Bens de Ricardo Salgado e bancos vão garantir pagamento aos lesados do BES

José Sena Goulão / Lusa

Os setor bancário e os bens de Ricardo Salgado e de outros administradores do Grupo Espírito Santo (GES) vão suportar os encargos com as perdas dos lesados do BES.

Esta é a solução que se “cozinha” nos bastidores e que deverá permitir aos que tinham investido valores até os 300 mil euros recuperar 70% do montante.

A Rádio Renascença noticia que está próxima uma solução final para o caso dos lesados do BES que passará por uma espécie de Fundo de Indemnização que irá adiantar o dinheiro aos lesados, ficando em troca com os direitos judiciais dos processos que decorrem em tribunal.

Este Fundo de Indemnização deverá contar com valores da ordem dos 250 milhões de euros, de acordo com o Diário Económico, que salienta que o dinheiro deverá vir do Fundo de Resolução do Novo Banco e do Fundo de Garantia de Depósitos.

Para suportar esta solução servirá de garantia uma parte dos bens arrestados a Ricardo Salgado e à família Espírito Santo, acrescenta o Económico.

No entanto, só terão direito ao reembolso os lesados que avançaram com processos judiciais, o que significa que apenas cerca de metade poderá recuperar parte do investimento.

A Renascença salienta que, dos 2.106 lesados que reclamam 432 milhões de euros investidos na esfera do GES, 80% deverá recuperar mais de 70% do capital investido.

O Fundo de Indemnização terá um tecto máximo de 300 mil euros por subscrição, segundo a Renascença que nota que os lesados com investimentos superiores àquele valor “poderão ter condições menos vantajosas”.

Bancos chamados a assumir perdas dos lesados

Inicialmente, este Fundo de Indemnização deverá ser financiado pelo Fundo de Garantia de Depósitos e pelo Fundo de Resolução, o organismo estatal que conta com a contribuição dos bancos.

Isto quer dizer que não sairá directamente dinheiro dos contribuintes e que serão os bancos a suportar o encargo com as perdas dos lesados.

A estratégia passa por o dinheiro vir do Fundo de Resolução bancário, que depois irá receber o empréstimo concedido em função das compensações que venham a ser decididas na Justiça. Em caso limite, poderão não ser suficientes para amortizar o empréstimo ao Fundo de Resolução que, nesse caso, teria de assumir essa perda.

No entanto, há outra questão a resolver, uma vez que de momento o Fundo de Resolução não terá dinheiro para financiar esse veículo.

O cenário em cima da mesa é esse dinheiro vir do Fundo de Garantia de Depósitos. No entanto, refere uma fonte envolvida nas negociações, enquanto o pagamento pelo veículo do empréstimo do Fundo de Resolução é contingente, já no caso do empréstimo do Fundo de Garantia de Depósito esse tem de ser obrigatoriamente reembolsado pelo Fundo de Resolução, receba este o dinheiro do veículo ou não.

O Fundo de Resolução bancário tem como participantes os principais bancos a operar em Portugal, pelo que em última análise será o sector financeiro a ficar com as perdas.

Este cenário ainda tem, contudo, pontos para clarificar, só devendo ser enviado para o Ministério das Finanças para ser analisado depois do novo encontro, marcado para segunda-feira, entre a Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial do GES, o Banco de Portugal, a Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Acho muito bem.
    Os “artistas” que usam estas artimanhas, têm de começar a entender que há sempre um custo (além de uma pena) a pagar!
    Agora, certifiquem-se que não há letras pequeninas para os contribuintes.

  2. Muito bem!Grande aplauso se assim for, está mais que na altura de quem rouba pagar com o que ganhou ás custas dos roubos!Agora só falta ir atrás dos politicos e juízes e fazer o mesmo!

  3. A esquerdalha fazer algo acertado? hummm não acredito… vai haver com certeza algo mal contado, pormenores escondidos ou algo parecido, algo para favorecer os amigos e que mais ninguém sabia…

  4. É bem!!
    Mas cuidado que há muita gente que não são realmente “lesados”, pois sabiam muito bem o que estavam fazer!
    Se corresse tudo bem iriam ganhar umas boas massas e certamente que não iriam reclamar!…

  5. É ASSIM QUE A “JUSTIÇA” FUNCIONA, então este senhor enganou meio mundo NÃO TEM QUE IR PARAR Á CHOLDRA? é que qualquer cidadão já lá estava á que tempos, segundo os governantes dizem que a “justiça” é igual para todos, ou será que não?
    Não sei onde vivo, e também não sei o que quer dizer “justiça”. Enfim voltámos para trás no tempo, quem tem poder faz o que quer, é triste chegarmos a esta conclusão.

RESPONDER

"Nem de perto nem de longe". DGS não recomenda reabertura de parques infantis

A reabertura de parques infantis não é “nem de perto nem de longe” recomendada pela Direção-Geral de Saúde (DGS), disse a diretora-geral que explicou que as crianças devem brincar no modelo de “bolhas familiares”. “Pela sua …

Pastor presbiteriano é o novo (e quarto) ministro da Educação de Bolsonaro

O Presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, nomeou esta sexta-feira o professor e pastor presbiteriano Milton Ribeiro para ministro da Educação, sucedendo no cargo a Carlos Decotelli, que se demitiu antes de tomar posse. É o quarto ministro …

Pedro Nuno Santos e Medina vão esperar sentados pelo lugar de Costa (mas o ministro já mexe os cordelinhos)

Há dois nomes que começam a ganhar força como possíveis sucessores de António Costa na liderança do PS - Pedro Nuno Santos e Fernando Medina. Mas ainda vão ter que esperar "bastante" por isso, prevê …

PJ fez novas buscas por Maddie em três poços no Algarve

A Polícia Judiciária (PJ) procurou o corpo de Madeleine McCann em três poços de água localizados em zonas rurais do concelho de Vila do Bispo, no Algarve. A informação é avançada este sábado pelo Correia da …

Berardo abre museu em Estremoz com fundos da União Europeia

O semanário Expresso avança na sua edição deste sábado que Joe Berardo instalou um museu em Estremoz, no distrito de Évora, financiado, na sua grande maioria, com fundos da União Europeia (UE). De acordo com o …

Há três dias que os casos aumentam em Itália. Espanha endurece medidas

Os casos de novas infeções com o novo coronavírus aumentaram pelo terceiro dia consecutivo, em Itália, onde nas últimas 24 horas se registaram mais 276 contaminações, comparando com 229, 193 e 138, nos dias anteriores. O …

MP investiga juiz acusado de pagar por sexo enquanto ouvia menores abusados (ele alega que o querem tramar)

O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito à denúncia feita, no Parlamento, pela dona de uma casa de prostituição que revelou que um juiz pedia para lhe fazerem sexo oral enquanto via vídeos dos menores …

Câmara de Sintra admite 700 casos confirmados que ainda não foram contactados

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, admitiu que existem cerca de 700 casos positivos de covid-19 no concelho que, apesar de identificados, não foi ainda possível contactar. Em entrevista ao jornal Público …

Jesus quer regressar ao Benfica. Acordo deve ficar fechado nas próximas horas

O futuro de Jorge Jesus continua a fazer correr muita tinta. Em Portugal, diz-se que o treinador tem um acordo quase fechado para regressar ao Benfica, enquanto que no Brasil há garantias de que ficará …

Erdogan anuncia que Santa Sofia volta a ser uma mesquita. UNESCO lamenta profundamente

O Presidente turco anunciou que as primeiras orações coletivas muçulmanas serão realizadas em 24 de julho em Santa Sofia, convertida em mesquita, acrescentando que o edifício permanecerá aberto a visitantes de todos os credos. "Vamos fazer …