“Bem-vindo à Terra, finalmente”, diz Centeno

d.r. partidosocialista / Flickr

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças, Mário Centeno

O ministro das Finanças Mário Centeno esteve esta manhã na Assembleia da República para apresentar o plano de Orçamento do Estado para 2016, e deixou duras críticas às políticas de austeridade do Governo social-democrata.

Duarte Pacheco, do PSD, foi o primeiro deputado a questionar Mário Centeno, criticando o processo orçamental e recordando que “não são extraterrestres” quem paga impostos em Portugal.

Mário Centeno retribuiu a ironia: “Bem-vindo à Terra, finalmente. Ao fim de quatro anos chegou aqui e percebeu de facto que este país não é feito de extraterrestres, é feito de portugueses e portuguesas que sofreram as consequências da austeridade cega implementada durante quatro anos”.

O ministro das Finanças acusou o anterior Executivo de “prometer à Comissão Europeia em abril de 2015 um cenário que não se cumpriu e com consequências pra 2016 muito gravosas para o país” e acrescentou que “foi necessário adaptar este Orçamento ao que resulta da execução de 2015”.

Nomeadamente, Centeno atacou de forma cerrada o anterior governo pelos encargos que deixou nas contas públicas deste ano, tendo “empolado artificialmente a receita em 2015”. “De facto, não há milagres depois do Orçamento do ano passado”, ironizou Mário Centeno.

O ministro alegou que o novo OE aposta nos salários e num alívio da carga de impostos diretos. Nesse sentido, “a austeridade entra no princípio do seu fim quando optamos por promover rendimentos”, disse.

Reposição das 35 horas “só tem impacto” para a oposição

Ainda em resposta a Duarte Pacheco, o ministro das Finanças afirmou que “a questão das 35 horas não é uma questão de natureza orçamental neste momento”.

“Só tem impacto nas vossas caras”, completou, dirigindo-se aos deputados da oposição que se mostraram admirados e com comentários paralelos sobre o impacto nas contas do Estado.

O deputado do PSD questionou Centeno sobre o momento da entrada em vigor das 35 horas e para que trabalhadores.

“Querem propor a medida, muito bem, mas expliquem aos portugueses como é que a pretendem aplicar. Não é o ministro dizer uma coisa, o primeiro-ministro uma segunda e o secretário de Estado uma terceira”, disse o deputado social-democrata.

A reposição das 35 horas, afirma o ministro, “é objetivo do Governo e vai ser alcançado sem aumento dos custos globais com pessoal”. Centeno acrescentou ainda que “não há um único estudo sobre o impacto das 40 horas na Administração Pública”, medida introduzida pelo Executivo de Passos Coelho.

ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Pois o senhor Centeno esqueceu-se da razão porque o anterior governo foi obrigado a aplicar tal politica e já deve mesmo estar esquecido porque motivo a troika cá esteve, também está a tentar disfarçar porque motivo ele próprio vai ainda aplicar mais austeridade encima da já existente, tentando sacudir a carga negativa da sua politica contrária ao prometido acaba por atacar aqueles que já nada têm a ver com as asneiras agora feitas.

    • O centena refere se a 2015 e não aos anos anteriores. 2015 é o ano em que o governo anterior disse que já estávamos melhor eà custa de quê? de falsearem as contas, resumindo aquilo que atribui ais xuxialistas afinal tb se aplica aos pseudos xuxiais democratas, por isso escusa de perder ontem tempo a fazer esses comentários de tuga em q só os futebois é q é bom

RESPONDER

Liga Portugal abre inquérito à SAD do Feirense

A Liga vai solicitar a abertura de um processo de inquérito ao Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), devido à ligação do detentor maioritário da SAD do Feirense a uma casa de …

Morreu John Hume, artífice da paz na Irlanda do Norte

O político da Irlanda do Norte, Prémio Nobel da Paz e artífice da reconciliação na província britânica marcada por décadas de conflito morreu, esta segunda-feira, aos 83 anos, anunciou a família. "John Hume morreu de madrugada na …

OMS admite que pode nunca vir a existir "uma panaceia" contra a covid-19

A Organização Mundial da Saúde (OMS) alertou, esta segunda-feira, que talvez nunca venha a existir "uma panaceia" contra a pandemia de covid-19, apesar das investigações em curso que procuram conseguir uma vacina contra a doença. "Não …

"Lei fundamental é violada por todos os lados". Oposição venezuelana recusa-se a participar nas eleições

Os 27 partidos políticos venezuelanos que se opõem ao chavismo decidiram no domingo não concorrer às eleições legislativas agendadas para dezembro por considerá-las uma "fraude". Entre os partidos, estão aqueles com representação parlamentar, que assinaram um …

Médias dos exames nacionais subiram. Só MACS teve média negativa

As médias nos exames nacionais deste ano subiram em todas as disciplinas em relação ao ano passado, com exceção de duas provas, segundo dados oficiais divulgados esta segunda-feira. De acordo com os dados do Júri Nacional …

Mortes por covid-19 no Irão são quase o triplo dos números oficiais

O número de mortes causadas pela covid-19 no Irão pode ser quase três vezes superior aos números oficiais, o que significa que as autoridades iranianas estão a tentar esconder a gravidade da pandemia no país. Segundo …

Revelado contrato oferecido pelo Real Madrid a Lewandowski. Só faltava assinar

O diário polaco Onet Sport revelou esta domingo o contrato oferecido pelo Real Madrid a Robert Lewandowski no verão de 2014. De acordo com o jornal, Lewandowski esteve muito próximo de rumar a Madrid e …

Capturado El Marro, líder de um cartel dedicado ao tráfico de gasolina no México

Este domingo, as autoridades mexicanas capturaram José Antonio Yépez Ortiz, um dos criminosos mais procurados do país. Forças militares capturaram no domingo José Antonio Yépez, apelidado de "El Marro", líder de um poderoso cartel dedicado ao …

Editoras criticam prazo apertado para distribuir manuais escolares

Uma vez que os alunos não vão ter de devolver os manuais escolares este ano, as editoras são obrigadas a responder ao aumento da procura num "curtíssimo" período de tempo. Este ano, face à pandemia, os …

Portugal sem registo de mortes nas últimas 24 horas. Há 106 novos casos

Portugal regista, esta segunda-feira, mais 106 novos casos de infeção por covid-19 em relação a domingo e nenhuma morte, mostra o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS). Segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde, …