Coreia do Norte e o Afeganistão.

Os democratas acreditam que o ex-assessor pode ter informação chave para esclarecer o caso das pressões sobre a Ucrânia feitas pelo inquilino da Casa Branca.

O Presidente norte-americano foi acusado de pressionar o homólogo ucraniano, Volodymyr Zelensky, a investigar o seu rival político e ex-vice-Presidente Joe Biden.

Esta chamada, cuja transcrição foi revelada na última semana após a queixa de um denunciante, levou os democratas a darem início a um processo de impeachment presidencial. Na segunda-feira, o advogado pessoal de Trump, Rudy Giuliani, recebeu uma intimação relacionada com os seus contactos com as autoridades ucranianas.

Mais tarde, o Governo australiano confirmou que houve uma segunda chamada, em que Donald Trump pressionou o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, para que este o ajudasse a descredibilizar a investigação do procurador especial Robert Mueller. O governo australiano confirmou que a chamada aconteceu e que o primeiro-ministro concordou em ajudar.

A Casa Branca restringiu o acesso à transcrição da conversa telefónica entre o Presidente dos EUA e o primeiro-ministro da Austrália a um pequeno grupo de assessores. A decisão é invulgar mas semelhante à que foi tomada no caso da chamada com o Presidente da Ucrânia.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Em tempos difíceis, alguns dinossauros tornaram-se canibais

Um novo estudo sugere que os alossauros, grandes predadores do Jurássico, poderiam tornar-se canibais em tempos de escassez de alimentos. De acordo com o site Science Alert, não é fácil encontrar marcas de dentes de dinossauros …

Praias, cafés e espetáculos. Países mais afetados pela pandemia começam a aliviar planos de emergência

Numa altura em que a pandemia parece começar a dar tréguas e com o verão a aproximar-se no hemisfério norte, dezenas de países reabrem esta segunda-feira atividades económicas, de lazer e culturais após as restrições …

Costa, Ferro, Medina e 85% dos socialistas querem que Marcelo continue em Belém

Cerca de 85% dos socialistas querem que Marcelo Rebelo de Sousa continue na Presidência da República para um segundo mandato, revela uma sondagem da Pitagórica para o Jornal de Notícias e TSF. A seis meses …

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade

Um terço das mulheres europeias herdou um gene neandertal favorável à fertilidade, sugere uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Max Planck, na Alemanha, e do Instituto Karolinska, na Suécia. Em causa está …

Combater a pobreza energética até 2040 custa 384 milhões por ano

Pela primeira vez, o Governo sabe quanto seria preciso investir para combater a pobreza energética até 2040: 7.671 milhões de euros  – o equivalente a 384 milhões de euros por ano. De acordo com o jornal …

Trump classifica movimento antifascista como organização terrorista

O Presidente norte-americano anunciou que vai classificar o movimento ANTIFA (antifascistas) como organização terrorista, e culpou os média por “fomentarem o ódio e anarquia” na onda de protestos contra a violência policial. “Os Estados Unidos da …

Megaoperação em Loures. PSP e PJ cercam bairro da Quinta da Fonte e detém nove pessoas

A Unidade Especial da Polícia de Segurança Pública (PSP) e a Polícia Judiciária (PJ) estão, esta segunda-feira, desde antes das 7h, a fazer uma megaoperação no Bairro Quinta da Fonte, em Loures. Segundo avança a TVI24, …

Cientistas podem ter descoberto onde vive o stress no cérebro humano

Onde é que os sentimentos negativos, como a pressão e a ansiedade, existem no nosso cérebro? Cientistas da Universidade de Yale, nos Estados Unidos, tentaram encontrar a resposta. Estudos anteriores indicam que os sentimentos subjetivos ou …

A atmosfera de Marte está a escapar para o Espaço (e já se sabe quem é o culpado)

Marte pode já ter sido um planeta habitável mas, ao longo de milhares de milhões de anos, a sua atmosfera escapou para o Espaço. Os cientistas mapearam as correntes elétricas na atmosfera marciana que podem …

Júpiter é tão grande que o nosso Sistema Solar quase teve dois sóis

O nosso Sistema Solar tem apenas uma estrela e uma série de planetas relativamente pequenos. No entanto, Júpiter esteve muito perto de se tornar o irmão mais pequeno do Sol. Júpiter é, de longe, o maior …