Bancos disponíveis para aliviar famílias nos empréstimos. Estão à espera de Centeno

António Cotrim / Lusa

O ministro das Finanças, Mário Centeno

Portugal está com a economia praticamente parada. As famílias já começaram a sentir estes efeitos na carteira, por isso a banca foi chamada a ajudar. Porém, ainda falta a publicação da lei para enquadrar este apoio.

A maior parte dos negócios estão fechados, aumentando o número de trabalhadores em situação de “lay-off” e até desempregados. As famílias estão a arriscar-se a não conseguirem cumprir com as suas obrigações, nomeadamente o crédito da casa. Por causa disto, a banca foi chamada a ajudar e mostrou-se disponível para aliviar as famílias no que toca aos empréstimos.

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) foi a primeira. “Os clientes que pretenderem podem, desde já, solicitar à CGD esta carência intercalar de capital”, explicou fonte oficial, em declarações ao Jornal de Negócios.

A medida aplica-se aos “clientes que sejam mutuários de operações de crédito à habitação ou crédito pessoal, desde que manifestem interesse e declarem como motivo a perda temporária de rendimento decorrente da atual situação gerada pela Covid-19”. O prazo de carência será de seis meses no crédito da casa e três meses no crédito pessoal, mas só para clientes em situação regular.

O banco garante ainda que vai “respeitar integralmente as condições de taxa de juro especificadas nos contratos”.

Além da CGD, também o Santander quer ajudar as famílias, mas aguarda a publicação da legislação que vai enquadrar esta medida para disponibilizar a solução.

As famílias com crédito da casa poderão pedir “a renegociação do seu crédito com a carência imediata de amortização de capital durante seis meses para as operações de crédito que se encontrem em situação regular”, notou. A carência será aplicada também no consumo, com as renegociações isentas de comissões.

O BPI “está igualmente disponível para conceder uma moratória de crédito para os particulares condicionada às orientações das autoridades de supervisão e em articulação com as medidas que possam vir a ser estabelecidas pela União Europeia e pelo Estado português”.

A moratória inclui os créditos à habitação e pessoal, vai estar disponível a pedido dos clientes e vai consistir na “concessão de uma carência de capital, acompanhada de prorrogação do prazo da operação, até seis meses, para operações de crédito regulares que se encontrem em período de reembolso, ou iniciem esse período em 2020”. A medida será isenta de taxas e para clientes afetados pela pandemia.

Na segunda-feira, Mário Centeno, ministro das Finanças, disse que os detalhes sobre estas medidas serão conhecidos ao longo da semana.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

SAD do Leixões avança para lay-off

A SAD do Leixões propôs ao plantel "que nos próximos três meses, abril incluído, pagaria metade do salário em cada mês, valores que seriam repostos ao longo do trimestre que se seguiria". O plantel do Leixões, …

Rui Pinto colocado em prisão domiciliária

O hacker Rui Pinto, criador do Football Leaks e autor das revelações do caso Luanda Leaks, foi colocado em prisão domiciliária esta quarta-feira. Rui Pinto, que estava em prisão preventiva desde 22 de março de 2019, …

Detidas 33 pessoas desde a renovação do estado de emergência

A PSP e a GNR detiveram, até terça-feira, 33 pessoas pelo crime de desobediência desde 3 de abril, totalizando 141 as detenções feitas desde o início do estado de emergência, indicou o Ministério da Administração …

Bruxelas disponibiliza 300 milhões de euros a pequenas e médias empresas para alavancar investimentos

O programa "Escalar" disponibiliza 300 milhões de euros, através do Fundo Europeu de Investimento, para apoiar investimentos de pequenas e médias empresas "promissoras" que queiram crescer. A Comissão Europeia anunciou que vai disponibilizar 300 milhões de …

Maçonaria cancela eleições e proíbe rituais em sessões virtuais

A pandemia de Covid-19 levou o Grão Mestre do Grande Oriente Lusitano, Fernando Lima, a principal obediência maçónica em Portugal, a cancelar as eleições e a proibir os encontros com rituais maçónicos 'online', visto que …

Mourinho quebra regras e assume que errou ao ir treinar com Ndombele

Fotografias e vídeos divulgados nas redes sociais mostram José Mourinho e os jogadores do Tottenham a treinar juntos e a violar as regras de segurança impostas devido ao surto do novo coronavírus. O Tottenham, treinado por …

Rússia bate recordes de infeções diárias. Em Itália, o número de mortes voltou a diminuir

Há três dias consecutivas que o número de novos casos bate recordes de crescimento na Rússia. Já em Itália, o número de mortes voltou a diminuir esta quarta-feira. Pelo terceiro dia consecutivo, o crescimento de número …

Governo prepara apoios aos media "à medida das televisões"

O Governo está a preparar medidas de apoio aos meios de comunicação social, gravemente afetados pela crise causada pela pandemia de Covid-19. Contudo, como considerou o administrador da Global Media Group, Afonso Camões, citado pelo Dinheiro Vivo, tudo …

Archewell. Harry e Meghan registam a sua nova marca

O príncipe Harry e Meghan Markle registaram a sua nova marca, uma fundação sem fins lucrativos chamada Archewell. De acordo com o jornal britânico The Guardian, que cita registos datados de 3 de março, a marca …

Libertação de reclusos. Esquerda ao lado do Governo garante aprovação

PSD, CDS-PP, PAN e Iniciativa Liberal manifestaram reservas ao diploma que prevê a concessão de indultos e antecipação do fim das penas para reclusos que tenham cometido crimes pouco graves. A proposta do Governo que cria …