Bloco de Esquerda anuncia voto a favor do Orçamento 2018

Miguel A. Lopes / Lusa

A deputada do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua

O Bloco de Esquerda anunciou esta quinta-feira que votará a favor do Orçamento do Estado na generalidade e avançou com a proposta de um aumento da derrama do IRC das empresas com lucros acima de 35 milhões para financiar medidas sociais.

A deputada do BE Mariana Mortágua defendeu que um “pequeno contributo da derrama de IRC” possa servir “para acabar com o corte de 10% no subsídio desemprego nos desempregados de que estão há mais tempo no desemprego e precisam de mais apoio”.

A medida podia ainda financiar “um complemento de reforma para os pensionistas por antecipação, que, empurrados pelas regras do ex-ministro Mota Soares do CDS para uma pensão de miséria, vivem hoje na pobreza depois de uma vida de trabalho“, expôs Mariana Mortágua.

Trata-se de “um contributo um pouco maior das empresas com lucros acima de 35 milhões”, explicou a dirigente e deputada do Bloco.

Justiça, determinação, empenho na defesa destas como de outras propostas é o compromisso do BE para a o processo orçamental que hoje se inicia e é com base nesse compromisso que iremos aprovar o Orçamento do Estado na sua generalidade”, afirmou.

Numa intervenção no parlamento, no debate na generalidade da proposta do Orçamento do Estado para 2018, Mariana Mortágua defendeu que este será o documento que vai refletir a magnitude do acordo celebrado com o PS.

“O país verá no próximo ano toda a força da escolha que soubemos fazer em 2015. Em janeiro todas as pensões serão aumentadas e nove em cada 10 pensionistas terá um aumento superior à inflação”, declarou.

PCP interveio em “tudo o que é avanço e conquista”

“Em tudo o que é avanço e conquista, a proposta de Orçamento tem a intervenção do PCP, as suas propostas e a sua persistência”, assinalou hoje o deputado comunista Paulo Sá, falando no debate na generalidade do OE para 2018.

O deputado do PCP enumerou áreas como as “imposições da União Europeia“, a “prevalência dos interesses do grande capital” ou os “ruinosos encargos com as parcerias público-privadas” como matérias que limitam maiores avanços no Orçamento.

O que justifica uma meta para o défice de 1% do PIB conhecendo-se, como se conhecem, os problemas que o país enfrenta? Não deveria a prioridade ser o crescimento económico e a criação de emprego, mesmo que isso implicasse um défice superior?”, questionou Paulo Sá.

Antes, o porta-voz do CDS-PP, o deputado João Almeida, havia criticado uma proposta de Orçamento em que o Estado “que supostamente dava” aos cidadãos é o mesmo Estado “que depois acaba por tirar”.

São aumentos atrás de aumentos“, advogou o centrista, falando de matérias como os combustíveis ou a taxação sobre produtos com sal e açúcar.

“Na conjuntura melhor que algum governo teve desde a entrada do euro”, o executivo do PS, viabilizado à esquerda no parlamento, “escolheu fazer um orçamento a bem de si próprio e não de Portugal, e a conclusão é óbvia: não pode correr bem“, defendeu João Almeida.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

O planeta extrassolar mais próximo da Terra pode ter companhia

Uma equipa internacional de astrofísicos encontrou evidências da existência de um segundo planeta a orbitar Próxima Centauri, a estrela mais próxima do Sol. Na prática, o mundo extrassolar mais próximo de nós pode ter companhia. …

Uma estrela ajudou a perceber quando é que a Via Láctea devorou outra galáxia

Recentemente, astrónomos descobriram que uma colisão com uma galáxia satélite encheu a Via Láctea de estrelas. Agora, graças a uma única estrela, já é possível perceber quando é que isso aconteceu. A galáxia satélite Gaia-Enceladus foi, …

Homem pede "julgamento por combate" com espadas japonesas para resolver disputa legal com a ex-mulher

Para resolver uma disputa legal com a sua ex-mulher, David Ostrom sugere que seja feito um "julgamento por combate" com espadas japonesas. Há precedentes legais que o podem favorecer em tribunal. O insólito aconteceu no Iowa, …

Crimes violentos podem aumentar drasticamente nos EUA devido ao aquecimento global

O número de crimes violentos nos Estados Unidos pode aumentar drasticamente nos próximos anos devido ao aquecimento global, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade do Colorado, em Boulder. "Dependendo da rapidez …

Twitter pede desculpa por permitir anúncios direcionados a neonazis

O Twitter emitiu esta quinta-feira um pedido de desculpa público depois de a BBC denunciar que a rede social estava a permitir anúncios direcionados a neonazis, islamofóbicos e outros grupos de ódio. A emisorra britânica …

Carlos Silva alega falta de apoio do PS e anuncia saída da liderança da UGT

O secretário-geral da UGT não é candidato a um novo mandato na central sindical, alegando que o “desgaste tem sido tremendo” e que é visto como força de bloqueio. “Não quero continuar”, “já está decidido e …

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior. Medirá quase 100 metros

A maior aeronave do mundo vai ficar ainda maior: o dirigível híbrido Airlander 10, que media 92 metros de comprimento, vai bater o seu próprio recorde. De acordo com a emissora britânica BBC, a aeronave passará a …

Mortes nos Comandos. Governo só indemniza famílias se for condenado

O Governo deu ordem para parar as negociações com as famílias dos recrutas que morreram durante o 127.º Curso de Comandos, que decorreu na região de Alcochete, em 2016. Segundo o Jornal de Notícias, o Governo …

Eduardo Cabrita diz que polícias compram equipamento "porque querem"

O ministro da Administração Interna afirmou que os agentes policiais que compram equipamento de proteção do seu próprio bolso fazem-no porque o querem. Numa entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, divulgada este fim-de-semana, o …

Chuva deixa Austrália entre incêndios e cheias. Número de mortos sobe para 29

A chuva trouxe algum alívio aos bombeiros e habitantes do leste da Austrália, mas também causou cheias e novos problemas. As equipas ainda combatem cerca 100 focos de incêndio na região e o número de …