Transcrição revela que Trump pediu ao Presidente ucraniano para investigar Joe Biden

Pete Marovich / POOL / EPA

A Casa Branca divulgou, esta quarta-feira, as notas da conversa telefónica entre Donald Trump com o seu homólogo ucraniano, Volodymyr Zelenski.

Dito e feito. Donald Trump tinha autorizado que fossem reveladas as transcrições da chamada por telefone que teve com o Presidente Volodymyr Zelenski e, agora, a Casa Branca divulgou as notas dessa conversa, tida no passado dia 25 de julho.

O chefe de Estado norte-americano insistiu com Zelenski para que iniciasse uma investigação por suspeitas de corrupção ao ex-vice-Presidente de Obama e agora candidato às Presidenciais 2020, Joe Biden, e a ao seu filho Hunter Biden, avança o Público.

De acordo com o jornal, Hunter Biden foi contratado pela empresa ucraniana Burisma, de extração e produção de gás, e Joe Biden, quando era o principal interlocutor da Casa Branca na Ucrânia, incentivou o Governo de Kiev a libertar-se da dependência energética em relação a Moscovo. Trump também terá lançado dúvidas sobre o papel do ex-vice no afastamento de um ex-procurador-geral ucraniano.

“Fala-se muito do filho do Biden, que Biden travou a investigação e há muitas pessoas que querem descobrir o que aconteceu. Por isso, tudo o que puder fazer para ajudar o procurador-geral seria ótimo. Biden andou a vangloriar-se que travou a investigação, por isso seria ótimo se pudesse investigar”, pode ler-se no resumo da conversa agora divulgado pela Casa Branca.

Segundo o semanário Expresso, Trump também pediu a Zelensky para entrar em contacto com o seu advogado pessoal, Rudolph Giuliani, e com o procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr.

Os democratas anunciaram, esta terça-feira, que iniciaram formalmente o processo de ‘impeachment’ (destituição) do Presidente norte-americano. Em causa está precisamente a pressão de Trump junto do Presidente Zelenski para que investigasse a empresa do filho de Biden neste país do leste europeu, em troca de financiamento e apoio militar.

Durante a conversa telefónica, Trump não fez qualquer referência ao pacote de ajuda financeira à Ucrânia de 250 milhões de dólares, cerca de 226 milhões de euros, que tinha sido suspenso uns dias antes.

Para o afastamento ser confirmado seria preciso que dois terços dos senadores votassem nesse sentido, algo que implicaria que 20 republicanos votassem contra o Presidente. Trump já considerou que o anuncio dos democratas não é nada mais do que uma “caça às bruxas”.

Em declarações aos jornalistas, esta quarta-feira, o Presidente ucraniano negou que Trump o tenha pressionado, afirmando que a única pessoa que o consegue pressionar é o seu filho de seis anos.

A mim ninguém me pressiona porque sou o Presidente de um país independente. A única pessoa que me pode pressionar é o meu filho, que tem seis anos”.

Em toda a história dos EUA, nunca houve um Presidente destituído. Apenas dois chefes de Estado enfrentaram esta medida — Bill Clinton em 1998 e Andrew Johnson em 1868 — tendo ambos sido absolvidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Veneno de tarântula pode ser benéfico no tratamento de dores viscerais

Uma equipa de investigadores australianos identificou dois peptídeos do veneno da tarântula, que podem ajudar a aliviar dores em órgãos do sistema digestivo. Há algum tempo que os cientistas investigam a funcionalidade do veneno em doenças, …

Cientistas propõem reciclar beatas de cigarro para fazer tijolos

Os cientistas afirmam que se apenas 2,5% dos tijolos produzidos em todo o mundo, anualmente, incluíssem 1% de beatas, seria possível reciclar todas as pontas de cigarro a nível global. Um grupo de investigadores da Escola …

Taxa de natalidade desce quase um terço em cidade chinesa

As autoridades chinesas reconheceram oficialmente que a taxa de nascimentos em Xinjiang, cidade situada no noroeste da China, desceu quase um terço em 2018, comparada com o ano anterior. De acordo com a CNN, o governo …

Dynetics revela o módulo lunar do programa Artemis (incluindo o interior)

A empresa norte-americana Dynetics revelou, no dia 15 de setembro, um modelo em escala real do módulo lunar especialmente projetado para levar os astronautas da NASA à Lua já em 2024, como parte do programa …

Polícia de Nova Iorque de origem tibetana acusado de espiar ao serviço da China

Um polícia nova-iorquino originário do Tibete foi acusado de espionagem pelas autoridades norte-americanas por, supostamente, ter recolhido para o Governo chinês informações sobre a comunidade tibetana em Nova Iorque. De acordo com a acusação das autoridades …

Football Leaks. PJ desconhecia acesso das autoridades francesas às provas

O inspetor da PJ, José Amador, revelou, esta terça-feira, que esta polícia não teve conhecimento do acesso das autoridades francesas às provas apreendidas a Rui Pinto durante a sua detenção na Hungria. Na quinta sessão do …

Aldeões ajudam tropas indianas que enfrentam militares chineses nos Himalaias

Cerca de 100 residentes da vila de Chushul atravessam o território indiano de Ladakh para chegar a um pico dos Himalaias conhecido como Black Top, a uma altitude de mais de 4500 metros, levando suprimentos …

Detido na Rússia líder religioso que diz ser a reencarnação de Jesus

O líder religioso, que diz ser a reencarnação de Jesus, foi detido, na Rússia, esta terça-feira, durante uma operação especial. De acordo com as imagens divulgadas pelo jornal The Guardian, vários agentes da polícia, armados e …

Covid-19: Universidade de Coimbra tem novo programa de rastreio aleatório para alunos e docentes

A Universidade de Coimbra (UC) preparou um Plano de Prevenção e Protocolo de Atuação para garantir o regresso às aulas em segurança para alunos, professores, docentes e comunidade. "Tendo em conta a situação pandémica que estamos …

Jogador substituído aos 14 segundos

Substituição insólita foi realizada na primeira divisão da Estónia. Jovem nem tocou na bola. Jogo da 21.ª jornada do campeonato nacional da Estónia, primeira divisão. O FCI Levadia recebe o JK Nõmme Kalju e vence por …