BES banco mau. Novo Banco recebe 4,9 mil milhões e garante depósitos

robert.steinhoefel / Flickr

-

O Banco de Portugal anunciou este domingo um plano de capitalização do Banco Espírito Santo (BES) de 4.900 milhões de euros e a separação dos ativos tóxicos (‘bad bank’) dos restantes que ficam numa nova instituição, o Novo Banco.

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, garantiu que a injeção de quase 5.000 milhões de euros no BES não penaliza as finanças públicas nem os depositantes do banco.

Na conferência de imprensa em que anunciou o plano de capitalização do BES e a separação dos ativos tóxicos num ‘bad bank’, Carlos Costa garantiu que “a medida de resolução agora decidida pelo Banco de Portugal, e em contraste com outras soluções que foram adotadas no passado, não terá qualquer custo para o erário público e nem para os contribuintes”.

O governador garantiu também que o Novo Banco vai continuar a “assegurar a atividade até aqui desenvolvida pelo BES e pelas suas filiais, em Portugal e no estrangeiro, protegendo assim os seus clientes e depositantes”, reiterando que “fica completamente e inequivocamente afastada qualquer hipótese de poder haver perdas para os depositantes”.

O recentemente empossado Vítor Bento, que transita da presidência do BES para a do Novo Banco, garantiu que estão afastadas as “incertezas que ameaçavam a instituição”, segundo um comunicado entretanto divulgado.

Para o Novo Banco transitam também todos os trabalhadores, assim como balcões e agências do actual BES.

À margem do comunicado oficial, o governador adiantou ainda terem sido identificadas acções e comportamentos eventualmente ilícitos de membros da anterior administração, cujas responsabilidades serão apuradas em sede própria.

Segundo Carlos Costa, o Banco de Portugal detectou esquemas de dívida em carrossel nas empresas do GES, em que novas entradas de dinheiro serviam para pagar juros e dívidas anteriores.

Estes esquemas, semelhantes às “pirâmides de Ponzi”, são muito difíceis de detectar antes de entrarem em ruptura.

Finanças garantem que contribuintes não suportarão custos do financiamento

O Governo garantiu entretanto, em comunicado do Ministério das Finanças, que os contribuintes não terão de suportar os custos relacionados com o financiamento do BES e que o a nova instituição será detida integralmente pelo Fundo de Resolução.

A recapitalização do Novo Banco será feita pelo Fundo de Resolução, entidade inter-bancária que  irá injectar 4.900 milhões de euros no Novo Banco.

Estando o Fundo, criado em 2012, dotado apenas com 380 milhões de euros, a solução encontrada passa por usar a verba disponibilizada pela troika ao setor financeiro, em que ainda estão disponíveis 6,4 mil milhões de euros.

A Comissão Europeia anunciou, em comunicado, que aprova a solução encontrada para o Banco Espírito Santo e adianta que a medida está em linha com as regras de ajuda dos Estados da União Europeia.

A administração do Novo Banco tem agora a tarefa de encontrar investidores para entrar no capital da instituição e proceder à venda do Novo Banco, de forma a realizar capital para devolver à troika a verba disponobilizada.

Caso a receita de uma eventual venda não cubra a verba da troika, a diferença deverá vir a ser coberta pelas entidades bancárias que compõem o Fundo de Resolução.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Autarca de Cascais associa festa privada de luxo a “número muito expressivo” de casos

O presidente da Câmara Municipal de Cascais associou este sábado uma festa privada, organizada num clube de luxo na Avenida de Liberdade, a "um número muito expressivo de casos" registado no concelho. "A festa de aniversário …

João Almeida acaba em 4.º e faz história no Giro. É o melhor português de sempre na prova

O português João Almeida (Deceuninck-QuickStep) subiu este domingo ao quarto lugar final da 103.ª edição da Volta a Itália em bicicleta, no contrarrelógio da 21.ª etapa, que 'coroou' o britânico Tao Geoghegan Hart (INEOS). O português …

Santo Stefano paga 8.000 euros por ano a quem quiser viver na vila medieval italiana

Santo Stefano di Sessanio, uma vila medieval em Abruzzo, uma região no lado leste do centro-sul da Itália, está disposta a pagar a quem quiser mudar-se e começar um negócio nesta pequena localidade. Uma pequena vila medieval …

Portugal com mais 19 mortos e 2.577 casos confirmados

Portugal contabiliza este domingo mais 19 mortos relacionados com a covid-19 e 2.577 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o boletim este …

Espanha decreta novo estado de emergência. Durará seis meses e terá recolher obrigatório

O Governo de Espanha aprovou este domingo o estado de emergência sanitária que permitirá a instauração do recolher obrigatório em todo o país para travar a de casos do novo coronavírus, anunciou o primeiro-ministro. O estado …

CDS quer saber se proibição de deslocações entre concelhos exclui assistir a espetáculos

O grupo parlamentar do CDS-PP questionou este sábado o Governo se a proibição de deslocações durante o fim de semana dos Fiéis Defuntos exclui deslocações para assistir a espetáculos culturais, querendo saber como justifica a …

Pandemia "roubou" dez anos à almofada financeira das reformas

O jornal Público escreve este domingo que dez meses de pandemia foram o suficiente para encurtar em uma década o prazo previsto até ao esgotamento do fundo que serve de almofada financeira para o sistema …

Chicago tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos (pelo 6.º ano consecutivo)

Chicago, a cidade mais populosa do estado do Illinois, é, pelo sexto ano consecutivo, aquela que tem a maior praga de ratos dos Estados Unidos. Uma empresa de controlo de pragas garante receber mais chamadas …

Presidente da Samsung morre aos 78 anos

O presidente da Samsung Electronics, Lee Kun-hee, morreu este domingo aos 78 anos, disse o grupo sul-coreano em comunicado. Lee, que transformou o grupo num gigante global das telecomunicações, estava acamado desde um ataque cardíaco em …

Chuva de críticas à F1 em Portimão. Organização promete expulsar quem não cumprir distanciamento

Fotografias das bancadas da Fórmula 1 em Portimão começaram a correr este sábado nas redes sociais, gerando alguma polémica e descansando uma série de críticas, uma vez que as bancadas pareciam ter mais público do …