Bill Gates já não é o segundo homem mais rico do mundo

O fundador da Microsoft, Bill Gates, já não é o segundo homem mais rico do mundo. Segundo o ranking elaborado pela Bloomberg, o empresário foi destronado pelo francês Bernard Arnaut, dono da empresa de artigos de luxo LVMH, detentora da marca Louis Vuitton.

A fortuna de Arnaut está avaliada em 108 mil milhões de dólares, cerca de 96 mil milhões de euros, dos quais 35 mil milhões de euros foram ganhos no último ano. A subida de Arnaut na lista dos mais ricos do mundo deixa pela primeira vez, desde que índice foi criado há sete anos, Bill Gates abaixo da segunda posição. Jeff Bezos, CEO da Amazon mantém-se como o homem mais rico do mundo.

Bill Gates tem neste momento uma fortuna avaliada em 107 mil milhões de dólares (cerca de 95 mil milhões de euros). Segundo a Bloomberg, a descida de Gates para a terceira posição na lista dos mais ricos deve-se às doações de milhares de euros realizadas pelo empresário à Fundação Bill e Melinda Gates.

Em abril, foi noticiado que a fortuna do homem mais rico da Europa, Bernard Arnault, já tinha aumentado em 19 mil milhões só este ano. Bernard Arnault é o homem mais rico da Europa e deve a sua fortuna ao seu trabalho na sua marca de luxo LVMH, Moët Hennessy Louis Vuitton.

As ações da marca de luxo registaram uma subida histórica e com isso, a fortuna do empresário francês cresceu em 19 mil milhões de dólares, ainda em 2019. Depois de artigos de luxo da LVMH, como malas e artigos em pele, terem registado mais vendas do que a marca estava à espera, as ações da empresa subiram a pique.

A razão para este aumento parece ser a nova estratégia adotada pela Louis Vuitton de investir em novos talentos do design, dando à marca uma lufada de ar fresco. Nomes como Virgil Abloh, designer de moda americano, o novo diretor artístico de vestuário masculino da LVMH, são apontados como os principais responsáveis.

Na Europa, a ascensão de Bernard Arnault já ultrapassou Amâncio Ortega, o fundador da Inditex, e Françoise Bettencourt Meyers, da L’Oreal, que continua a ser a mulher mais rica do mundo. Mais recentemente o empresário francês voltou a ultrapassar Warren Buffet, diretor executivo da Berkshire Hathaway Inc.

No topo da lista mundial, por outro lado, continua o CEO da Amazon, Jeff Bezos, com uma fortuna de 125 mil milhões de dólares (111 mil milhões de euros), apesar do divórcio com MacKenzie Bezos, assinado no início deste ano, ter causado uma queda de 35 mil milhões de dólares ao seu património.

Ainda assim, o ano de 2018 não foi favorável para os dez grandes que encabeçam a lista dos mais ricos do mundo. Oito dos dez milionários mais ricos registaram grandes perdas, sendo que apenas dois conseguiram aumentar o valor do seu património: Jeff Bezos, criador da Amazon, e o dono da Louis Vuitton, Bernard Arnault.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Diário de oficial nazi revela localização de tesouro escondido na Polónia durante a 2.ª Guerra Mundial

Um diário que esteve na posse de uma sociedade secreta durante décadas contém um mapa que descreve a localização de mais de 30 toneladas de ouro escondidas pelos nazis durante a Segunda Guerra Mundial. Escrito há …

"Pés de café" ajudam robôs a andar mais rápido (e sem tropeçar)

Uma das principais aplicações para robôs com pernas é a exploração de locais de desastre. No entanto, para atravessar os escombros, estas máquinas precisam de ter "pés" firmes. Uma equipa de investigadores da Universidade da Califórnia, …

Famalicão 2-1 FC Porto | Dragões falham reentrada

O FC Porto ficou hoje com a liderança da I Liga portuguesa de futebol em risco, ao perder em casa do Famalicão, por 2-1, na 25.ª jornada, que marca o regresso após a paragem devido …

Empresas chinesas compram soja dos EUA apesar de suspensão imposta pelo Governo

Empresas estatais chinesas terão comprado pelo menos três carregamentos de soja aos Estados Unidos (EUA), mesmo após o Governo ter levantado uma suspensão. Esta surgiu depois de Washington afirmar que terminaria com o acordo comercial …

Musk quer bombardear Marte. Pode ser só um "pretexto" para enviar armas nucleares para o Espaço

O plano de Elon Musk de bombardear Marte é apenas um pretexto para o lançamento de armas nucleares para o Espaço, disse o diretor da agência espacial russa Roscosmos, Dmitry Rogozin. Bombardear Marte para tornar o …

Quase 20 mil toneladas de combustível derramadas em rio na Rússia

https://cache-igi.cdnvideo.ru/igi/video/2020/6/2/%D0%BD%D0%BE%D1%80%D0%B8%D0%BB%D1%8C%D1%81%D0%BA.mp4 Quase 20 mil toneladas de combustível foram acidentalmente derramadas num rio no extremo norte da Rússia, levando as autoridades a declarar uma situação de "emergência" e levantando preocupações entre ambientalistas e residentes. Em comunicado, a associação …

Mais verde e mais barato. Suécia segue a Alemanha e instala a primeira turbina eólica de madeira

A Suécia instalou uma nova e interessante turbina eólica: uma torre construída em madeira. A Alemanha também já tem esta nova tecnologia. Construída a partir de materiais de fontes sustentáveis e que oferecem desempenho comparável às …

Já não mostra só as filas do supermercado. App "Posso ir?" também diz se pode ir à praia

A aplicação móvel que permite aos utilizadores consultar as filas e as afluências aos supermercados também mostra como está a praia. Agora, a aplicação "Posso ir?" vai também dizer-lhe se é ou não prudente ir dar …

Discurso xenófobo. Na Áustria, "a islamofobia tornou-se uma forma dominante de racismo"

A Áustria regista um aumento preocupante do discurso xenofóbico, em particular em relação aos muçulmanos e refugiados, alerta um relatório do Conselho da Europa. A Comissão do Conselho da Europa contra o Racismo e a Intolerância …

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia é uma invenção

Um em cada quatro russos acredita que a pandemia de coronavírus é uma invenção, de acordo com uma pesquisa realizada pela Escola Superior de Economia de Moscou (HSE). Segundo avançou o site de notícias RBC, citado …