Barroca confessa que foi “barriga de aluguer” de Sócrates

Paulo Cunha / Lusa

    Joaquim Barroca (à esquerda) com José Sócrates em 2010

Joaquim Barroca (à esquerda) com José Sócrates em 2010

Joaquim Barroca, administrador do Grupo Lena e um dos arguidos da Operação Marquês, admitiu ter sido beneficiado por José Sócrates em contratos públicos, quando este era primeiro-ministro, e confessou ter sido a “barriga de aluguer” do ex-governante em transferências bancárias de 12 milhões de euros.

Correio da Manhã revela que Joaquim Barroca, que está em prisão domiciliária, terá assumido ter servido de intermediário em transferências bancárias entre Hélder Bataglia e Carlos Santos Silva, outros dos implicados no caso de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal.

Em causa estarão verbas da ordem dos 12 milhões de euros que Hélder Bataglia terá transferido para uma conta do empresário Carlos Santos Silva.

Além de presidente da ESCOM, uma empresa do Grupo Espírito Santo, Hélder Bataglia é também um dos responsáveis do empreendimento turístico de Vale do Lobo, no Algarve. O Ministério Público suspeita que os tais 12 milhões seriam, na verdade, de José Sócrates e respeitariam a luvas pela alegada colaboração do ex-primeiro-ministro na viabilização do resort de luxo.

De acordo com o CM, Joaquim Barroca terá admitido também ter recorrido a José Sócrates para que este facilitasse a concretização de contratos públicos e de alguns negócios em Angola.

O pagamento destes supostos favores terá saído das suas contas pessoais para as de Carlos Santos Silva no BES, conforme terá confessado o administrador do Grupo Lena ao Ministério Público.

O Correio da Manhã frisa que “a colaboração de Barroca foi a primeira participação considerada relevante no processo” e que o seu testemunho é considerado “muito importantes para a acusação”.

A confirmar-se esta suposta confissão de Joaquim Barroca, ela contraria claramente a versão de José Sócrates, que garante que o dinheiro que usou das contas do amigo Carlos Santos Silva foram empréstimos pessoais.

Terá sido também por causa desta suposta colaboração que Joaquim Barrosa viu a medida de coacção de prisão preventiva alterada para prisão domiciliária.

ZAP

PARTILHAR

23 COMENTÁRIOS

  1. Há ratos de esgoto, de estimação, os primeiros de navios, os paridos da montanha e depois há os que “trabalham” o futuro.

  2. Olha os “préstimos” da “campanha eleitoral”… Duas “barrigas de aluguer”… Aí está a especial complexidade do parto” transladado”… Saltitava de uma parideira para outra e então para o predestinado “berço” sempre com capa não de ‘batman’ mas de “empréstimos voadores” dos contribuintes…
    Onde param as procissões ao adro? Abrilhantadas de hino e tudo?
    É claro que ninguém está, foi ou podia ser condenado… Pois tal é da exclusiva competência dos tribunais… Aqui apenas se constata e comenta. Não se julga. Aliás, num estado de direito democrático sem complexos, sobre figuras a quem foram delegados poderes pelo povo, este tipo de processo devia ser aberto sem prejudicar procedimentos da investigação. Como é óbvio.
    Sócrates está detido preventivamente, não foi condenado nem lhe foi deduzida acusação. A investigação tem ainda até Novembro próximo para o fazer e de acordo com as características legais denominadas “especial complexidade”.

      • O embuste com poderes delegados pelo povo…
        Grau académico atribuído ao domingo por uma universidade que já não existe!. Honestidade intelectual… Suspeitas que recaiem sobre a autoria da dissertação do mestrado; Empréstimos contraídos à CGD e ao amigo; Parque escolar, PPPês, TGV, Pontes, Barragens, Autoestradas, Aeroporto de Beja, OTA-Alcochete; Eólicas; Computadores Magalhães-JP Sacouto; “As dívidas dos estados não são para pagar”.
        MalEdicência nehuma… Nunca o acusei. Espíritos subordinados poderão confundir comentários com acusações. Esse mal é da exclusiva responsabilidade de quem se confunde e aí nada posso acrescentar.

      • Que se saiba não há processos contra a imprensa…
        Outra coisa é que, ao contrário do que se diz, conforme o lado da ‘barricada, ninguém é “condenado” a não ser pelo poder judicial-Tribunais- A dita “condenação pública” não tem qualquer ponto de toque com a proferida judicialmente…

        • E tudo o que profere, repetidamente, fora da alçada dos tribunais ou é para manipular a opinião pública, ou então é pura maledicência, visto ser aos tribunais a quem compete fazer a acusação, coisa que ainda não o fizeram…

  3. É uma cabala… é um preso politico …
    Povo burro e cego que por uma cor partidária defende qualquer vigarista, agora até com a confissão vão dizer que é cabala e que este simpático senhor por ser seu amigo lhe dava aos milhões de cada vez…

  4. vá lá, até sublinharam a fonte da noticia…correio da manha…em todo o seu esplendor! trabalhinho de encomenda ; enquanto se falar de sócrates não se fala do que se passa neste pobre país…já o titulo, é mesmo para vender jornal…e não há duvida de que Sócrates vende e muito… enfim, o que li no 1º paragrafo foi : “Joaquim Barroca, que está em prisão domiciliária, terá assumido ter servido de intermediário em transferências bancárias entre Hélder Bataglia e Carlos Santos Silva”. Gostaria de ver esta norma aplicada a passos/relvas, passos/marco antonio costa, passos/…; passos/… ; a lista seria longa e divertida!

    • Oh Maria o sublinhado significa que com o pointer do ‘rato’ sobre o que está sublinhado e ‘clicar’ acede directamente ao site do dito jornal!?!

    • A notícia supra é o que é. Pena é que as associações constantes do seu último parágrafo não tenha nenhuma “fundamentação” que se conheça ou então, a não concretizar, trata-se da percepção de um “orgasmo intelectualoide” e isso é realidade exclusiva. Sua. Da Maria.

  5. Estas supostas confissões, como refere o artigo, só por si não deviam ser notícia se o jornalismo fosse sério. Um jornalista até pode emitir uma opinião mas tem de trabalhar sobre factos. Levanta-se uma questão, tendo em conta a conclusão que é tirada. Se o Barroca foi colocado em domiciliária pela colaboração, tendo contribuído para a prova do crime, porque carga de água para o suspeito, foi também proposta a redução da medida de coacção? Se a prova é agora mais forte, não faz muito sentido. Teoricamente, se o arguido sentir que está sem espaço de manobra, o perigo de fuga aumenta, logo o MP não devia ter proposto domiciliária para o Sócrates.
    Como isto anda, já começo a pensar como os Brasileiros: Pode roubar, mas ao menos que faça alguma coisa pelo país. Para mim, como político e defensor do interesse nacional, Sócrates é muito superior ao que temos actualmente. Estes podiam não roubar mas afundam-nos cada dia que passa com a sua incompetência e falta de estratégia . E não me falem de PPP’s e outras que tal. A crise foi mundial, provocada pelos senhores do mundo financeiro. Andaram a emprestar dinheiro ao desbarato. O que até foi fácil, pois emprestaram sem custos, ao criarem ficticiamente esse dinheiro, como se fossem um banco central de um país. Actualmente, o dinheiro que roda representa mais de 3 vezes a riqueza existente. Aqueles que gostam que tudo seja privado e que seja o mercado e não os governos a decidir. Tal qual o que este governo pretende para o nosso país

    • Concordo inteiramente com o que diz o Luis.
      O mundo financeiro empresta com o objectivo de sujeitar os povos à sua vontade, criando escravos sem correntes.
      Estes dirigentes são uns vendidos

      • Não foram 3 secretários gerais do PS que recorreram 3 vezes à ajuda externa (FMI)? Não foi Sócrates que ao almoço nos média de serviço disse “não precisamos” e no telejornal ao jantar do dia seguinte disse “vamos recorrer à ajuda externa? Não foi Sócrates que disse que as dividas dos estados não são para pagar? Sabe o que é o FMI? Sabe como funciona? Quem e como decide? Sabe que o FMI não “entra” em parte nenhuma sem ser convidado?
        Estes dirigentes são uns vendidos? Ou executam um programa que nem é o deles mas sim o que lhes foi imposto por quem empresta, obviamente sob condições ?

    • O esforço foi grande e de elaboração tentada. Acontece que omitiu a argola electrónica da domiciliária, o que desmonta o seu juízo de valor.

    • Segui a sua sugestão e li o artigo de que gostei muito. Obrigada por o ter referenciado.
      Concordo que é assim que funcionam a maior parte das notícias. É lamentável.
      Lamentável é também que nos deixemos levar a reboque.

  6. Acordem!…Estes comentarios só demonstram que andam todos contentes pelas notícias que vão aparecendo sobre José Sócrates, no sentido de encontrarem dados concretos para o acusarem e condenarem.
    Ainda não descobriram que José Socrates já está preso à mais de meio ano e ainda não se sabe se roubou ou não e, Passos, Portas e sua comitiva já tiraram a todos nós a motivação de trabalhar, a saúde para viver, a educação que é a maior riquesa de um povo, reduziram aos rendimentos de todos nós, às pensões dos mais carenciados.etc. etc. e esses ainda andam por aí a dizerem que tudo está melhor do que antes!…..Acordem!….

  7. Não vale a pena transformar estas noticias em factos de política. Esta rapaziada brinca à vontade com o dinheiro de todos, com uma impunidade medieval.
    Acho muito bem que vão partilhando as noticias sobre os desvios de dinheiro do estado e identificando os que participam nestes negócios.
    Pode ser que desencorajem os iniciantes nestas lides!

  8. VIÉS sabe muito
    Que sabe VIÉS que o comum dos cidadãos não sabe? é pelo correio da manhã? e como pode o jornalista afirmar “O pagamento destes supostos favores terá saído das suas contas pessoais para as de Carlos Santos Silva no BES, conforme terá confessado o administrador do Grupo Lena ao Ministério Público”? é uma suposição ou alguém violou o segredo de justiça?. Terá sido o procurador?
    Se não anda por aqui a lançar atoardas ou boatos, o comentador VIÉS deve esclareça-nos a todos, com a sua “clarividência” dos factos ocorridos. Eu também quero ver a justiça a funcionar. Mas não só para o Sócrates que enquanto está preso, outros cromos de relevo e com processos crime como Duarte Lima, Oliveira e Costa e o mais recente Ricardo Salgado -só para citar alguns- andam por aí à solta a pavonearem-se, a gozar o pagode. E se a justiça funcionar como sinceramente desejo, ainda terei a satisfação de ver outros figurões, agora intocáveis, a juntarem-se-lhe num futuro não muito distante.

    • 1- “Sabe muito… o que sabe que não se saiba” – Esclarecido.
      2- Suposições sobre terceiros? – Terceiros
      3- “Atoardas, boatos” – Não reconheço os bicos de pés a requerer por “todos” supostas “clarividências dos factos” muito menos a assumpção que tenham ocorrido
      4- Sobre justiça é óbvio que uns querem mais que outros e isso é sem dúvida.
      5- Os fulanos que evoca, estão sob a alçada da justiça em contextos – processos – criminais de molduras específicas, logo não comparáveis, o que não significa que naquelas condições alguém se predisponha ao “pavoneio”, mas isso é do foro comportamental particular
      6- Concordo que o “corso” vai em crescendo… Faltam os signatários dos terrenos da OTA-Alcochete, A.Vara em novas “aparições”(?), “aparição” de escutas mandadas destruir por dois magistrados da alta magistratura (liberdades de almoços culturais)
      Antes da deita não atiro pérolas. Banho-me e não levo “lixo” aos lençois. Na manhã seguinte, preparo o brilho dos dentes e ao de leve percebo-lhe as angústias:
      Não somos nós que somos “mausinhos”, os outros é que são péssimos…
      Saiba que é impossível mudar o que se desconhece de nós próprios.

  9. O senhor Sócrates continua inacreditavelmente a fazer pressão dentro da prisão através da comunicação social procurando safar-se, se está culpado ou não não é a mim que me compete julgar penso que a justiça a seu tempo se encarregará de o fazer, se se queixar de que a justiça é lenta também já o era enquanto ele foi 1º ministro, agora dentro da prisão deitar cá para fora tudo o que bem entende é que parece muito estranho, será que outros terão o mesmo privilégio?.

  10. Aí está A.Vara enquanto quadro da Caixa geral de depósitos… Encalhado no “Marquês”. Depois da “barriga de aluguer” aguardemos pelas “comadres”

  11. Incrivel este titulo. Oo ZAP está cada vez mais parecido com o correio da manha…Atente-se no titulo “BARROCA CONFESSA QUE FOI “BARRIGA DE ALUGUER” DE SÓCRATES” e depois no conteudo…”O Correio da Manhã revela que Joaquim Barroca, que está em prisão domiciliária, terá assumido ter servido de intermediário em transferências bancárias entre Hélder Bataglia e Carlos Santos Silva, outros dos implicados no caso de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal.”…gostaria de ver serem feitas as mesmas substituições de nomes entre, por exemplo,…passos/relvas ?? marcelo / salgado ?? duarte lima / passos ?? meneses / marco antonio costa ??? marco antº cost / passos ?? hehehe!! o que vale é que os portugueses estão cada vez mais tapados e ignorantes. É o que dá limentarem-se de correios da manha pagos por angola e pelo governo… é lindo!

RESPONDER

Governo disponível para retomar reuniões no Infarmed (mas nega falta de informação)

O Governo manifestou esta quinta-feira “abertura para retomar as reuniões” no Infarmed sobre o ponto de situação da epidemia de covid-19, mas rejeitou falhas na informação ao parlamento e aos partidos. Na conferência de imprensa do …

Israel e Emirados Árabes Unidos alcançam "acordo histórico" mediado pelos Estados Unidos

O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quinta-feira que Israel e os Emirados Árabes Unidos concordaram em estabelecer relações diplomáticas plenas, como parte de um acordo para impedir a anexação israelita de terras ocupadas pelos …

Em contingência, Câmaras de Lisboa passam a definir horários do comércio. O (pouco) que muda este sábado

A generalidade de Portugal continental continuará em situação de alerta e a Área Metropolitana de Lisboa em situação de contingência até ao final do mês devido à pandemia de covid-19, anunciou o Governo. Segundo explicou esta …

Três meses depois do anúncio, o apoio de emergência às Artes ainda não chegou

Cinquenta das 311 entidades abrangidas pela Linha de Apoio de Emergência às Artes, dotada de 1,7 milhões, ainda não tinham esta quinta-feira recebido o valor que lhes foi atribuído, três meses depois do anúncio dos …

Avaliação dos professores, "mock exams" e testes no outono. Britânicos podem "escolher" as próprias notas

O Governo britânico deu aos estudantes de liceu três alternativas diferentes para obterem o resultado das suas avaliações deste ano letivo, que foi atípico devido à pandemia de covid-19. De acordo com o jornal britânico The …

Governo reitera que não há exceções para a Festa do Avante. Críticas multiplicam-se

A ministra de Estado e da Presidência destacou que o Governo “não tem competências legais ou constitucionais” para proibir iniciativas políticas como a Festa do Avante!, mas salientou que não serão admitidas exceções às regras. Na …

Trabalhadores que estiveram em lay-off durante pelo menos 30 dias também vão ter bónus

O Conselho de Ministros aprovou um decreto-lei que clarifica que os trabalhadores que estiveram em lay-off por mais de 30 dias consecutivos, mesmo sem completar um mês civil, vão receber o complemento de estabilização. "Criado com …

Marcelo pede tolerância zero contra o racismo (e pede “sentido nacional” a Governo e oposição)

O Presidente da República recomendou esta quinta-feira aos democratas “tolerância zero” e “sensatez” para combater o racismo, ao comentar as ameaças de que foram alvo três deputadas e outros sete ativistas. “Os democratas devem ser muito …

43% das escolas no mundo sem condições de higiene para reabertura segura

Mais de 40% das escolas no mundo não têm acesso a condições básicas de higiene, como água para lavar as mãos e sabão, aumentando os riscos de reabertura no contexto da pandemia de covid-19, alertam …

Mais seis mortes, 325 novos casos e 237 recuperados

Portugal regista esta quinta-fira mais seis mortes por covid-19, 325 novos casos de infeção e mais 237 pessoas dadas como recuperadas em relação a quarta-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo …