Impeachment de Trump. Novas provas, testemunhas e teorias da conspiração

Saul Loeb / EPA

William Taylor ouvido no primeiro dia de audiências do impeachment a Donald Trump.

No primeiro dia de audiência do processo de impeachment a Donald Trump, as principais testemunhas foram ouvidas, foram apresentadas novas provas e ficou reforçada a ideia de que Trump usou as relações diplomáticas para atacar adversários políticos.

Esta quarta-feira ficou marcada pelo primeiro dia de audições da fase inicial do processo de impeachment ao presidente norte-americano, Donald Trump. Foram ouvidas as primeiras testemunhas, que acusam Trump de pressionar a Ucrânia para ajudá-lo a ganhar as eleições.

Como seria de esperar, foram fornecidos novos detalhes na acusação a Donald Trump. De acordo com o New York Times, William B. Taylor Jr., o principal diplomata americano na Ucrânia, falou de como a preocupação de Trump em investigar o antigo vice-presidente Joe Biden e a sua família afetou as suas ações em relação à Ucrânia.

Pelo que o diplomata deu a entender, o presidente norte-americano terá usado as ligações de Estado para tentar atacar adversários políticos. Taylor terá ainda ouvido uma conversa telefónica em que Trump menciona as investigações a Biden enquanto falava com Gordon D. Sondland, o embaixador dos EUA na União Europeia. Nessa conversa, foi dito a Trump que os ucranianos estavam preparados para “seguir em frente” com a investigação.

Esta foi a primeira vez que Taylor mencionou esta conversa, já que em declarações passadas não estava ciente disso. Contudo, aquilo que disse esta quarta-feira corrobora a ideia de que Trump condicionou “tudo” sobre o relacionamento dos EUA com a Ucrânia — incluindo a ajuda militar ao país europeu e a reunião com o presidente ucraniano Volodymyr Zelenskiy.

Apesar de Donald Trump garantir que estava a combater a corrupção na Ucrânia, George Kent, alto funcionário do Departamento de Estado, garante que o líder norte-americano estava a tentar “encontrar podres” de um dos seus rivais políticos. Kent também disse ter percebido que o advogado de Donald Trump, Rudy Giuliani, tinha feito esforços para pressionar Zelenskiy a investigar adversários políticos do presidente americano.

Além disso, segundo a CNN, Taylor defende que não havia razões aparentes para Trump segurar o apoio militar aos ucranianos.

Marie L. Yovanovitch, antiga embaixadora americana na Ucrânia, também foi ouvida pelo Congresso. “Fala-se muito sobre o filho de Biden, que Biden interrompeu a acusação, e muitas pessoas querem descobrir isso. Portanto, o que você conseguir com o procurador-geral seria espetacular”, terá dito Trump a Zelenskiy, segundo a ex-diplomata afastada por alegadamente ter estado envolvida num escândalo relacionado com a campanha de Clinton na Ucrânia.

Devin Nunes, deputado pela Califórnia, e o principal republicano no comité, mencionou no seu discurso teorias da conspiração sobre Trump e a Rússia, e sobre a Fusion GPS, a empresa de inteligência comercial e pesquisa estratégica usada pela oposição.

O deputado republicano defende que os democratas foram responsáveis por um conluio com a Ucrânia para que esta se intrometesse nas eleições presidenciais de 2016 para derrotar Trump.

Outros republicanos saíram em defesa do atual presidente, realçando que nenhuma das principais testemunhas ouvidas teve uma conversa em primeira mão com Donald Trump.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Lá vamos nós outra vez. Depois de quase 3 anos com conspirações sobre a interferência russa nas eleições, que foi vergonhosamente desmentida, e digna de umas poucas manchetes, surge agora o caso Ucrânia. O único facto sabido e confirmado, é que Biden, antigo vice-presidente de Obama, pressionou e chantajou o governo ucraniano para despedir um Procurador ucraniano que investigava a empresa ucraniana que contratou o seu filho, Hunter Biden. Aparentemente, este caso de corrupção e abuso de poder, confirmado pelo próprio Biden que estupidamente se gabou em público de ter feito isto, não é notícia! Foi sobre este caso que Trump questionou o presidente da Ucrânia. Isto anda tudo trocado. Agora o corrupto e criminoso é Trump, pois claro, outra vez.
    A única forma de impedir a reeleição de Trump em 2020, é inventar escândalos e contaminar a opinião pública, incluindo este impeachment que se sabe não vai dar em nada, tal como o caso Rússia.

    • 100% correto! Trump não é corrupto nem recebe dinheiros de ninguém, não é vendido e é isso que lhes trama.
      Não se preocupe, cada vez que falam, esses democratas corruptos dão tiros nos pés. Nem os eleitores democratas acreditam já neles, até têm vergonha!… Mas os media não falam nisso. Porque não falam? Procure por Project Veritas e veja o excelente trabalho de investigação que fazem!
      Juíza Jeanine Pirro, vale a pena ouvi-la. Steve Pieczenik também.

RESPONDER

Cientistas criam massa que muda de formato assim que entra em contacto com a água

Da penne à fusilli: as pessoas adoram massas pelos seus formatos. Agora, uma equipa de cientistas liderada pelo Morphing Matter Lab da Carnegie Mellon University está a desenvolver massas planas que se transformam em formas …

Australiana fez uma cirurgia para remover as amígdalas (e acordou com um sotaque irlandês)

No dia 19 de abril, Angie Mcyen foi submetida a uma cirurgia para remover as amígdalas, um procedimento bastante simples que demorou apenas meia hora. Uns dias depois, acordou e apercebeu-se de que tinha um …

“Foi o crime do século“. Museu Britânico mostra o impacto do assassinato de Thomas Becket na Europa

Thomas Becket foi abatido dentro da Catedral de Cantuária por cavaleiros da comitiva do rei Henrique II. O assassinato, em 1170, causou ondas de choque em toda a Inglaterra. Agora, o religioso será recordado através …

Na Índia, ser-se rico ou pobre pode fazer a diferença no acesso à vacina

A Índia enfrenta uma grave escassez de vacinas contra a covid-19. Até ao momento, só 2,5% da população recebeu ambas as doses, enquanto 10% recebeu uma. Na Índia, as pessoas que vivem em cidades com fácil …

Ilha italiana torna-se "covid-free" e mostra-se pronta para receber turistas de todo o mundo

Numa altura em que vários países da Europa já começam a planear a abertura ao turismo de forma intensiva, há regiões que mostram já estar um passo à frente. É o caso da ilha de …

Política chinesa torna uigures reféns nas suas próprias casas

A China introduziu, em 2016, uma política de parentesco para promover a harmonia nacional e a unidade étnica, levando a que desde então mais de 1,1 milhões de funcionários do Estado ocupassem periodicamente as casas …

O palco de um dos maiores contos britânicos de sempre vai transformar-se num hostel

A Irlanda aprovou uma proposta para converter num hostel um dos pontos de referência de James Joyce mais icónicos de Dublin. O irlandês James Joyce é um dos maiores escritores da literatura britânica, sendo autor de …

Liz Cheney é a cara da oposição ao "trumpismo" no Partido Republicano

Esta quarta-feira, e depois de ter criticado o antigo Presidente dos Estados Unidos, a congressista Liz Cheney foi afastada de um cargo de liderança no Partido Republicano. Na noite desta terça-feira, e pouco antes de …

SC Braga punido com dois jogos à porta fechada por falta de habilitações de Custódio

O Sporting de Braga foi punido com dois jogos de interdição do seu estádio, após queixa da Associação Nacional de Treinadores de Futebol (ANTF), devido à falta de habilitações de Custódio, anunciou o Conselho de …

Marinha dos EUA faz apreensão de armas ilícitas no Mar da Arábia

A Marinha dos Estados Unidos apreendeu um carregamento ilícito de armas no Mar da Arábia, anunciou a Quinta Frota da Marinha americana. A apreensão do arsenal foi feita pelo navio USS Monterey na passada quinta-feira, dia …