Bofetadas de João Soares eram apenas metáforas ligeiras

Manuel de Almeida / Lusa

O ex-ministro da Cultura, João Soares

João Soares, ex-ministro da Cultura, diz que deixou o cargo para não prejudicar o governo, considerando que as “bofetadas” que prometeu a dois cronistas são “uma metáfora do mais ligeiro que é possível”.

As declarações foram feitas pelo actual deputado do PS na sua primeira entrevista, na RTP3, após a sua demissão do cargo de ministro da Cultura.

João Soares demitiu-se na sequência do polémico caso das bofetadas que prometeu, num post no seu Facebook, ao sociólogo Augusto M. Seabra e ao historiador Vasco Pulido Valente.

Na entrevista, João Soares diz que o “surpreendeu a reacção” ao seu texto no Facebook, considerando que a referência às bofetadas não passou de “uma metáfora do mais ligeiro que é possível”.

O antigo ministro ainda disse que foi “inacreditável” o mediatismo que o caso teve na comunicação social, realçando que se demitiu para não prejudicar o governo e pelo seu “desapego do poder”.

“Gostava muito de estar a trabalhar no Ministério da Cultura, mas sou um homem desapegado do poder. No momento em que senti que podia estar a prejudicar o Governo, saí”, diz Soares.

O ex-ministro garante que António Costa não o forçou a demitir-se. “Devo dizer-lhe uma coisa: o primeiro-ministro nunca me pôs a questão de eu me dever demitir”.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. O palhaço João Soares gosta muito de brincar. Claro está palhaço, aqui no sinto figurado, de alguém muito bem disposto e brincalhão. Sinceramente.

  2. Já tinha ouvido chamar à bofetada outros nomes, tais como: chapada, lambada, lampana, bulatada, pastilha, galheta, bilhete, bolacha, bolachada, estampilha e, até, sorvete, sardinha, sarda e solha, mas nunca metáfora. Certamente aprendizagem do tempo em que o paizinho, Mário Sempre Fixe Soares lhas aplicava. Metaforicamente falando, claro.

  3. Pois foi pena de facto o senhor Soares não ter continuado como ministro da cultura porque à bofetada ele poria muita coisa no lugar que neste país vai mal e muito por culpa dos seus camaradas.

  4. Quando uma ameaça de agressão descamba para o ridículo, a única explicação que o cobarde encontra, é dizer que tudo não passava de uma metáfora.
    Nem diz o que sabe, nem sabe o que diz!
    Reles politiqueiro…

  5. Está a escapar ao comentário uma subtileza do gene soarista no tratamento da difícil questão entre o sentido literal e o sentido figurado: é a ‘extrema ligeireza’ que ele atribui à metáfora escolhida para designar o elevado debate intelectual a que se propunha, no instante em que encontrasse os seus estimados interlocutores. O que acrescenta nova ambiguidade pelas areias movediças abaixo: refere-se ele à ligeireza do acto de metaforizar, seguida da ligeireza de voar do governo para fora, ou ao conteúdo ligeiríssimo de esbofetear teoricamente os seus concidadãos, sabido que é que ‘o português é uma língua muito traiçoeira’?

RESPONDER

Carrinha com 52 migrantes entra em Ceuta após derrubar barreiras fronteiriças

Uma carrinha com 52 migrantes rompeu, esta madrugada, as barreiras fronteiriças entre Marrocos e Espanha para entrar no enclave espanhol de Ceuta, incidente que a Guarda Civil espanhola já está a investigar. A carrinha lançou-se a toda …

Chef que renunciou à estrela Michelin espera sair do Guia em 2020

O chef Henrique Leis, que em julho renunciou à estrela Michelin que o seu restaurante detinha há 19 anos, afirma que o seu "compromisso com a Michelin acabou" e espera não ver renovada a distinção …

Morreu a fadista Argentina Santos

A fadista portuguesa morreu, esta segunda-feira, aos 95 anos de idade. As exéquias realizam-se, a partir das 17h00, na Basílica da Estrela, em Lisboa. A fadista Argentina Santos, que esta segunda-feira morreu aos 95 anos, despediu-se …

Governo apresenta queixa no Ministério Público contra 21 pedreiras

O ministro do Ambiente e da Ação Climática anunciou que 21 pedreiras, de um universo de 185, estão em incumprimento por falta de vedações, exigidas pelo levantamento do Governo, tendo sido apresentada queixa ao Ministério …

Adeus EDP Universal. Vem aí a SU Eletricidade, mas os preços não mudam

A EDP Serviço Universal vai deixar de existir a partir de 15 de Janeiro de 2020. Em seu lugar vai nascer a SU Eletricidade, a nova marca do universo EDP que vai abranger os clientes …

Mais de 41 mil idosos vivem sozinhos ou isolados em Portugal

A Guarda Nacional Republicana (GNR) sinalizou 41.868 idosos a viverem sozinhos ou isolados em todo o país em outubro no âmbito da operação "Censos Sénior", anunciou esta segunda-feira a guarda. Em comunicado, a GNR adiantou ter …

Vai nascer um Pavilhão de Gelo em Lisboa (com apoio do Governo e de fundos públicos)

O secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, está certo de que, ainda nesta legislatura, vai nascer um Pavilhão do Gelo para a prática de desportos em Lisboa, com apoio de …

Sudão. Crimes contra a humanidade em ataques que mataram 120 manifestantes

Os ataques que em junho mataram pelo menos 120 manifestantes no Sudão podem configurar crimes contra a humanidade, revelou um relatório divulgado pela organização Human Rights Watch (HRW), que pede justiça para as vítimas e …

Bloqueios na capital da Bolívia levam à escassez de alimentos e de combustíveis

Os bloqueios nas estradas de acesso a La Paz, capital da Bolívia, e aos arredores, usados nos protestos que se somam à tensa crise política, impõem aos bolivianos a falta de produtos básicos cujos preços …

Pais da bebé Matilde já ajudaram 38 crianças

Os pais da bebé Matilde, que sofre de uma doença rara, ajudaram 38 crianças com os cerca de dois milhões de euros angariados através de uma campanha de solidariedade. Na página de Facebook "Matilde, uma bebé …