Bolsonaro veta obrigatoriedade do uso de máscaras em lojas e igrejas

Joedson Alves / EPA

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, vetou hoje parte de uma lei que estipulava o uso obrigatório de máscaras em órgãos públicos, lojas, indústrias, templos religiosos e locais fechados em que haja concentrações de pessoas.

O veto foi divulgado no Diário Oficial da União, juntamente com outras partes da mesma lei aprovada no Congresso brasileiro no início de junho para regulamentar o uso de máscaras, de forma a conter a disseminação da pandemia do novo coronavírus.

Para justificar os vetos, o Governo brasileiro alegou que as partes suprimidos poderiam acarretar uma possível violação de domicílio.

Outras partes da lei foram sancionadas pelo chefe de Estado brasileiro e já estão em vigor, estabelecendo o uso obrigatório das máscaras em espaços públicos, transportes públicos como táxis, carros de aplicativos, autocarros, aeronaves e embarcações.

Bolsonaro, um dos líderes mais céticos sobre a gravidade da pandemia e que já classificou a covid-19 como um “resfriadinho”, foi fotografado inúmeras vezes sem máscara dentro de edifícios governamentais, em atos políticos e nas ruas de Brasília.

A sua conduta motivou uma disputa judicial, na qual o Presidente brasileiro inicialmente foi derrotado, tendo sido obrigado a usar máscara de proteção contra a covid-19 em todas as suas aparições públicas no Distrito Federal, região da federação brasileira onde se localizada a cidade de Brasília.

A decisão, porém, foi anulada esta semana por uma juíza do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que citou um decreto que obriga os moradores do Distrito Federal a usarem máscaras em locais públicos e, portanto, a magistrada entendeu que a regra não precisaria ser reforçada pela Justiça na ação que envolveu o Presidente brasileiro.

O Brasil é o país lusófono mais afetado pela pandemia e um dos mais atingidos no mundo, ao contabilizar o segundo número de infetados e de mortos (mais de 1,49 milhões de casos e 61.884 óbitos), depois dos Estados Unidos.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 521 mil mortos e infetou mais de 10,88 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

// Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

    • Muitos de nós embarcamos na campanha bem montada para denegrir e atacar sem descanso a imagem de Trump, Bolsorado e Boris.
      Enquanto isso, na nossa própria casa os números não param de espantar (pela negativa…). Só hoje, mais 413 casos novos! Os restantes países, que não são cegos, vão agindo em conformidade com o que se passa por aqui.
      Era bem mais produtivo olharmos para o nosso caixote do lixo em vez de andarmos furiosamente a remexer no do vizinho…

      • Quem lhe diz que não estou preocupado com a nossa própria situação ??????…..Trata-se simplesmente de exortar a População a tomar todas as medidas que façam barreira a esta estirpe, no sentido de diminuir ao máximo o seu contagio, mesmo assim o nosso Governo bem ou menos bem tenta incentivar a boas atitudes. Contrario é a atitude de Trump e Bolsonaro que se sentem bem com a taxa de mortalidade e infectados que poderiam ter sido evitados, parecendo até estarem orgulhosos de tais números. Não se esqueça, este Virus não conhece fronteiras, Sr . JT.

        • “o nosso Governo bem ou menos bem tenta incentivar a boas atitudes”
          Boas atitudes? Quais?
          Será que está a referir-se as comemorações do 25 de abril e do 1 de maio, quando por todo o mundo se cancelavam todo o tipo de comemorações?
          Será que está a referir-se ao anúncio patético de não sei quantos representantes de Estado a anunciarem a final da liga dos campeões, como se fosse o expoente máximo da nação, quando mais ninguém estava interessado em ter esse evento?
          Será que está a referir-se às declarações de que esse evento tb era um prémio para a classe médica?
          Será que está a referir-se às declarações de que o maior número de casos era porque se testava mais?
          Será que está a referir-se às declarações de que as vacinas servem para prevenir os vírus e os antibióticos servem para matar os vírus?
          Será que está a referir-se aos responsáveis políticos que dizem que as chefias falharam, mas não se incluem nas chefias?
          Será que está a referir-se à insistência de que as máscaras não faziam falta?
          Será que está a referir-se aos casos não contabilizados, apesar de serem reais?
          Será que está a referir-se às declarações patéticas de que portugal era um milagre no contexto do combate à pandemia?
          Será que esta a referir-se às reacções patéticas e provincianas emitidas em reação à não inclusão de Portugal na lista de países seguros.
          Será que está a referir-se aos gráficos publicados que comparam alhos com bugalhos, achando que toda a gente é idiota e não se apercebe da falácia bacoca?
          Será que está a referir-se às assimetrias sociais, em que perante a mesma situação uns recebam 100% do vencimento e outros 0%, mesmo que paguem os mesmos impostos?

          Enfim, os exemplos são tantos que não me parece que haja necessidade de estar sempre a bater e a tentar caricaturar Trump e Bolsonaro, quando temos tanto com que nos preocupar na nossa própria casa.

RESPONDER

Vieira quer oferecer Bruno Henrique a Jorge Jesus

Embora Jorge Jesus não tenha pedido a contratação de Bruno Henrique, o presidente benfiquista quer comprar o avançado brasileiro como prenda para o novo treinador. Luís Filipe Vieira está a estudar a contratação de Bruno Henrique, …

"Dimensão ética". Presidente do Novo Banco enviou uma carta a Marques Mendes a explicar o seu silêncio

Debaixo de fogo depois de serem reveladas as perdas avultadas relacionadas com a venda da carteira de imóveis do Novo Banco, António Ramalho enviou uma carta a Luís Marques Mendes, comentador da SIC, a explicar …

Ministério Público quer Jorge Jesus a testemunhar contra Rui Pinto

O Ministério Público (MP) quer que o treinador português Jorge Jesus testemunhe em tribunal contra o "pirata informático" Rui Pinto, que esta semana deixou a prisão domiciliária com a obrigação de se apresentar semanalmente à …

Guarda-redes do Atlético de Madrid já não escapa ao Sporting

O Sporting conseguiu, nas últimas horas, ultimar os detalhes do contrato que trará o guarda-redes espanhol António Adán para Alvalade. O jornal desportivo Record avança esta terça-feira que o contrato está a ser ultimado, adiantando que …

Dois agentes da PSP detidos em flagrante por tráfico de cocaína escondida em contentores de bananas

As autoridades portuguesas detiveram em flagrante quatro cidadãos nacionais por tráfico de droga, dois dos quais eram agentes da PSP em Faro. Fonte do gabinete de relações públicas da PSP adiantou à agência Lusa, que …

"Formiga do inferno." Descoberto fóssil preservado em âmbar com 99 milhões de anos

Uma equipa internacional de cientistas encontrou um fóssil preservado em âmbar que ilustra o exato momento em que uma formiga pré-histórica devora a sua presa. De acordo com o artigo científico, publicado recentemente na Current Biology, …

Isabel dos Santos deixa administração da operadora angolana Unitel

A empresária angolana Isabel dos Santos anunciou esta terça-feira que vai deixar o seu lugar na administração da operadora de telecomunicações Unitel. “Após 20 anos dedicados à criação, ao desenvolvimento e ao sucesso da Unitel, optei …

Rússia regista primeira vacina contra coronavírus (e filha de Putin já a tomou)

A Rússia tornou-se esta terça-feira o primeiro país do mundo a registar uma vacina contra o novo coronavírus, anunciou o presidente russo, Vladimir Putin, acrescentando que uma das suas filhas já foi inoculada. "Esta manhã foi …

Golo de Bruno Fernandes põe Manchester United nas meias da Liga Europa

O Manchester United, com um golo de Bruno Fernandes, e o Inter de Milão apuraram-se hoje para as meias-finais da Liga Europa de futebol, depois de baterem Copenhaga, após prolongamento, e Bayer Leverkusen, respetivamente. Já no …

Marcelo devolve nova Lei do Mar ao Parlamento. Ana Paula Vitorino aplaude decisão

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, devolveu esta segunda-feira à Assembleia da República a nova Lei do Mar para que o Parlamento clarifique pontos específicos do diploma, assinalando que estão ressalvadas a soberania …