BCP e Novo Banco disponíveis para retribuir ajuda aos contribuintes portugueses

António Cotrim / Lusa

O Novo Banco e o Millennium BCP estão disponíveis para retribuir a ajuda aos contribuintes portugueses para que a economia e as famílias possam enfrentar a crise desencadeada pela pandemia da covid-19 e as suas consequências.

Em entrevista à SIC Notícias, o presidente do BCP, Miguel Maya, e o presidente do Novo Banco, António Ramalho, reconhecem que, depois de serem ajudados pelas contribuições dos portugueses, é tempo agora de retribuir a ajuda.

“O Millennium BCP sabe muito bem o que é ser ajudado e a importância da ajuda, porque nós tivemos num momento crítico da vida do banco uma ajuda dos contribuintes portugueses e sem essa ajuda não teríamos sobrevivido. Fomos capazes de devolver essa ajuda aos contribuintes portugueses e pagar mais mil milhões”, disse Miguel Maya.

António Ramalho, cuja instituição bancária ainda está a ser ajudada pelo Estado, concorda com Miguel Maya: “Seguramente é o momento de ajudar”, começou por dizer.

E é o momento de ajudar para todos os bancos. Não fiquemos apenas pelos dois bancos que aqui estão [na entrevista da SIC]. Todos os bancos vão seguramente ajudar. Não há uma sociedade que possa funcionar numa crise como esta sem toda uma colaboração de todos os intervenientes”, considerou.

Na mesma entrevista, Miguel Maya explica que o BCP tem preparado um pacote de medidas que ascendem a 4,7 mil milhões de euros. Questionado sobre a implementação de moratórias, o líder bancário alerta que só falta o “diploma legal”, da Autoridade Europeia Bancária, para fazer as reestruturações que vierem a ser solicitadas.

Temos as medidas todas preparadas. Falta diploma legal que permita que essas reestruturações se enquadrem numa moratória e que essa moratória”, sublinha.

Neste aspeto, o presidente do BCP voltou a concordar com Miguel Maya. António Ramalho defendeu que “o fundamental é assegurar a liquidez”, alertando que vem aí, nos próximos meses, “um outro vírus”. “Daqui a uns meses temos de ter os bancos em boas condições para financiar a economia. É fundamental que esta moratória se concretize”, disse.

O mesmo responsável recordou que o Novo Banco já reduziu, quase na totalidade, várias comissões bancárias nas transferências online, pagamentos de serviços, entre outros.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Governo vem anunciar e bem medidas de apoio nomeadamente as moratórias aos desempregados, mas não pudemos esquecer aqueles que apesar de não estarem no desemprego, muitos tem vencimentos quase idênticos aos que estão no desemprego, com a agravante que tem monte de coisas para pagar e sem ajudas.
    Vemos os bancos pomposamente nas Tvs, dizerem vão ajudar, vão fazer, na pratica, só burocracias, dificuldades e no fim montanha pariu um rato, anunciam medidas em que nada aliviam a carga das famílias, como por ex; isenção de comissões nas transferências e pagamentos…mas para estas operações as famílias tem que ter dinheiro na conta e muitas mal tem para o pão.
    Bancos que foram ajudados até a exaustão de todas as famílias e todos os Portugueses e agora aperaltam-se para vir anunciar medidas de isenção em que pouco ou nada aliviam, outros com rendimentos baixos desde que não tenham sido despedidos ficam de fora,
    A que repensar muito acerca desta banca…

RESPONDER

Cofundador do Twitter doa 28% da riqueza para causas solidárias. Incluindo combate à Covid-19

O cofundador do Twitter, Jack Dorsey, anunciou que vai doar mil milhões de dólares (920 milhões de euros), 28% da sua riqueza pessoal, para causas solidárias, incluindo a luta contra a pandemia da Covid-19. Numa mensagem …

Reclusos libertados e cortes de água, luz, gás e internet suspensos

Esta quarta-feira, no Parlamento, a esquerda viabilizou o projeto do Governo para libertar reclusos. O PS vai ainda viabilizar as propostas do PCP e do BE que suspendem cortes na água, luz, gás e internet. A …

Pandemia deixa passaporte português mais "forte". É o sexto mais poderoso do mundo

A pandemia desencadeada pelo novo coronavírus oriundo da China (covid-19) tornou o passaporte português mais forte. O documento português subiu uma posição no ranking da Henley Passport Index, estando agora o documento na sexta posição dos …

SAD do Leixões avança para lay-off

A SAD do Leixões propôs ao plantel "que nos próximos três meses, abril incluído, pagaria metade do salário em cada mês, valores que seriam repostos ao longo do trimestre que se seguiria". O plantel do Leixões, …

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …